Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

25.Ago.16

Volta, Tourada dos Estudantes... (Festa na Ilha nº20)

Foto TouradaEstudantes1964 Coleção Pedro Alberto

Foto: Coleção Pedro Alberto Leal

 

"É já domingo! Domingo gordo! Domingo barrigudo! A tradicional Garraiada dos Estudantes!"...assim se ouvia, em volume elevado, da varanda onde estava instalado o "WC", a espécie de rádio oficial que anunciava a Tourada dos Estudantes. Uma tradição carnavalesca que marcou o Entrudo angrense durante mais de 90 anos.

Em 2016 não houve Tourada dos Estudantes. Por incrível que pareça, foi a falta de interesse dos estudantes a motivar essa perda pontual. Mesmo que possamos dizer que a postura das gerações é como o paladar, que se vai alterando ao longo da vida, neste caso a mudança parece ter sido abrupta, contrariando até os últimos anos. Afinal, viu-se que a Tourada dos Estudantes não era um dado adquirido.

Outrora porta de entrada dos jovens valores no mundo da Tauromaquia, penso que o grande rombo no evento se terá dado com o decair da parte séria de um verdadeiro festival taurino, onde coabitavam as regras e as cortesias com a galhofa e as marradas do cenário cómico.

Participei dez vezes na Tourada dos Estudantes. Fiz parte da sua comissão organizadora em 1997. Já escrevi muito sobre esta tradição. E com ela aprendi o que é o prazer de partilhar as recordações de uma forma saudável. Tal como criei o gosto de ter o nome ligado a algo que criou bons momentos, que fez rir, que solidificou amizades, fez surgir namoros e casamentos, que marcou decididamente a adolescência e mesmo a idade adulta de tantos terceirenses.

Penso que o lado bom das tradições é fomentar o amor às causas. E, na Tourada dos Estudantes, foi quase sempre assim. O resto, o que é forçado e impingido, soa-me a balelas. Ou parte de quem tem muita necessidade de aparecer. Mesmo se, pelo menos no Carnaval, ninguém leva a mal.

Sem se entender muito bem o que afastou os estudantes da quase centenária garraiada, este ano todas as palavras foram de apoio para que a mesma não desapareça. De vez. Considero que essa é uma vontade que tem de vir dos próprios estudantes, hoje divididos por várias escolas e abertos a outras distrações e passatempos. De qualquer modo, esse parece ser um desejo de muitos. O tempo há-de confirmá-lo.

Volta, Tourada dos Estudantes. Mas apenas se for feita justiça à tua História...

Capa Festa na Ilha 2016.jpg