Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

16.Nov.08

Esperando Mário Miguel...

Está em fase inactiva a carreira de toureiro do meu talentoso amigo...

 

Numa fase em que a sua carreira tauromáquica está inactiva, Mário Miguel continua a ser um dos terceirenses mais talentosos que conheço e com quem, amíude, tenho o prazer de conversar sobre as multifactadas andanças. Numa breve pesquisa pela net, encontrei um interessante levantamento da sua actuação nos redondeís desse mundo. O outro, o dos toiros, aguarda com vontade o seu regresso pela porta grande. Olé, Mário!


 

14.Nov.08

Açores (2008/2012)

Composição do X Governo Regional dos Açores

    
    - Carlos César, 52 anos, presidente do Governo Regional dos Açores.

    - Sérgio Ávila, 39 anos, vice-presidente.

    - André Bradford, 37 anos, secretário regional da Presidência.

    - Maria Lina Mendes, 44 anos, secretária regional da Educação e Formação.

    - José Contente, 50 anos, secretário regional da Ciência, Tecnologia e Equipamentos.

    - Vasco Cordeiro, 35 anos, secretário regional da Economia.

    - Ana Paula Marques, 46 anos, secretária regional do Trabalho e Solidariedade Social.

    - Miguel Fernandes Correia, 36 anos, secretário regional da Saúde.

    - Noé Rodrigues, 52 anos, secretário regional da Agricultura e Florestas.

    - Álamo Meneses, 49 anos, secretário regional do Ambiente e do Mar.

   

    - Rodrigo Oliveira, 32 anos, subsecretário regional dos Assuntos Europeus e da Cooperação Externa.

    - Marcelo Pamplona, 52 anos, subsecretário regional das Pescas.
 

    - Gabriela Canavilhas, directora regional da Cultura.

 

 

(com link para o perfil das novas aquisições...são poucas, como se vê)


 

14.Nov.08

Brinquedos.

Brinquedos para alegrar Natais distantes...

 

Os bolseiros da Sala Multimédia do Centro Cultural, com a colaboração da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, da Culturangra e da Dona Néné (do restaurante "A Africana"), estão a fazer uma recolha de brinquedos, que serão enviados para Cabo Verde, destinando-se a crianças desfavorecidas. Os brinquedos deverão ser entregues no Centro Cultural (sala Multimédia), até ao dia 15 de Dezembro, de segunda a sexta feira das 10h00 ás 20h00 e ao sábado das 11h00 às 20h00. Pede-se assim a colaboração de todas as pessoas que queiram contribuir com brinquedos novos ou usados...

 

14.Nov.08

Relatório "minoritário"...

2ª feira serão explicadas, finalmente, as razões da falta de água em Angra...

 

A Câmara Municipal de Angra do Heroísmo promove, na próxima segunda-feira (14 horas), uma sessão pública para apresentação do relatório sobre as alterações dos caudais das nascentes do concelho, um trabalho elaborado pelo Hidrogeólogo, Prof. Dr. João Lopo Mendonça.

A elaboração do relatório em questão, solicitada pela autarquia ao reputado especialista, no sentido de apurar as causas para as alterações ocorridas, terá lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho, sendo aberta à população em geral.

 

Ou muito me engano ou a própria denominação do estudo (relatório sobre as alterações dos caudais das nascentes do concelho de Angra do Heroísmo) é, desde já, indicativa de que se vai saber das ditas alterações, e suas causas, sem contudo aflorar problemas como a água perdida por uma captação deficiente e tecnicamente ultrapassada, os efeitos reais da obra da Via Vitorino Nemésio no consumo de água, os hipotéticos danos causados pelos rebentamentos das pedreiras junto à Furna do Cabrito e a falta de manutenção de um sistema que, desde 1997, deveria ter entrado em profundas remodelações. Temo que se fique (apenas) a saber, de uma vez por todas, que houve alterações dos caudais das nascentes do concelho...


 

13.Nov.08

Armindo sabotado nas Arábias!

