Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

12.Nov.15

Orgulho.

Por do Sol ABETT.jpg

Foto: António Bettencourt

 

Um pôr do sol daqueles em que, mesmo quando não queremos, o orgulho de ser ilhéus nos trespassa o olhar e o coração. Sim, somos nós...

12.Nov.15

Estar na Política...

Entrevista Joel Neto DI12nov15 1.jpg

Entrevista Joel Neto DI12nov15 2.jpg

A entrevista de Joel Neto ao "Diário Insular" de hoje é, bem mais do que possa parecer, uma forte pedrada no charco da política regional. Trata-se da assumpção de um apoio a uma força partidária, mas dado de forma desinteressada e sincera por aquele que é hoje o mais reconhecido escritor açoriano a nível nacional. Tal como na Política, também nas Artes o reconhecimento é efémero, e não são raros os casos de artistas e criativos que acabam por se fechar à esfera dos partidos, quase assumindo que se cansaram de criar. No caso em apreço, passa-se exatamente o contrário. O Joel não só declara, de uma maneira franca e cuidada nas palavras, que está ciente desse risco, como corta a direito na hora de também criticar o que tem sido mal feito nas hostes que acolheram a sua maneira clara de ver as coisas. Não o faz apenas nesta breve entrevista, mas antes nas nuances dadas a uma colaboração - que nem é de agora - a um partido político. Não o faz de forma deslumbrada, mas usa o toque de quem sabe das palavras e das emoções, porque a vida também é isso. E quase nunca os políticos se lembram dela nesses termos. É de saudar a postura, é de saudar o acolhimento, é de saudar que um programa eleitoral possa vir a ser algo acima de um aglomerado de promessas e propostas. Por muito que não se aprecie a opção, o sentido está ali...e revela-nos. A todos. Sem remissão.

10.Nov.15

Prato.

Bem, agora cuidem-se o cozido, as tripas e o bacalhau com todos. A salada russa passará a prato nacional...

10.Nov.15

Diferenças.

As opiniões, as motivações e as crenças são livres. Para mim, a Democracia portuguesa vai sofrer hoje uma machadada alarve e interesseira. Mas respeito quem assim não pense...mesmo que o sintam, calados e envergonhados com a arrogância que assalta o poder.

10.Nov.15

Algarve: Moura brilhou, mas Fontes foi campeão.

Foto RMoura 1 ZeBandeira.jpg

Fotos: José Bandeira e D.R.

 

José Pedro Fontes (DS) sagrou-se campeão nacional de ralis no domingo, ao garantir o segundo lugar do Rali Casinos do Algarve, oitava e última prova do calendário de 2015. O certame foi ganho por Ricardo Moura, mas o açoriano falhou o seu quarto ceptro, ao não conseguir recuperar os 8,5 pontos de desvantagem para Fontes...Moura ficou a apenas 1,5 pontos do novo campeão. Na estrada, o piloto do Fiesta R5 alcançou uns notórios 2.16,3 minutos de vantagem sobre o nortenho. Carlos Martins (Skoda) fechou o pódio algarvio.

Mas a vitória de Ricardo Moura/António Costa terá sido uma das mais amargas das suas carreiras. Entrando com um ritmo fortíssimo na etapa inicial (sábado), o campeão açoriano liderou, mas seria Carlos Vieira (Ford), com nova excelente prestação, a fechar o dia no comando. Vieira deitou tudo a perder com uma saída de estrada logo no primeiro troço da manhã de domingo, e Moura viu-se na liderança com uma boa vantagem sobre Pedro Meireles (Skoda) e José Pedro Fontes. 

