Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

PORTO DAS PIPAS

miguel de sousa azevedo - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel de sousa azevedo - açores

14.Mai.09

As "soltas" do "SATA"!

Um dos Skoda Fabia S2000 no espectacular salto da SE "Marques"...

 

A super-especial “Marques” foi novamente palco de grande espectáculo, ao qual o público respondeu sempre em bom número, afinal os pilotos em liça eram garantia de passagens, e especialmente saltos, com grande qualidade. O desenho estreado em 2008 foi agora corrigido em várias frentes, ficando a pista mais larga e rápida, com mais espaço após a agora mais eficaz lomba e repetindo-se uma compactação muito bem feita do piso, que nem as fortes chuvadas de sábado “deitaram” abaixo.
 
A azarada equipa do Fiat Punto HGT-grupo A.
 
Sandro Andrade e César Meneses não guardarão boas recordações deste “SATA”, uma vez que foram impedidos de continuar em prova – à entrada para a última ronda de troços de sexta-feira – por um crasso erro organizativo. Após mudar o alternador do Fiat Punto, a equipa – que liderava a Formula 2 – sabia estar a penalizar 14 minutos à saída do PA das Portas do Mar onde, pura e simplesmente, não estava qualquer controlador! Ainda rodaram até ao troço seguinte, sendo que a proposta que a organização lhes fez de assumir uma desistência, que não existiu, para alinhar no super-rali de sábado não foi, e muito bem, aceite pelos azarados ocupantes do carro italiano. E ao que consta não foi este o único caso semelhante, com a dupla João Faria/Fernando Raposo a viver semelhante episódio…
 
25º lugar - "Toni" Ortins/Manuel Lemos (Toyota Yaris)
 
A aventura de terminar o “SATA” com um pequeno carro da classe 5 foi conseguida pela equipa de “Toni” Ortins e Manuel Lemos que, com mais ou menos dificuldades, fez chegar às Portas da Cidade o pequeno Toyota Yaris sem mácula e sendo que foi apenas preciso “reapertar e meter gasolina” para conseguir o feito. A equipa ficou instalada num opulento e luxuoso barco de recreio, propriedade do conhecido “Estrela da Manhã”, pelo que quem os via desembarcar e rumar marina fora até poderia pensar que se dirigiam para um dos S2000 presentes!
 
Duarte Maciel/Tiago Silva (Citroen Saxo Cup)
 
No domingo as coisas não acalmaram em termos de desporto automóvel na ilha de São Miguel. Aproveitando a estrutura montada para a super-especial “Marques”, realizou-se mais uma jornada do CATT/Inatel, juntando os automóveis às motos, jipes, quads e Kartcross, numa das regulares organizações do conhecido Carlos Martins. A prova foi dominada pela dupla Duarte Maciel/Tiago Silva que, com um bem preparado Citroen Saxo Cup, logrou fazer dois excelentes tempos no circuito - 1.59,6 e 1.57,2 – “cronos” que bem se podem comparar ao do melhor F3 durante o “SATA” – Carlos Costa, com 2.01,4 – para se aferir a rapidez da equipa. Finda a prova, e numa simpática cedência do Carlos Martins, também o autor destas linhas se pôde deliciar a cumprir a pista ao lado do rápido Maciel, destacando-se a excelência do percurso e a condução eficaz do talentoso piloto…mais um dos que fazem falta aos ralis açorianos.
 
A prova realizada na “Marques” teve uma animada e bem composta assistência e, entre os concorrentes, fez juntar – quase 24 anos depois – uma dupla de veteranos novamente dentro do mesmo carro. Luís Carreiro (lembram-se do homem do Seat Marbella?...) e Fernando Jorge partilharam um Suzuki Vitara na categoria de jipes e, numa observação positiva, estiveram bem longe do aparatoso capotanço com um pequeno Peugeot 104 na Serra do Cume (Rali Ilha Lilás 1985)…!
 
Um dos expositores com as bonitas miniaturas...
 
Na sala contígua ao gabinete de imprensa do rali apresentava-se uma mostra de miniaturas de se tirar o chapéu. Em vários expositores podiam apreciar-se quase todas as grandes máquinas dos Mundiais desta e de outras eras, com especial enfoque a um conjunto dedicado exclusivamente aos vencedores da prova micaelense ou ainda a outro onde os diversos carros utilizados por Horácio Franco homenageavam em pleno a carreira do semi-retirado piloto.
 
Olavo Esteves vs. Fernando Meneses na SE "Marques"-2ª passagem...
 
Quis o acaso que Olavo Esteves e Fernando Meneses corressem lado a lado a segunda passagem pela super-especial do rali, numa original contenda entre os representantes do Team Praia da Vitória. A disputa foi aguerrida, sendo que o homem do Renault Clio conseguiu – por apenas duas décimas (2.07,1 contra 2.07,3)… - desfeitear o seu colega do Citroen Saxo. E o entusiasmo de Olavo na parte final foi tal que o carro acabou por “encostar” mesmo nos separadores de betão depois de cortada a meta!
 
