Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

24.Mar.07

Turismo.

É conhecido como a "varanda" da Terceira pela bela paisagem que permite observar. O Miradouro da Serra do Cume é, por excelência, um dos pontos mais ricos para a apreciar a ilha lilás. De lá o Vale da Achada é, muito justamente, apelidado de "manta de retalhos" pela sua beleza e contornos. Sofrendo dos males do desentendimento, o acesso próximo ao Miradouro tem sido tratado como "terra-de-ninguém", e o dito está, sem mais comentários, assim:

A "varanda" da Terceira...-01

A "varanda" da Terceira...-02

24.Mar.07

De fugida?...

Pois é, já nem o empreiteiro "aparece"...

É uma obra que já fez correr mais tinta do que as suas paredes algum dia (se houver, de facto esse dia...) irão gastar. De inaugurações prometidas a primeiras pedras estratégicas, passando por registos que não existem até à hipotética venda do terreno, tudo tem acontecido em redor do Hotel do Cantagalo. Do desaparecimento aparente do empresário Fernando Barata já nós sabiamos, mas agora parece até o empreiteiro fugiu dali...!

22.Mar.07

Uma manhã de testes...e a "voltinha"!

O primeiro olhar sobre o propulsor francês de 1600 cc...

Segunda-feira, 19 de Março de 2007. Algum frio mas um sol agradável no norte do país. Oito e meia da manhã e já a acção a fazer-se notar nas instalações da “Opção 04”, bem ao lado do Kartódromo de Baltar, distrito de Penafiel. Logo à entrada o novo Fiat Punto S2000 de José Pedro Fontes a ultimar a montagem para rumar ao Algarve e ao regresso do nosso país ao WRC. Mais à frente os Subaru Impreza de Fernando Casanova e “Licas” Pimentel, um Punto só na carroçaria de onde sairá o “show-car” de Fontes, e o Renault Clio S1600 com que o portuense correu o ano passado. Do lado de fora dois Skoda Fabia Tdi RS, e mais dois Impreza da equipa de Vítor Pascoal. Ao fundo um poster com o Corolla WRC campeão de Pedro Matos Chaves/Sérgio Paiva e duas coroas de louros ganhas ainda no século vinte pela carismática dupla. O cenário era agradável mas a deslocação tinha um rumo mais para os lados do Marão. Em Mondim de Basto o Renault Clio S1600 (ex- Matos Chaves e Vítor Sá) já aguardava o primeiro contacto de Gustavo Louro, num teste para preparar as três provas que o piloto de Angra vai fazer com a máquina francesa alugada à equipa de Abel Fernandes e Paulo Ferreira. A cerca de 60 quilómetros de Baltar, e depois de passada a localidade de Campeã, um dos troços do antigo Rali de Mondim apresentava as condições ideais para os testes agendados, se bem que apenas uma pequena parte, com pouco mais de um quilómetro, serviu de palco ao regresso de Gustavo a um carro de losango na grelha.

As primeiras passagens revelaram uma habituação rápida ao Clio S1600...

