Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

07.Abr.16

Rádio e desporto na alma...

Foto Cronica 59DI ABR16 - Rádio e desporto na alm

O passado domingo foi de uma saudável nostalgia no Rádio Club de Angra (RCA). Na comemoração do 69º aniversário da "Voz da Terceira", a emissão fez-se recordando muitas das figuras da casa, as mesmas que lhe escreveram a história mais ou menos recente, e tantas delas com quem tive até o prazer de trabalhar. Ou de, pelo menos, partilhar espaços. Nesse mundo especial que se une pelas ondas da Rádio. Lembraram-se os fundadores da instituição, elevaram-se sócios dedicados à categoria de honorários e, sobretudo, mostrou-se que há tons de família e de união, numa casa que bem os merece.

Num dia que foi de emoções fortes, confesso que tive a minha parte garantida numa simulação de "Frente Desportiva", outrora firmado programa de sucesso da rádio das nossas vidas. Em estúdio, à minha frente, das 15h00 às 16h00 e responsabilizando-me (n)o diálogo, Norberto Barcelos, António Nanques e Sérgio Aguiar. Uns minutos depois apareceu o Paulo Dias. Por telefone, fomos até ao Porto, onde à conversa se juntou o Fernando Maciel...

Destaque DI 7abr16.jpg

Falou-se de rádio, de futebol, do Lusitânia e do Angrense - mais do Lusitânia, tantos foram os anos de competições nacionais dos verdes de Angra que o RCA seguiu de perto... -, de amizades e episódios caricatos, das modalidades pobres, de reportagens difíceis, de personagens de vulto, de um rol de histórias que a vida daqueles profissionais dedicados - sendo que apenas um deles fez da Rádio a sua principal atividade - criou e partilhou. Houve emotividade saltitante, e até lágrimas retidas...

Das tiradas inesquecíveis de Norberto Barcelos já bastante se escreveu, e que bom foi ver como as recorda sempre com um humor refinado. Não deixei de reparar na colocação impecável daquelas vozes. Cuidada pelos tempos em que a tecnologia resolvia pouco. Em que era preciso, ainda mais, um trabalho de equipa para ter sucesso nas funções. Em suma, encheram-nos o programa de um ar bom. De uma relação afável com as pessoas, de um espírito audaz na aceitação das novidades e, acima de tudo, reforçaram a correção jornalística das suas ações. E, acreditem, estes não são elogios balofos. Há um conjunto de pessoas da nossa terra que, via-RCA, lhe ofereceram momentos de excepção. Domingo passado, estivemos com algumas delas. Obrigado.

 

PS - Após mais um fim de semana de rali, no caso o 35º Sical, em que o RCA novamente mostrou todo o  seu brio e profissionalismo na cobertura radiofónica de um evento motorizado, a memória avivou-me nomes como Duarte Nuno Santos, Jorge Pestana, Gilberto Costa, Aranda e Silva, Mário Rodrigues - que esteve na foto de domingo -, os saudosos Maria Dolores Resendes, Jorge Pinto, Paulo Augusto. E tantos outros, que nos deram o acontecimento, em primeiro plano de coração e voz.

51 Rádio e desporto na alma - DI 7ABR16.jpg

 

 

07.Abr.16

Tiago Azevedo segundo no 35º Rali Sical

Foto TAzevedo MCastro 35Sical ABETT.JPG

Foto: Délia Bettencourt

 

Tiago Azevedo, acompanhado pelo navegador continental Mário Castro, foi segundo classificado no 35º Rali Sical, prova que abriu o campeonato de ralis dos Açores 2016, e que a dupla cumpriu aos comandos de um Skoda Fabia S2000, com as cores da "Play", viatura que se consagrou como um verdadeiro chamariz para o público terceirense.

"Estamos muito satisfeitos com a nossa prestação", afirmou Tiago Azevedo, sublinhado apenas ter conhecido o carro "nos testes antes da prova, pelo que a prestação foi em crescendo, com a confiança a aumentar à medida que me ia habituava ao carro. Seria impossível fazer melhor dada a diferença de competitividade do nosso S2000 para o R5 do vencedor, um carro da última geração, e guiado pelo Ricardo Moura", referiu.

A equipa obteve sete segundos lugares e um quarto tempo nas oito especiais do rali, onde "apenas uma pequena saída na 2ª PE, que nos fez perder algum tempo, pôs em causa o resultado final. Penso que conseguimos mostrar um bom ritmo e dar espectáculo", disse o piloto, ciente de que "honrámos os nossos patrocinadores, com uma referência especial para a Fábrica de Tabaco Micaelense, que viabilizou este projeto, precisamente na prova em que cumpri 20 anos de ralis. E onde contei, novamente, com a grande experiência do Mário Castro", avançou Tiago Azevedo.

Refira-se que o Skoda Fabia S2000 utilizado pertence ao piloto continental Manuel Castro, sendo oriundo do campeonato Ásia-Pacífico, tendo a viatura checa sido assistida na Terceira pelo staff técnico da Veloso Motorsport, contando também com o apoio da estrutura local ACB Racing.

O bom resultado na prova do Terceira Automóvel Clube - a mais antiga do país com a mesma denominação comercial - pode ter sido a primeira de outras presenças de Tiago Azevedo no campeonato açoriano, uma hipótese que o piloto não descarta, explicando que vai "analisar o projeto com os patrocinadores, avaliando o impacto mediático da participação, bem como as possibilidades de voltar a guiar o Skoda Fabia S2000 em 2016", concluiu.

 

logo_portodaspipasPRESS.JPG