Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

12.Set.15

A foto.

Foto Socrates.jpg

Depois de ler tanta coisa sobre a foto tirada à mesa onde jantou José Sócrates, enquanto Pedro Passos Coelho e António Costa debatiam em direto as suas propostas para o país, achei que também podia alinhar duas ou três ideias. Segundo li, à mesa - onde certamente não se comeu esparguete com carne - estavam Paulo Campos (deputado e ex-secretário de Estado das Obras Públicas), Pedro Delille (advogado do processo Operação Marquês), André Figueiredo (deputado e ex-chefe de gabinete de Sócrates), Joaquim Raposo (ex-presidente da Câmara da Amadora), José Lello (deputado) e Vitalino Canas (deputado). A foto parece ter sido tirada por Lígia Correia, uma das presenças mais assíduas na casa de Sócrates desde a prisão domiciliária, e que parece fez muitas compras com o dinheiro do dito amigo Santos Silva, possivelmente a mando do já frisado antigo governante socialista.

Uma personalidade pública, cuja estada na prisão teve o mediatismo que se sabe, e cujas suspeitas de trafulhice parecem nascer todas as semanas - sim, muitas vezes coincidindo com as novas edições de alguns jornais... -, tem, como todos, o direito à justiça e deve ser tratada como inocente até prova em contrário. No caso concreto de José Sócrates, sobre quem já li algures que terá mesmo um distúrbio psíquico em ebulição, parece haver um desrespeito por tudo e por todos. Sem sequer entrarmos no foro das suspeitas que sobre ele recaem. A publicação desta foto, como algumas entrevistas e intervenções - numa altura crucial para o futuro de um país em que o próprio já foi o principal (ir)responsável político -, aliadas ao sorriso irritante e à habitual sobranceria do engenheiro dominical, são provas - essas sim, irrefutáveis - da forma desligada da realidade como Sócrates vê a vida e vê os portugueses. Há uma clara falta de pudor nessas simples atitudes. Sem também focar que Sócrates é exatamente o oposto daquele semblante bem disposto e alegre. E até porque as sapatilhas Prada - que me pareça - nem "casam" com a restante indumentária do ex-primeiro ministro...