Já bem distantes vão os tempos do fogoso R5 GT Turbo ou do diabólico Clio 16 V, que originou verdadeiras “romarias” ao Barro vermelho e ao Ginjal a meio da década de 90. Os tempos são outros, e a actual realidade levou Gustavo a optar por um projecto pontual, embora com ambições declaradas para o asfalto terceirense: bater os carros de Produção. O aspecto do Clio, branco e limpinho, impunha respeito, e o felizardo autor destas linhas não deixava de notar uma certa apreensão no piloto de Angra, nomeadamente pelo facto do carro possuir uma caixa de velocidades sequencial, comandada pelo habitual “joystick” no lado direito do volante. O traçado (a subir e a descer) incluía algumas curvas rápidas, algo sujas, mas de bom piso. Sem grandes dificuldades, diria o jornalista, quando foi fechar a estrada de algum condutor desprevenido e que se surpreendesse com o “roncar” inflamado do Clio. De facto é bem diferente ver passar umas dezenas de carros em prova de fixar a atenção numa única viatura à qual o piloto vai descobrindo os segredos e qualidades. Com o “manager” técnico da “Opção”, Abel Fernandes, na bacquet do lado direito, Gustavo começou cedo a andar depressa com o Clio, e também depressa perdeu o “tique” da embraiagem, que naquele carro só serve para desligá-lo. O total de quilómetros percorridos pouco terá passado das três dezenas, mas já deu para Gustavo Louro ficar com uma ideia bastante clara do carro: “tem um comportamento muito são e bastante mais fácil de conduzir do que estava à espera. Já tinha andado meia dúzia de quilómetros em terra com um Clio S1600, em 2004, mas nada que se compare a este contacto inicial em asfalto. O carro tem um motor excelente e impressionou-me pela sua estabilidade e também pela naturalidade com que se pode guiar. A caixa é extremamente precisa e, pelo que pude ver, com mais alguns quilómetros, poderei tirar partido da sua vocação clara para o asfalto”. Segundo foi então explicado, o carro foi todo revisto, possui uma nova carroçaria, e o propulsor proveniente dos franceses da “Sodemo”, também foi montado já este ano. Confirmada que estava a ser a rápida adaptação a uma montada totalmente nova, e recordando que praticamente só guiou carros de tracção total desde 1996, o piloto de Angra lá ia dizendo que “de facto a experiência é primordial para dominar um carro desta categoria, pelo que já agendámos um segundo teste antes do Rali Sical, com condições bastante semelhantes aos troços terceirenses. Rodei com afinações-base, mas que já deixaram ver a necessidade de alguns acertos para os ralis de lá. Naturalmente vou demorar um pouco a explorar as potencialidades do Clio, mas adianto que o prazer de conduzir um carro destes é elevado”, declarava o piloto açoriano, visivelmente satisfeito com a forma como decorreu o teste inaugural.

A “voltinha”…

Satisfeito ficou também o repórter e companheiro de viagem quando, a páginas tantas, passou a ser Abel Fernandes o “steward” da entrada da zona de testes. E, já na primeira pessoa, sentei-me ao lado do hexa-campeão açoriano para uma experiência intensa, pelo menos…

As palavras saiam claras mas o coração bateu forte dentro do Renault...

A posição rebaixada e recuada das cadeiras de competição do Clio S1600 fazem ter uma visão diferente da estrada, mas de capacete “Stilo” na cabeça, e com um piloto e amigo da maior confiança aos comandos, a opção é mesmo aproveitar. É impressionante o “galopar” das rotações do motor de 1,6 litros aspirado. Lá dentro impera a suavidade e tudo funciona de forma simples. Confesso que nunca pensei fazer duas direitas suaves, a descer e sem protecção para o lado exterior, de pé a fundo e em quinta a “pedir” sexta, mas a sensação é agradável de todo. O som do propulsor francês nem se ouve muito, tudo devido aos capacetes envolventes e com um sistema de comunicação impecável. Enquanto eu me mentalizava que aquilo era mesmo sempre com o pé lá em “baixo”, o Gustavo guiava à vontade e perguntava calmamente: “Então, e que tal?...”. Decididamente quando se sente segurança a velocidade é um aliado portentoso. E as emoções bem diversas das sentidas nos tempos de criança…com umas “voltinhas” de carro ligeiras e meio escondidas.
De salientar no comportamento geral do Clio S1600 o desempenho irrepreensível do autoblocante, que transforma as duras bermas em ligeiros desníveis, e sem o carro sequer adornar. O mesmo acontece nas curvas de apoio, das quais se sai com um “gás” tremendo, e ao qual os potentes travões dão o rumo certo na abordagem, que parece facílima, à curva que se seguir. Foram duas passagens e, de facto, alguns minutos de imensa qualidade. Depois lá prosseguiu o teste (nasceu o texto…) e ficou a alma cheia. Obrigado, Gustavo.
já de regresso a Baltar, Gustavo junto à maquina para três ralis em 2007...


