Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

09.Set.23

O pequeno bálsamo da Serreta

Serreta 1.jpg

Salvo erro, foi a quinta vez que fui a pé à Serreta. Às avessas com as minhas caminhadas, a melhor forma era acompanhar, com pleno gosto, os meus amigos Forcados da Tertúlia, mas armei-me em carapau logo em São Pedro e nunca mais me viram. Quer dizer, no alto do Pesqueiro lá percebi que me faltavam quilómetros nas pernas, abrandei, e fui abastecer-me ao Queijo Vaquinha (na foto), onde me distraí com as horas, ficando uns 20 minutos ou mais. Voltei à estrada com alguns dos valentes pegadores, mas aquele jovem grupo estava rápido demais, pelo que acabei por caminhar sozinho rumo ao destino da peregrinação. Engano-me sempre ao pensar que se sobe duas vezes nas Doze...mas são três até ao triângulo, mas a verdade é que novamente senti que o percurso e o que o envolve são coisas especiais por estes dias de fé. Desta vez tinha uma motivação pessoal, rezei, inspirei, senti saudades e voltei à noite normal. Pelas razões, pelo esforço, pelo que vamos vendo durante o caminho, chegar à Serreta é um pequeno bálsamo nesta imensa sorte de vida que temos.

Serreta 2.jpg