Miguel Sousa Azevedo

Create Your Badge
Terça-feira, 29 de Abril de 2014

33º Rali Sical - Resumo RTP/Açores

publicado por MSA às 20:54
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 28 de Abril de 2014

Um marco do atletismo açoriano...

...mais uma 1/2 Maratona dos Bravos!

publicado por MSA às 10:46
link do post | comentar | favorito
Domingo, 27 de Abril de 2014

A Kombi despediu-se há um mês...

publicado por MSA às 15:01
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Abril de 2014

25 de abril em fotos.

Na sede do PSD/Açores, em Ponta Delgada...

publicado por MSA às 14:19
link do post | comentar | favorito

Blogue: Entrevista "Diário Insular"

Foto no Praia da Vitória MotorShow de 2012...

Foto: Francisco Veloso

 

Blogues mantêm verdadeiro espírito de opinião

 

O blogue Porto das Pipas completou este mês dez anos de existência. Para o seu autor, Miguel Sousa Azevedo, esta arma continua a fazer sentido: nos blogues ainda se faz opinião.

 

O Porto das Pipas completou este mês dez anos de existência. Como é que um blogue resiste a uma década? Como é que se mantêm os leitores interessados?

Os blogues estavam na moda no início do novo século, uma moda que demorou um pouco mais a chegar aos Açores - são como as crises -, mas que se instalou definitivamente a meio da década passada, quando a profusão de blogues era enorme. Há a destacar os blogues micaelenses "Foguetabraze", do Nuno Almeida e Sousa, e o "Ilhas", este com vários autores, que há muito ultrapassaram o milhão de visitas. Penso que os visitantes diários do "Porto das Pipas", que costumam andar entre as duas e as três centenas, em termos de acessos diretos - foram cerca de 650 mil em dez anos -, são quase todos pessoas que me conhecem, e que se identificam com o que vou publicando. Replico no blogue os meus gostos pessoais, sendo que os seus conteúdos viajam entre a atualidade, a cultura, o desporto, a música, a nossa terra e as nossas tradições, algumas fotografias e curiosidade avulsas. O nome Porto das Pipas não tem - hoje - qualquer ligação ao extermínio físico e visual a que foi sujeito o antigo porto comercial de Angra. Penso que ainda se justificará como uma evocação do que foi a entrada e saída de novos mundos e conhecimentos.

 

Na altura, em 2004, o que é que motivou a criação do Porto das Pipas?

Na verdade o blogue inicial foi criado por um amigo meu, o Miguel Bettencourt, que me enviou um email a dizer: "está criado, faz o que quiseres com ele". Porque nunca fui muito dado às descobertas tecnológicas, nem sabia aproveitar as valências da plataforma. Aliás, a dada altura, o portal do Sapo fez uma migração dos blogues para um novo sistema, e tive de pedir ajuda na conversão. No caso, ajudou-me a Rosa Silva, que tem um blogue que começou na mesma altura. A sua criação surgiu como complemento às crónicas semanais que eu escrevia no jornal "a UNIÃO" - e que agora parcialmente o "DI" vai publicando -, mas principalmente porque sempre precisei de um palco para as minhas opiniões e preferências. Em 2004, essa era a forma ideal de divulgá-las e partilhá-las, especialmente porque vivia no Porto e assim chegava de outra maneira à minha terra. Passados dez anos, concluo que mantenho um blogue, mas passei a ter duas terras. E que só as exorbitantes tarifas aéreas me impedem de uma ligação pessoal mais presente. Nos Açores de hoje, vivemos uma realidade social completamente seguidista e contida, dentro da qual tenho muitas dúvidas se vale a pena, efetivamente, ter opinião pessoal...

 

E durante este tempo o que é que mudou no que diz respeito aos conteúdos publicados no blogue?