Decididamente o azar teima em acompanhar Armindo Araújo...

 

O ex-campeão nacional de ralis, Armindo Araújo, continua com uma época marcada pela falta de sorte. Desta vez, na Arábia Saudita, onde estava como piloto convidado a disputar a mais importante competição do país, o Sharqia Rally, o português foi vítima de uma sabotagem no seu Mitsubishi Lancer. Durante a noite alguém entrou no parque fechado e colocou areia dentro do motor do carro. Assim, foi impossível a Armindo arrancar para o último dia e procurar vencer uma prova em que dispunha de mais de 1m45s de vantagem sobre o segundo classificado.

Após este incidente pouco havia a dizer. "Não quiseram que eu ganhasse a prova. Durante a noite alguém abriu o motor e colocou lá areia. Isto não é falta de sorte, problemas mecânicos, nada, é apenas sabotagem. Mal me aproximei do carro percebi que tinha sido mexido e quando levantei o capot vi que estava com areia no motor. A organização lamentou, mas não pode fazer nada. O carro vai ser agora levado pela polícia para tirarem impressões digitais e tentarem descobrir quem fez isto", explicou o piloto.

Durante o tempo que esteve em competição Armindo Araújo brilhou e estava satisfeito com o seu desempenho. "Estava a liderar com tranquilidade o meu primeiro rali neste tipo de terreno, com uma equipa nova e que desconhecia. Ontem toda a gente nos dava os parabéns pelo andamento demonstrado, mas hoje sucedeu isto. A equipa era de cá e o dono está naturalmente muito desapontado com esta sabotagem. O meu patrocinador está satisfeito com o que estávamos a fazer e a organização vai-nos dar um prémio pelo que fizemos no rali. Infelizmente as coisas terminaram desta forma", conclui o piloto de Santo Tirso.

Depois das desistências e sucessivos problemas ao longo do Mundial de Produção, do qual ainda vai correr o Rali de Gales, o azar teima em perseguir um dos melhores pilotos portugueses de sempre.

Força, campeão!

 

13.Nov.08

Consumos.

O número de contra-ordenações por consumo de drogas atingiu em 2007 o valor mais alto de sempre. A subir estão também indicadores como o número de tratamentos e hábitos expressos no inquérito nacional ao consumo ".

 

Por esta ilha de bruma as coisas não devem ser diferentes. Desde míudos franzinos a esconder seringas até à condição de "gueto" associada a várias parcelas das socializantes estruturas habitacionais que por aí pululam, passando por exteriores sinais de riqueza em gente de todo ligada ao tráfico, mas que passa impune ao longo de anos e mortes tristes. Não é difícil ver e saber como pára a onda da droga na Terceira, difícil parece ser encontrar gente com autoridade (e de autoridade...) que queira travá-la...


 

13.Nov.08

Imaginação.

Opinião aberta e franca de Mário Crespo...
 

Imaginem
00h30m 

 
Imaginem que todos os gestores públicos das setenta e sete empresas do Estado decidiam voluntariamente baixar os seus vencimentos e prémios em dez por cento. Imaginem que decidiam fazer isso independentemente dos resultados. Se os resultados fossem bons as reduções contribuíam para a produtividade. Se fossem maus ajudavam em muito na recuperação.
Imaginem que os gestores públicos optavam por carros dez por cento mais baratos e que reduziam as suas dotações de combustível em dez por cento.
 
Imaginem que as suas despesas de representação diminuíam dez por cento também. Que retiravam dez por cento ao que debitam regularmente nos cartões de crédito das empresas. Imaginem ainda que os carros pagos pelo Estado para funções do Estado tinham ESTADO escrito na porta. Imaginem que só eram usados em funções do Estado.
 