Faltava apenas ver até onde Fontes, que não começara bem, ia conseguir ganhar tempo e chegar ao almejado 2º posto, pois Moura era campeão com a classificação que se verificava após dois dos quatro troços da tirada final. A verdade é que o piloto da Vodafone não necessitou de se esforçar muito, pois Pedro Meireles furou no penúltimo troço da prova e perdeu 4 minutos. Com esse verdadeiro golpe de teatro, Fontes subia a 2º e garantia o título absoluto na chegada a Loulé. O facto dos pilotos serem assistidos pela mesma equipa - a formação nortenha da "Sports & You" - motivou desconfianças sobre a "oportunidade" da perda de tempo de Meireles, mas o certo é que o homem do Skoda - campeão nacional em 2014 - perdeu muito mais que o "necessário", pelo que estas linhas verterão apenas a leitura desportiva do que se passou...
Carlos Martins assinou uma grande actuação com o Skoda Fabia S2000, batendo-se com os R5 e acabando no lugar mais baixo do pódio. Depois do percalço matinal, Carlos Vieira foi 4º e Pedro Meireles colocou o Skoda no 5º posto. O local Ricardo Teodósio, de quem se esperava muito, teve um início de rali complicado com o Ford Fiesta R5 a ter problemas na bomba de gasolina no sábado, e só no domingo deu um ar da sua graça. Foi 6º da geral ganhou o ultimo troço. Joaquim Alves (Skoda) e Adruzilo Lopes (Subaru) seguiram-no na classificação, com o veterano piloto de Regilde a ganhar o Grupo N. Nas duas rodas motrizes, brilhou Diogo Gago (Peugeot), dominando até furar no domingo, o que deixou João Ruivo (Renault) vencer a categoria. O 3º lugar de Marco Cid (Renault) foi suficiente para o piloto do Clio S1600 se sagrar campeão. 

Foto RMoura 3 DR.jpg

Class Final Rali Casinos Algarve15.jpg

Por onde andou o título no Algarve?

O equilíbrio pontual (virtual) foi uma constante no Rali Casinos do Algarve. José Pedro Fontes (JPF) ia para a estrada com 145,5 pontos contra 136 de Ricardo Moura (RM), uma diferença de 9,5 pontos. O açoriano começou por liderar, com Fontes em 3º, e vantagem pontual a ir para o portuense. No 2º troço, JPF desce a 4º e a vantagem passa para o lado de RM, que a manteve até à 4ºPE, quando Carlos Vieira assumiu a liderança. Com RM a somar 20 pontos do 2º lugar mais 0,5 de um troço ganho, e JPF a somar 14 do 4º lugar, era o homem do DS3 R5 quem levava vantagem pontual no final de sábado. No domingo, o atraso de Carlos Vieira na 5ªPE deixou RM na liderança do rali, com a vantagem a passar para o açoriano, que somava 25 pontos contra os 14 de JPF. Na 6ºPE, Vieira cai mais posições, JPF sobe a 3º, mas a vantagem continua com RM. Aos 8 pontos de vantagem na classificação do rali somavam-se 1,5 pelo triunfo em três troços para o homem do Ford Fiesta R5 da ARC Sport. Isto levava a um empate pontual, e em posição de empate RM levaria vantagem. Na 7ªPE, Pedro Meireles fura e JPF sobe a 2º, e aí acaba-se a margem para RM conseguir inverter a situação. O açoriano esteve em vantagem em quatro troços e JPF noutros quatro. Ou seja, o título andou a saltar de um lado para o outro ao longo de todo o rali...

Foto Caixa Rali Casinos Algarve.jpg

09.Nov.15

Itinerário.

Porto pontes noite.jpg

A passar o rio, deixando uma vez mais a cidade que me limita o coração. Desta feita num misto de saudades e de até já aos sorrisos...

07.Nov.15

História azul-e-branca.

Museu Dragão 1.jpg

Há acasos assim. A sempre adiada visita ao Museu do Dragão foi um agradável partilhar de memórias e vitórias com o historiador Joel Cleto. E o portista agradeceu...

Museu Dragão 2.jpg

Museu Dragão 3.jpg

 

07.Nov.15

Sono.

Durmamos descansados. Saber que João "Só ares" é um putativo Ministro da louca coligação da Esquerda é das melhores novidades da "saison"...

06.Nov.15

Vacances.

António Costa foi de férias. E parece que não arrumou a secretária nem deixou os papéis alinhados. Não se queixem quando o dito fizer o mesmo com o país...

01.Nov.15

Emoção traduzida...

Rally Spirit.jpg

Rally Spirit...ao que se viu, o ambiente vivido este sábado, em São Romão do Coronado (Trofa), traduziu à letra o nome da prova. Parabéns ao Pedro e ao Grande Jorge Ortigão pelo enorme passo. Oxalá em 2016, haja uma equipa com as cores dos Açores...e até já me lembrei de ser um palco especial para o Horácio Franco fazer o gosto ao volante... Excelente evento!

Rally Spirit 2.jpg

Pág. 3/3