Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel sousa azevedo - terceira - açores

23.Jun.11

Campinos na cidade...

O campinos vêm hoje a Angra...

Desfilando em último lugar das três dezenas de marchas previstas para a noite de São João em Angra, a Marcha dos Veteranos sai novamente foliona e alegre à rua, desta feita homenageando o campino, numa ligação plena também à nossa terra.

O campino é um homem do campo no Ribatejo. Conhecido pela particular e vistosa indumentária, tem como função principal, o maneio do gado. A pé, ou montando a cavalo, a ele cabe tratar das reses bravas. Noutras palavras é o campino quem encaminha o toiro.

Trazer a figura do campino para o desfile de marchas foi o mote deste grupo de amigos das nossas festas. E a razão explode à vista, não só pela mancha de cor exacta do campino em acção, mas também pela nossa ligação etérea à função daquele homem: tratar do toiro, cuidar dele, dar-lhe a melhor vida possível. E essas são acções que os terceirenses levam de berço para o mundo do redondel.

Daí a ponte do Ribatejo à nossa ilha. Daí a afeição para querer transformar numa imaginária lezíria verdejante a nossa Rua da Sé por umas horas…

Num ano em que a cidade cumprimenta a Festa Brava de forma especial, foi novamente juntando as palavras temperadas do Álamo Oliveira com o trote musical do Carlos Alberto Moniz, que se fundiram amizades para mais uma noite de festa. Com a bravura como bandeira, com o carinho como enfoque, com o marchar da alegria bem posta a ser a nossa homenagem sentida ao santo padroeiro destas festas de Angra.

Os nossos campinos vão todos prezados, bem acompanhados, e desejam uma madrugada de magia e acordes animados. Olé! 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.