O talentoso piloto do "Heli", perseguindo o Peugeot de Bruno Magalhães.
 
As imagens aéreas emitidas pelo canal Eurosport foram das mais bonitas algumas vez vistas nos ralis mundiais. Os tons verdejantes das bonitas paisagens micaelenses (bem ao jeito da Nova Zelândia, certo?), acoplados a andamentos espantosos formaram um conjunto que correu o planeta e cedo se fizeram sentir reacções – nomeadamente junto dos pilotos estrangeiros – de conterrâneos longínquos deslumbrados com o cenário. Para isso bem contou a perícia espantosa do piloto do “heli” de serviço…que foi outro espectáculo dentro do espectáculo do rali.
 
Ricardo Laureano, o saudoso Markku Alen e Luís Pimentel...
 
Juntamente com Jean Pierre Nicolas – agora um dos responsáveis pelo IRC… -, o veterano Markku Alen (na imagem junto do “nosso” fotógrafo Ricardo Laureano e do popular “Licas” Pimentel…) foi uma das estrelas internacionais convidadas pela organização do “SATA” para abrilhantar o “paddock” da prova. O penta-vencedor do Rali de Portugal acompanhou a pouco inspirada actuação do seu filho Anton e, justiça lhe seja feita, nunca se mostrou simpático para com os muitos adeptos que o foram abordando…afinal, sempre é preciso manter a atitude que já o celebrizava nos áureos tempos dos Fiat 131 Abarth e dos Lancia 037…!
 
Uma fita delimitadora, o público e o Fiat S2000 de Bernardo Sousa nas Sete Cidades...
 
O muito público foi uma constante nos três dias do rali, sendo que neste tema – e versando o lado pedagógico da questão – as opiniões penderam para o negativo no que toca ao posicionamento e, sobretudo, à forma como foram orientados os espectadores nas classificativas. Uma quase total inoperância dos jovens “marshal’s”, aliada a alguma inconsciência de pessoas que nem pensaram na importância do seu papel num evento desta monta, deram origem a situações de risco eminente. Felizmente sem consequências a registar, mas num registo que urge corrigir.
 
Mesa posta na Assistência de "Licas" Pimentel...
 
Na sexta-feira, e preparando a preceito uma nova aventura motorizada, Luís Pimentel presenteou quem passava pela sua assistência com uma saborosa prova de produtos regionais, fazendo especial menção ao destino turístico “Açores”, que aliás ostentava na decoração – novamente das mais bonitas… - do Subaru Impreza. Numa jogada de antecipação, “Licas” primou pela originalidade, num rali onde as coisas correram bastante bem e onde o piloto irradiou alegria na subida ao segundo lugar do pódio regional. 
 
Os presidentes...Ruben Macedo (PAC) e Gerardo Rosa (TAC)
 
É já bem conhecida a proveitosa parceria que o Pico Automóvel Clube mantém com o Terceira Automóvel Clube, junção que bem tem apoiado a realização dos excelentes ralis que a ilha montanha vai disponibilizando aos adeptos. O acordo estende-se em pleno aos presidentes de ambas as agremiações, com Ruben Macedo e Gerardo Rosa a seguirem as provas nas outras ilhas de forma cúmplice, estando o dirigente picoense mais do que integrado nas caravanas da Terceira. Passe a publicidade, a imagem retrata bem o espírito da coisa…
 
O imponente "ferrie" da "Hellenic Seaways" que esteve em Ponta Delgada...
 
Impressionante era o “ferrie” que a organização fretou para o transporte das equipas e de toda a restante estrutura até São Miguel, embarcação que se ficou ao largo de Ponta Delgada durante o rali e que bem chamava à atenção pelas suas dimensões. Curiosamente foi no sábado que por ali aportou o regressado “Express Santorini”, curiosamente propriedade do mesmo armador do já citado barco. Face aos atrasos, deambulações e confusões que o transporte marítimo inter-ilhas viveu este ano, tal pena não ter sido a organização do “SATA” a fretar logo os dois de uma vez, e sempre se adiantava a função!...
 
NOTA: Ainda o “SATA” não tinha assentado das memórias e uma notícia chocante correu o panorama dos ralis açorianos com a entrada, em estado de coma, do piloto Bruno Amaral nos serviços de urgência do hospital de Ponta Delgada, onde se encontra na Unidade de Cuidados Intensivos, com sintomas de uma variação pneumónica bastante grave. Sabendo-se que, para já, o seu estado de saúde não apresentou quaisquer evoluções, fica a nota de solidariedade e ânimo para o simpático piloto da Vila das Capelas, um dos promissores talentos da nova geração. Força, Bruno.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.