Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PORTO DAS PIPAS

miguel de sousa azevedo - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel de sousa azevedo - açores

29.Jun.17

Miguel Alves e Ana Melo dominaram XII Degraus d'Angra

Foto #1 Miguel Alves AGermano.jpgFoto #2 Ana Melo AGermano.jpg

Fotos: António Germano

 

Miguel Alves e Ana Melo, ambos da ACM, foram os vencedores da décima segunda edição dos "Degraus d'Angra", prova que se correu na passada segunda-feira, integrando o programa desportivo das Sanjoaninas 2017. A edição deste ano contou com 29 participantes.

No contra-relógio da Passagem Silva Sarmento, que liga o Jardim Duque da Terceira ao obelisco da Memória, o jovem velocista estreou-se com um tempo de grande valia (1.05, 92), o segundo de sempre naquele percurso, apenas superado pelo recorde de Jorge Nunes (1.05,14, em 2008). João Rocha (CAT), que já venceu a prova por três vezes, foi o segundo e Délio Teodoro (ADA) fechou o pódio masculino.

No evento organizado pela Associação Cultural Marcha dos Veteranos, a atleta mais rápida foi Ana Melo (ACM), batendo por larga margem a muito jovem Erica Silva - que integrou o vasto grupo da Seção de Patinagem do Clube Naval da Praia da Vitória -, a melhor até aos 12 anos, e que superou a sua colega de equipa Marlene Cardoso.

Novamente nos masculinos, Gustavo Landeiro (CVPV) foi imperial no escalão até aos 12 anos, adiante de Jaime Monjardino e de Leandro Quitério. Nas contas finais, o atleta mais velho foi o veterano Rui Borba (61 anos e a correr abaixo dos 2 minutos), e a presença mais nova foi a da pequenina Joana Landeiro (CNPV), com 5 anos de idade.

Recorde-se que na Terceira se correm atualmente três provas do género: a de Angra (Sanjoaninas), os Degraus da Praia (Festas da Praia) e os Degraus do Algar do Carvão (no aniversário d'Os Montanheiros), numa realidade que é única em Portugal.

Classificações.jpg

Foto #3 Premiados AGermano.jpg

Foto #4 Podio masculino AGermano.jpg

 

 

 

28.Jun.17

Carlos Andrade “marchou” melhor nas Sanjoaninas! (DI)

Foto #1 CAndrade A&DBETT.JPG

Foi uma prova muito animada, o 7º Rali das Sanjoaninas/Clubauto, juntando mais de três dezenas de equipas, na tarde do primeiro domingo das festas. Com um traçado exigente, e cheio de armadilhas, foi Carlos Andrade quem melhor “marchou” na Serra da Ribeirinha, levando o Renault Clio R3 ao triunfo, e passando a liderar o novo Troféu Regional de Asfalto. Mas o dominador inicial foi mesmo João Ávila, em Mitsubishi, que surpreendeu toda a gente e já liderava a meio do rali com 12 segundos de vantagem. Um acidente na 3ªPE deixou o belo carro japonês algo maltratado e o caminho aberto para Andrade vencer, mesmo se a pressão do continental Paulo Santos (Citroën) era bem visível. Da parte da tarde a distância abriu, definindo o pódio que se completou com o jovem Fábio Silva (Citroën), autor de um rali irrepreensível. Jorge Sousa (Toyota) foi o quarto, num traçado pouco propício ao Corolla, na frente de Marcelino Mendes e de José Silva, ambos com alguns problemas nos Saxo Cup, e tendo pelo meio o potente Celica de Manuel Pontes, que na derradeira PE garantiu o sexto posto. Ainda no “Top-10”, colocaram-se Teófilo Pires, Jaime Veredas e Francisco Costa, com destaque natural para o piloto do pequeno AX, que esteve em alta. A sua navegadora, Laura Inácio foi a melhor feminina nessa posição, enquanto Tânia Vargas foi novamente a melhor piloto.

Referência para os bons tempos do belíssimo Escort Mk2 de Telmo Riqueza, que fez um pião, hipotecando um resultado excelente, assim como para os acidentes de Marlene Pereira e dos estreantes Paulo Borges e Pedro Silva.