Imaginem que dispensavam dez por cento dos assessores e consultores e passavam a utilizar a prata da casa para o serviço público. Imaginem que gastavam dez por cento menos em pacotes de rescisão para quem trabalha e não se quer reformar. Imaginem que os gestores públicos do passado, que são os pensionistas milionários do presente, se inspiravam nisto e aceitavam uma redução de dez por cento nas suas pensões. Em todas as suas pensões. Eles acumulam várias. Não era nada de muito dramático. Ainda ficavam, todos, muito acima dos mil contos por mês.
 
Imaginem que o faziam, por ética ou por vergonha. Imaginem que o faziam por consciência. Imaginem o efeito que isto teria no défice das contas públicas. Imaginem os postos de trabalho que se mantinham e os que se criavam. Imaginem os lugares a aumentar nas faculdades, nas escolas, nas creches e nos lares. Imaginem este dinheiro a ser usado em tribunais para reduzir dez por cento o tempo de espera por uma sentença. Ou no posto de saúde para esperarmos menos dez por cento do tempo por uma consulta ou por uma operação às cataratas.
 
Imaginem remédios dez por cento mais baratos. Imaginem dentistas incluídos no serviço nacional de saúde. Imaginem a segurança que os municípios podiam comprar com esses dinheiros. Imaginem uma Polícia dez por cento mais bem paga, dez por cento mais bem equipada e mais motivada. Imaginem as pensões que se podiam actualizar. Imaginem todo esse dinheiro bem gerido. Imaginem IRC, IRS e IVA a descerem dez por cento também e a economia a soltar-se à velocidade de mais dez por cento em fábricas, lojas, ateliers, teatros, cinemas, estúdios, cafés, restaurantes e jardins.
 
Imaginem que o inédito acto de gestão de Fernando Pinto, da TAP, de baixar dez por cento as remunerações do seu Conselho de Administração nesta altura de crise na TAP, no país e no Mundo é seguido pelas outras setenta e sete empresas públicas em Portugal. Imaginem que a histórica decisão de Fernando Pinto de reduzir em dez por cento os prémios de gestão, independentemente dos resultados serem bons ou maus, é seguida pelas outras empresas públicas.
 
Imaginem que é seguida por aquelas que distribuem prémios quando dão prejuízo.
 
Imaginem que país podíamos ser se o fizéssemos.
 
Imaginem que país seremos se não o fizermos.


 

12.Nov.08

Pela melhor oferta...

A ânsia de vendas chegou também ao Hospital da Boa Nova...

 

O Ministério da Defesa colocou à venda o Hospital da Boa-Nova, na ilha Terceira, o primeiro Hospital militar, construído fora do território continental europeu e que tem sido reclamado pelas autoridades açorianas para instalar a colecção militar do Museu de Angra do Heroísmo ".
 

Sem sequer comentar a discutível iniciativa ministerial relativamente ao Hospital da Boa Nova, a inércia de anos das autoridades regionais e locais sobre o mesmo, nem tão pouco frisar o estado de abandono em que se encontra o velho edifício, ficam apenas ligações a outros dados sobre o mesmo. Aqui e aqui, esperando que, se alguém ou alguma entidade vier (um dia...) a adquirir o imóvel faça melhor uso dele do que actualmente se verifica...

 

12.Nov.08

To cook...

Receitas, receitas, muitas receitas...

Há inúmeros sites e blogues sobre culinária, uma arte que - confesso - deve ser das que mais admiro e pela qual anseio um espaço próprio onde levar avante as minhas inúmeras experiências gastronómicas. Para simplificar, aqui fica um local acessível e prático...

12.Nov.08

Cidadania(s).

:: Cidadão Angrense ::

Este espaço destina-se a dar publicidade a textos que possam ter interesse para o cidadão em geral, nas mais variadas áreas. Pretende-se igualmente um espaço aberto a críticas, sugestões, denúncias, anúncios, curiosidades, informações de interesse público, etc. Será publicados de imeditaro todos os textos enviados, sendo o seu teor da inteira responsabilidade dos seus autores.

 

Enviem os textos para:  

 

cidadaoangrense.editor@blogger.com

 


E pode dizer-se que tem estado bastante activo. Ou que têm estado bastante activos. Continuem!