A Máquina… (RENAULT CLIO S1600)

Estreado em competição em 2002, a penúltima versão do Renault Clio tornou-se uma referência na categoria Super 1600, sendo utilizado pela equipa oficial e por várias equipas privadas em toda a Europa, o que lhe valeu muitas vitórias e títulos.
Tendo por base o Clio 1.6 16 V, a viatura sofreu uma transformação completa, sendo a carroçaria reforçada por mais de 40 metros de tubo. A potência do motor, que atinge os 230 cavalos, e a caixa de 6 velocidades, com comando sequencial, tornam o carro extremamente competitivo, especialmente nos pisos de asfalto.
FICHA TÉCNICA:
Chassis:
Monobloco em aço reforçado
Motor:
Tipo 4KM Evolução 2005 4 Cilindros,16 válvulas,1598 cm3
Diâmetro x curso (mm): 81 x 77,6
Potência máxima: 230 cv às 8.750 rpm
Binário máximo: 200 Nm às 7.750 rpm

Transmissão:
Caixa: 6 Velocidades de crabots, sequencial
Diferencial: Autoblocante
Suspensão:
Dianteira: Tipo McPherson em combinação de molas e amortecedores específicos
Traseira: Rodas independentes em combinação com molas e amortecedores específicos
Travões:
Discos Ventilados ø 340mm à frente,
Maciços ø 263mm atrás
Travão de mão: Hidráulico
Jantes: Monobloco de alumínio 17”
Pneus: Michelin 19x62x17 (N0 e N20)
Dimensões, peso e capacidade:
Distância entre eixos: 2495 mm
Largura de vias: 1783 mm – 1780 mm
Depósito de combustível: 60 litros
Peso: 1000 Kgs


21.Mar.07

Dia Mundial...

Segundo me consta, e antes que me apareça mais alguma coisa, este primeiro dia da Primavera é o Dia Mundial da Árvore (ou da Floresta), da Poesia...e do Sono. Ora bem, sobre árvores (ou florestas) sei pouco. Já plantei uma ou duas e tento não danificá-las em agradecimento pela sombra e ar fresco. Quanto à Poesia, sei que é difícil criá-la com sono...o que não impede alguns poemas (e poetas) de provocarem, por vezes, um adormecimento imediato...
21.Mar.07

A ver vamos...pode ser que sim...

O jornalista Pedro Bicudo vai ser o novo responsável pela RTP e pela RDP nos Açores. Osvaldo Cabral e Carlos Tavares serão substituídos nas suas funções pelo até agora correspondente do canal público de televisão nos Estados Unidos da América. Pedro Bicudo foi escolhido para substituir os dois responsáveis pelo serviço público de televisão e de rádio nos Açores. Bicudo é natural dos Açores e a substituição dos dois actuais responsáveis deverá ser anunciada  nos próximos dias.
20.Mar.07

Viagem.

Será segredo que a ligação Lisboa/Terceira (pela TAP...claro está) da 3ª feira se faz com uma paragem pelo Pico? É que eu até sabia, mas vários passageiros estavam na mais pura ignorância do facto...e até comentavam: -Então a Terceira tem outra ilha mesmo ao pé?...

Um deles desembarcou...para , dali a pouco, de novo entrar no avião.

16.Mar.07

4 anos da "tal" cimeira...

Já nem me lembrava mas, de facto, ainda ontem ouvi uma referência a isso na Rádio. Faz hoje quatro anos que estes senhores...

Durão, Blair, Bush e Aznar...nas Lajes.

...fizeram da Terceira o centro do mundo ocidental. A Cimeira das Lajes decidiu a invasão ao Iraque, em busca de armas de destruição maciça que nunca foram encontradas. Saddam foi deposto, entretanto condenado e enforcado, e a situação permanece em constante alvoroço e tragédia. Caso para perguntar "porque sorriam eles"?...