Os ralis do Terceira Automóvel Clube regressam a meados de julho, com a 9ª edição do Rali da Graciosa, onde se espera uma grande afluência de equipas e de público, numa prova que já ganhou um estatuto especial, sendo o primeiro grande evento de verão, antes da prova maior de Santa Maria.

Foto Caixa Toni Ortins ABETT.JPG

Até sempre, Toni Ortins.

 

Foi com visível emoção que a caravana do Rali das Sanjoaninas homenageou Toni Ortins, ao longo de toda a prova. Conhecido dirigente desportivo e nome ligado à festa brava, António Ortins Cardoso faleceu na passada semana. Nos últimos anos, foi o terceirense que participou com maior regularidade no campeonato açoriano, celebrizando o seu “Team dos Chupas” com a distribuição em todas as provas daquelas guloseimas entre miúdos e graúdos, fazendo natural furor entre os mais novos. Para lá da tarja negra em todos os carros, e de dois autocolantes evocativos da memória do piloto, a imagem final das equipas, visando o céu e com os “chupas” oferecidos desde manhã, fala por si. Fica a saudade de um amigo e de um grande desportista.

Peça DI 28jun.jpg

 

28.Jun.17

Grande Helénio.

Helenio Melo.jpg

No domingo o Helénio fez anos (42, como também já tenho) e despediu-se dos forcados. Duas coisas tão simples, mas que retumbaram num dos epísódios mais emotivos que vi na nossa praça de toiros. Amigo de longa data, já levava 25 anos como forcado, muitos deles a pegar valentemente, apesar das lesões e das reuniões mais violentas. Nunca virou a cara à luta, porque o Helénio é assim mesmo. Foi sempre assim mesmo.

Para lá do abraço de reconhecimento, pelo brio e pela dedicação à festa brava, deixo uma nota de lembrança da sua primeira pega, numa Tourada dos Estudantes, salvo erro em 1991. Eu estava mesmo ao lado dos seus pais, e bem vi como viveram aquele momento. No domingo, antes da pega dedicada ao Sr. Carlos, revivi essa memória. E o orgulho de ter amigos que são grandes pessoas...

26.Jun.17

Festas.

Há uma coisa nas nossas festas maiores que não muda com a idade...continuamos a demorar praticamente o mesmo número de dias para recuperar a voz.

 

26.Jun.17

XII Degraus d'Angra correm-se hoje

Foto JRocha RAtaídeCMAH.JPG

Foto: Rui Ataíde/CMAH

 

A décima segunda edição dos "Degraus d'Angra" corre-se hoje, a partir das 18h30, desafiando novamente os atletas a cumprir em contra-relógio a subida da Passagem Silva Sarmento, que liga o Jardim Duque da Terceira ao obelisco da Memória, em Angra do Heroísmo.

A prova integra o programa desportivo das festas Sanjoaninas, sendo organizada pela Associação Cultural Marcha dos Veteranos. As inscrições podem ser feitas no local de partida (jardim de cima, junto à Casa de Chá), até 20 minutos antes da prova.

Os 175 degraus, entremeados por calçada típica, formam um exigente percurso, sendo o recorde ainda pertencente a Jorge Nunes, que em 2008 estabeleceu a marca de 1m05,14. Na edição de 2013, Vitória Rodrigues passou a ser a recordista feminina, com 1m39,06.

Segundo o mentor do evento, Miguel Sousa Azevedo, "os Degraus d'Angra tiveram a sua edição inaugural em 2006, sendo depois sempre acolhidos pelas diferentes equipas das Sanjoaninas. Esperamos voltar a ter uma boa adesão de participantes, numa prova que em onze anos juntou muitos atletas", explicou.

“Na Terceira, correm-se atualmente três provas do género: a de Angra, os Degraus da Praia e os Degraus do Algar do Carvão, a cargo dos Montanheiros. É uma realidade única em Portugal", referiu ainda o organizador.

logo festas.jpg

Logo Marcha dos Veteranos.jpg

 

Pág. 1/6