 

12.Nov.08

Sete décadas...

A Teresa, aqui ainda na mais tenra infância...

 

Presumo que não haja muitos bloggers a dedicarem posts às suas sogras. Essa é a ideia que tenho, pelo que - também neste particular - posso assumir-me pela originalidade. A Teresa, minha "sogrinha" já vai para nove anos e uns meses em tempo oficial, mais o restante de amizade e partilhas, faz hoje a bonita idade de 70 anos. Quem a conhece dificilmente o dirá, tal é a jovialidade e o espírito aberto com que enfrenta as coisas, gozando ainda de uma inocência um tanto tardia, que junta a um feitio difícil, enfim tudo coisas que a tornam numa pessoa especial. Antagónica na maneira de ser em relação a este genro ilhéu que conhece desde o berço - é verdade, ainda temos mais essa graça peculiar para contar aos demais... - quase sempre nos entendemos, sendo que a admiro deveras pela forma descontraída como vai vendo passar os anos, abraçando a cada passo novas maneiras de desfrutar desta passagem breve que temos pelas andanças do mundo. Curiosa por natureza e preocupada com os seus por afeição, é uma apaixonada pelo seu Porto e pelo que às belezas da terra diz respeito, tendo em "Sissi, a Imperatriz" uma imagem de sonho que só prova o quanto a sua imaginação e alentos a ajudaram a ultrapassar perdas e desgostos, alguns dos quais acompanhei de perto. Sem leivos de elogio escrito, não podia deixar passar a data, mais uma em que estamos distantes, para enviar - desta forma virtual e por meandros que ela adoptou com enorme afinco... - um beijo de parabéns. Por ela e pelos rebentos que, mês a mês, nos fazem corar de saudades mas respirar de alívio pela cumplicidade vigente. Voilá, sogrinha!


 

11.Nov.08

Texto no pódio.

No Domingo fui à Praia da Vitória para a apresentação dos resultados do concurso literário integrado no "Outono Vivo 2008", cerimónia para qual já estava "convocado". O texto que enviei foi distinguido com o terceiro lugar, de entre 30 trabalhos a concurso, tendo o certame sido ganho por um texto de Marta Mendes Amaral que foi, na altura, lido ao vivo pelo actor Gonçalo Oliveira.

Os textos deverão ser brevemente publicados num suplemento cultural local, sendo que, e adianto, o trabalho vencedor, intitulado "Em Barca Disso", é uma prosa fantástica, plena de imagens e retratando bem o ser ilhéu e os anseios de quem vive do lado de cá da ondas. Parabéns.


 

11.Nov.08

1ª Meia Maratona da Azorina/Caminhada.

José Couto venceu e convenceu no Porto Martins!

 

O veternao José Couto...com o Pico do Capitão em fundo...

 

Foi depois de uma forte chuvada matinal, mas já sob um enternecedor sol de Outono, que a ainda jovem freguesia do Porto Martins, acolheu, no passado Domingo, duas manifestações desportivas em estreia: a 1ª Meia Maratona da Azorina e a Caminhada Verde/Azul, eventos que animaram a localidade, sendo que 14 atletas preferiram as dificuldades da corrida de estrada, e que compreendia três voltas a um traçado litoral de 7 kms, enquanto 23 concorrentes alinharam para a caminhada que abeirava os nove quilómetros.
 
João Magalhães terminando a sua prova.
 
Mantendo um ritmo constante e liderando desde o início, o veterano José Couto, do Núcleo Sportinguista da Ilha Terceira, foi um natural vencedor da prova, estabelecendo, com o tempo de 1 hora e 26 minutos, o primeiro recorde do percurso e uma marca de realce para um atleta que vai completar 50 anos já em Abril próximo. João Magalhães, seu colega de equipa, foi o segundo, na frente do brasileiro Francisco Fialho (Quinta do Martelo) que, mesmo com um pequeno percalço por engano de percurso, seria um justo terceiro da tabela.
 
