Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

09.Set.14

Peripécias no "Lilás"...

Na primeira passagem por Império/Feteira B...

Foto: Ricardo Nascimento/Ralis Online

 

A nossa recente participação no Rali Ilha Lilás tinha um risco premente: a falta de meios. Correr com pneus usados e sem ter conseguido angariar apoios para a prova era, de facto, um risco. Mas quem nunca fez isso?

A estratégia era simples e passava por "queimar" uns "idosos" Michelin na SE e no sábado de manhã, para de tarde atacar Serreta e Catarina Vieira com uns Hankook de melhor saúde. E podia ter dado certo, mas não deu.

Foi logo nas primeiras travagens das Avenidas que as coisas começaram a correr mal, mesmo com a dúvida de o facto de não haver ligação - e de não dar para aquecer os pneus - estar ligado à ineficácia dos vetustos Michelin. O tempo foi mau, mas sem pressões a "ordem" era mesmo para nos divertirmos no sábado.

Afinal, e logo nas primeiras curvas de Império/Feteira B, a frente do Saxo "desapareceu". Era impossível andar depressa com a falta de aderência vigente, e destaco o esforço do Lisuarte para conter a vida própria do eixo dianteiro a cada travagem e viragem...

Tivemos mesmo uma pequena saída e, no troço seguinte - Barro Vermelho/PIAH -, a subida inicial "acabou" de vez com os pneus, e um deles rebentou mesmo em cima da curva do Tanque. Ainda fizemos a recta seguinte em cima da jante, mas houve mesmo que mudar a roda para retomar o andamento já com um enorme atraso. Algumas centenas de metros depois, foi o motor do Saxo a dar o "recado" final...não era mesmo um bom dia de rali. E por ali nos ficamos, tristes porque quando se sabe fazer mais há sempre um sentimento estranho no ar. E ficaram a Serreta e a Catarina Vieira para outras núpcias...!

Palavras de apreço para alguns dos intervenientes de uma festa valorizada, precisamente, pelas passagens nos troços da Serreta e da Catarina Vieira: Parabéns por novos títulos das duplas Ricardo Moura/Sancho Eiró e Henrique Moniz/Jorge Diniz e uma referência especial a todos os participantes do Challenge Saxo by ACB Racing, onde justamente foi vencedor o Pedro Lança. Para ele e para o Paulo Marques, um forte abraço. Parabéns ao Cláudio Bettencourt e ao "Tó" pelo sucesso no Troféu Terceira-Graciosa.

E obrigado ao meu piloto dos últimos tempos, pela enorme vontade de correr e pelo talento que, espero em breve, melhores condições vão provar de forma clara. Mais do que ser um piloto muito rápido, O Lisuarte (Mendonça) tem uma noção de trajetórias muito clara e corajosa. Faltam-lhe apenas quilómetros e apoios para andar ainda mais depressa.

Esta deverá ter sido a nossa última prova de uma época que começou, no Rali Sical, com uma exibição que posso classificar como memorável, e que teve continuidade com uma prestação elevada nas Sanjoaninas. O azar da Graciosa hipotecou as restantes presenças, mas foi mesmo a falta de mais apoios a impedir outros resultados. O balanço não é negativo, mas deixa um claro amargo de boca. Bons ralis!

 

08.Set.14

Mais um acidente.

Após o acidente de ontem...

São de lamentar os acontecimentos de ontem, no Rali Sprint de Guimarães, onde três espectadores que acompanhavam a prova perderam a vida num acidente registado já após a tomada de tempo, mas numa zona de alta velocidade.

Numa altura em que já todos sabemos que é recorrente o tratamento que a comunicação social dá a estes infelizes casos, é tempo apenas de estarmos solidários com as famílias enlutadas, assim como com a equipa que se despistou, e cujo piloto ficou num natural estado de choque.

Quanto ao resto, haverá tempo para pensar e decidir. Mais do que a regulamentação e as escolhas, deve haver sempre bom senso de organizadores, participantes e preparadores no apresentar das suas realizações e máquinas. Mesmo em provas onde as regras teimam em não ser todas confirmadas...

 

05.Set.14

Capacete (2)

...

 

Dia de rali na Terceira. E uma pequena homenagem ao primeiro campeão do mundo, Björn Waldegard (1979), falecido - mas nunca esquecido - há uma semana...

05.Set.14

Quatro anos depois.

A abrir a estrada no

Foto: Rodrigo Bento

 

Em 2010, e numa altura em que nem sonhava fazer ralis como principal atividade desportiva, tive um convite irrecusável do meu amigo Paulo Maciel, e naveguei-o nas funções de carro-zero no Rali Ilha Lilás/Além Mar. Cumprindo o nosso papel na perfeição, pude experimentar as sensações de acompanhar um grande piloto, com o obstáculo de ter dado notas que nem tinha tirado e em alguns troços que conhecia mal. Mas foi um belo dia de rali!

05.Set.14

Dois anos depois.

No último troço do

Foto: António Bettencourt

 

Há dois anos, na última prova que corri com o Marco Veredas, o 34º Rali Ilha Lilás/Além Mar foi, certamente, das participações mais emotivas vividas nos desportos motorizados. A uma manhã imprópria para consumo, seguiram-se duas rondas de troços manhosos e desafiantes, que penso enfrentamos com qualidade. Recordo o 3º lugar à geral na primeira passagem das Veredas e uma pequena saída na última classificativa, deixando-nos a 9 décimas do 4º lugar e da vitória na F3. Foi um grande rali!

05.Set.14

Um ano depois.

No final do 35º Rali Ilha Lilás/Além Mar...

Foto: António Bettencourt

 

Há um ano, a participação no  Rali Ilha Lilás/Além Mar - com o Marco Medeiros - foi bastante diferente do que já me vinha a acostumar: Postura descontraída, completa diversão e um rali feito sem pressões, apesar das condições difíceis que se enfrentaram.

Desta feita, a época estragada pela desistência no Rali Ilha Graciosa, e a falta de mais apoios condicionam a coisa. Mas há muita inspiração para ter em conta neste traçado e com esta instabilidade climática. Vamos a ver. E bom rali para todos!

 

 

01.Set.14

Versão "Safari"...

...um dos mais bonitos de sempre.

Björn Waldegard, Hans Thorszelius e o Porsche 911 "Safari". Impacto e nostalgia de pé (lá) em baixo para a história dos ralis mundiais...

 

 

Pág. 4/4