16.Mar.07

Alvarino deixa política activa...

o líder carismático do CDS/PP nos Açores deixa este fim-de-semana a vida política activa...
Com o encerramento, amanhã à tarde, do 7º Congresso Regional do CDS-PP/Açores, encerra-se também a liderança do carismático Alvarino Pinheiro, rosto que na última década se confundiu  literalmente com a face dos democratas-cristãos na Região. Sem dúvida um dos vultos mais salientes da política açoriana no pós-25 de Abril, Alvarino Pinheiro foi, talvez, o primeiro político com quem convivi a sério. Inicialmente por via de uma fugaz passagem pelo movimento jovem do seu partido, que se encerrou no dia em que Paulo Portas tomou as rédeas do então P.P. para transformá-lo de novo em C.D.S., e depois já como jornalista com a oportunidade de uma visão diferente das coisas e com algum conhecimento de causa na matéria. Sem ter qualquer veleidade de comentar a vida política desta ou daquela individualidade, apraz-me referir a índole combativa de Alvarino Pinheiro, os dotes de grande conversador (que transpunha para a intervenção política...mesmo na mais bafienta decisão emanada da Rua de São João...), e a sua famigerada perspicácia a que sempre associou um humor refinado. Fica aqui um breve resumo da sua carreira política (já publicado na imprensa local) e um cumprimento pelo que deve considerar, dissabores à parte, uma missão cumprida.
"Alvarino Pinheiro chegou à actividade política em 1975, assumindo funções na Junta Governativa. Um ano depois, foi eleito deputado pelo PSD/Açores, partido em que se manteve até 1982, altura em que divergências com a direcção liderada por Mota Amaral o levaram a passar a independente. Ainda como independente, concorre, em 1983, pelo C.D.S., tendo sido eleito pela ilha Terceira, terra onde nasceu.
Em 1992, o partido vive o seu pior momento em votos e Alvarino Pinheiro decidiu filiar-se como “forma de agradecer o acolhimento que lhe fora feito”. Na sequência da sua filiação, é eleito, no ano seguinte (1993), responsável pelo partido na ilha Terceira, cargo em que se mantém até 1996, altura em que passa a liderar a Comissão Directiva Regional.
Em 1998 assume, em Congresso, a presidência do partido nas ilhas e da comissão directiva, cargos que manteve até hoje, embora tenha abandonado a actividade parlamentar em Julho de 2005, e ao fim de 29 anos, por razões de saúde.
Os quase 30 anos dedicados à actividade na Horta fazem dele o deputado com mais anos no parlamento regional".
16.Mar.07

Nova "roupagem" para as Festas da Praia...

"Praia 2007" com muitas novidades e expectativa...

Foi ontem anunciado o novo modelo das "Festas da Praia", que será implementado já este ano quando, em Agosto, aquele evento voltar a animar a cidade de Nemésio. Uma realidade diferente pretende a organização das Festas, e essa vontade levou mesmo a que o Presidente da Câmara, Roberto Monteiro, não tivesse pejo em classificá-las como "as melhores festas dos Açores". Assim seja que esta terra quer é qualidade. Eu, por mim, reservo já duas "pulseiras"...

16.Mar.07

2º E.B.I.T. é já amanhã...

O cartaz do 2º Encontro de Bloguistas da Ilha Terceira.

É já na tarde de amanhã que se vão, novamente, juntar os membros (e criadores...) da blogosfera da ilha lilás. Com a presença de alguns convidados de outras paragens e as alocuções esperadas de outros "especialistas", a lista de participantes ainda poderá crescer e o evento até já tem "logo" como direito a mascote e tudo!:

O "logo" oficial do EBIT...

Então, toca a "blogar"...e até amanhã!

15.Mar.07

"Carlitos"...

imagens, sons... a mais tenra infância...

Por uma música fiquei criança de novo...e nem lhe achava especial graça na altura.