O brasileiro Francisco Fialho esteve em bom plano...
 
Adriano Toste foi quem se seguiu na classificação, adiante de Francisco Leal, seu companheiro de equipa na Casa do Povo da Agualva, formação que viu abandonarem Pedro Bartolomeu, João Valadão e Rui Costa, com a nota para o triatleta que ainda tentou dar réplica a Couto nos quilómetros iniciais. Refira-se que, por equipas, o domínio foi total para o Núcleo Sportinguista, a “fechar” com Ricardo Batista, o sexto à chegada, uns minutos antes do veterano Paulo Mendonça.
 
A única concorrente feminina, e natural vencedora, foi a individual Ângela Arruda, que principiou com intentos de apenas cumprir parte da prova, mas que haveria de dar por vencido o desafio na totalidade, sendo ainda de frisar a prova do veterano Aurélio Pamplona que, aos 69 anos, logrou fazer bem menos que as duas horas e meia que propunha como meta, salientando-se o ar “fresco” com que chegou à igreja do antigo curato.
 
Bonita imagem com o veterano Aurélio Pamplona em acção...
 
Paralelamente disputou-se a Caminhada Verde/Azul, um certame que juntou 22 participantes de diferentes idades – que iam dos 12 anos da pequena Bárbara Faria até aos 70 do bem disposto Óscar Mendes -, num passeio dado através dos matos que encimam a freguesia do Porto Martins e que, para os mais lestos, foi cumprido em cerca de 1 hora e meia. Ambas as iniciativas, a cargo da “porto das pipas PRESS”, contaram com o apoio de diversas entidades, sendo acolhidas pela Casa do Povo e pela Junta de Freguesia do Porto Martins, entidade que teve na sua presidente, Rita Branco, a madrinha da prova principal, para a qual disparou o tiro de partida.
 
A cabeça do pelotão da caminhada à saída do Largo da Igreja.
 
Num balanço final, Rui Borba, o mentor do certame, agradeceu ainda “o trabalho essencial da Associação de Atletismo, a assistência da PSP da Praia da Vitória e dos Bombeiros Voluntários, bem como o apoio precioso do Inatel, dos Escuteiros do Porto Martins, da Copitu II-Publicidade, Frimário e Frutas Vicente, que apoiaram duas manifestações cujo objectivo foi proporcionar uma agradável manhã no Porto Martins”, disse.  
 
Classificação Final 1ª Meia Maratona da Azorina
 
 1º    José Couto (NSITerceira)              1h26m00       1º Veterano C
 2º    João Magalhães (NSITerceira)       1h29m36       1º Sénior
 3º    Francisco Fialho (Quinta Martelo)   1h29m43       2º Sénior
 4º    Adriano Toste (CPAgualva)           1h35m07       1º Veterano A
 5º    Francisco Leal (CPAgualva)           1h41m35       2º Veterano C
 6º    Ricardo Batista (NSITerceira)        1h46m00       3º Sénior
 7º    Paulo Mendonça (Ind.)                 1h52m51       3º Veterano C
 8º    Paul Furk (Ind.)                          2h06m41       1º Veterano B
 9º    António Pereira (RG 1)                  2h09m04       4º Veterano C
10º   Ângela Arruda (Ind.)                    2h10m12       1º Feminino

11º   Aurélio Pamplona (Ind.)                2h22m31       1º Veterano F


 

Azorina como símbolo dos Açores
 
A Azorina vidalli...
 
" As suas campânulas ondulam ao vento. As cores rosáceas, brancas ou em tons violeta fazem-se ver. Encontrá-la é descobrir uma planta rara na ilha Terceira. Só no Porto Martins, nas Quatro Ribeiras e, recentemente, no Monte Brasil, é possível observar a Azorina vidalli, a espécie do único género endémico dos Açores ".
 
(do diploma de participação entregue aos atletas e caminhantes)
 
 
"porto das pipas PRESS"