Fez-me lembrar as manhãs de Sábado - sem aulas... - em que os pais e os avós iam às compras (ao mercado ou lá "baixo" à cidade...), pouco havia para ver na televisão, e então o passatempo predilecto era o programa infantil do Rádio Clube d'Angra. Ora fechem lá os olhos, ouçam o "Carlitos", e vejam se não tenho razão...

15.Mar.07

Romaria daqui a pouco.

Aspecto de uma Romaria na ilha de São Miguel...

Faltam pouco mais de três horas para se reacender a chama de uma Romaria com vários dias na Terceira. Entre os cerca de vinte romeiros lilás vai estar o meu pai (na foto de baixo, ao centro).

o meu pai (ao centro), numa paragem da Romaria que fez em São Miguel...

Presumo que mais pela caminhada que pela crença, mas lá vai. E espero que bem, alinhando pela segunda vez numa experiência do género, e fazendo-se valer da sua boa forma aos 57 anos. Boa Romaria e que as almas ganhem com ela...

15.Mar.07

My cousin Jessica...

Ontem recebi um comentário ao meu post sobre a nova telenovela da TVI. Fazia parte (esse comentário) de uma combinação que tinha feito com alguém...do género "se escreveres qualquer coisa sobre o blog falo em ti"...

Na verdade era apenas uma "diversão" para obter mais uma opinião sincera. E sei que o seria. É que viria da minha prima Jessica...e sinceridade não lhe falta! E ainda queria que pusesse aqui uma foto dela...

Fiz-me "caro", e agora ela cá está. Muito morena e com o seu loiro brilhante, algures no Verão de há dois anos e numa imagem enviada por um amigo meu que está na Califórnia...

a minha prima Jessica, com um bronzeado de (me) fazer inveja...

Pois é Jessica, nem imaginas, mas já estás on-line...Beijinhos!

14.Mar.07

Formula 1'2007 vê-se no T.A.C....!

O espírito de família de regresso ao clube?...Assim seja.

No fim-de-semana inicia-se, com o Grande Prémio da Austrália, o Mundial de Formula 1'2007. Para além das várias alterações regulamentares, da passagem do bi-campeão Fernando Alonso da Renault para a McLaren, do abandono de Michael Schumacher ou da ausência de Tiago Monteiro, há ainda uma grande mudança para os adeptos portugueses da modalidade: Pela primeira vez as corridas não serão transmitidas em canal aberto na televisão, cabendo essa tarefa agora à "Sport TV".
Uma vez mais contribuindo para a divulgação de tudo o que se relacione com o desporto automóvel, entendeu o Terceira Automóvel Clube que a sua sede social seria o lugar ideal para reunir os amantes do "Grande Circo". Assim sendo a "casa" dos automóveis da Terceira, sita à Avenida Jácome de Bruges, em Angra do Heroísmo, estará aberta aos fãs da Formula 1 para que sigam a temporada com atenção e em boa companhia. Curiosamente, e como vem sendo hábito, a época vai iniciar-se com uma "nocturna", dada a diferença horária com Melbourne, o palco do GP da Austrália. Estão então todos convidados e aqui ficam os horários da cobertura que a "Sport TV" fará do evento:

GP Austrália (hora dos Açores)

Treinos Livres
5ª Feira - 15 Março - 22h00 - Em Directo e Exclusivo - Sport TV2
5ª Feira à noite - 15 Março -
23h00 - Em Directo e Exclusivo - Sport TV2
02h00 - Em Directo e Exclusivo - Sport TV2

Treinos de Qualificação
6ª Feira à noite - 16 Março - 02h00 - Em Directo e Exclusivo - Sport TV1
Sábado - 17 Março - 16h00 - Exclusivo - Sport TV2

Corrida
Sábado à noite - 17 Março - 02h00 - Em Directo e Exclusivo - Sport TV1


Compacto da Corrida
Domingo - 18 Março - 12h00 - Exclusivo - Sport TV1
Domingo - 18 Março - 20h20 - Exclusivo - Sport TV1