Acima de tudo, penso que aprendi a escrever melhor com o passar dos anos e com essa dita exposição. Além de que uma pessoa a abeirar os 30 anos será, naturalmente, diferente de alguém que caminha para os 40. O facto de usar o espaço para me aproximar da Terceira, também serviu para depois aferir que isso se cultiva com outra vontade quando estamos longe. Regressar à Terceira, com a maturidade e a aprendizagem - mesmo que ténues - de quem viveu fora, faz com que até as dificuldades do dia-a-dia sejam vistas sob outros prismas. Em termos práticos, também deu para perceber que, estando longe, tudo que se faça é mais apreciado por cá, ou pelo menos apreciado de outra forma. Isto partindo do princípio que não será apenas o facto de ser assessor de imprensa do principal partido da oposição, desde 2007, a condicionar algumas presenças e/ou convites. Mas isso são contas de um outro rosário. Ainda esta semana, no lançamento de um livro sobre o 25 de abril nos Açores, ouvi lembrar o meu avô Fernando de Sousa, à altura o primeiro secretário do núcleo regional do PS. E sei que herdei dele esta crítica ansiosa...que tantas vezes me custa moderar.  

 

...

 

No Porto das Pipas preocupa-se em publicar e em dar destaque a acontecimentos de cariz regional. Na sua opinião, os jornais locais/regionais deixam de lado, por vezes, temas que mereciam mais atenção? Pode um blogue substituir um jornal?

Há uns anos fizeram-me uma pergunta semelhante num programa da RTP/Açores dedicados aos blogues. Não penso que os blogues, ou sequer a imprensa digital, substituam de facto os jornais. Mas a realidade económica, e as várias opções governativas, asfixiaram de tal forma a comunicação social, que muita dela se limita a seguir a agenda política, saltitando depois entre o social, o cultural e o desportivo, ancorando muitas das suas visões nos ditos colaboradores ou comentadores, com cuja visão mais empírica as pessoas se acabam por identificar de outra maneira. Nos blogues de opinião que ainda subsistem, há esse cariz pessoal. Há o verdadeiro espírito de "opinion-maker", que cada vez mais é uma espécie rara, salvo quando se podem juntar bons honorários a essa capacidade natural.  

 

Com o advento das redes sociais, continuam os blogues a fazer sentido? Até quando?

Completamente. Demorei apenas algumas semanas para perceber que os blogues não precisam de andar a reboque das redes sociais. Porque, pura e simplesmente, se podem servir delas como motor de partilha e divulgação. Numa frase perfeitamente contemporânea: qualquer "post" que esteja "linkado" numa rede social, acumula um maior número de "likes" com uma subida exponencial de "views"... os blogues continuam a fazer sentido pela sua polivalência e pelo simples fato de serem gratuitos.

 

Entrevista no DI de hoje...

publicado por MSA às 09:29
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Na cidade-património...

O pódio do rali de regresso ao seu lugar...

Foto: Pedro Ivo

 

Praça Velha, Angra do Heroísmo: E o pódio do rali, sereno mas espampanante, aguarda a chegada da festa. Ainda sem perceber porque é que se lembraram de o tirar dali durante tanto tempo...

publicado por MSA às 01:40
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Abril de 2014

2014: Uma nova aprendizagem.

Lisuarte Mendonça/Miguel S Azevedo-Citroën Saxo Cup.

(Fotos: António Bettencourt)

 

Está quase na estrada a 33ª edição do Rali Sical, prova que abre o Campeonato de Ralis dos Açores em 2014, pontuando ainda para o novo Troféu Além Mar Terceira/Graciosa e para o Challenge Saxo by ACB Racing.

Para Lisuarte Mendonça e Miguel Sousa Azevedo, a época será de aprendizagem: "Vamos começar o ano em busca da necessária rodagem com o carro, depois de presenças em esporádicas em 2013 e sem o automóvel nas atuais condições", disse o piloto da Agualva, que utilizará um Citroën Saxo Cup, que já conhece bem, mas no lugar de navegador e Fernando Meneses, que ocupou em 2007 e 2008.

"Queremos ficar sempre perto do pódio do Challenge Saxo by ACB Racin, tentando imprimir um ritmo forte, e ir evoluindo o carro, mesmo se ainda não garantimos as verbas para efetivar a participação em todas as provas que pretendemos, tendo sido o apoio da Clubauto e a colaboração da Praia Motor a viabilizar esta nossa primeira presença", explicou Lisuarte Mendonça.

Miguel Sousa Azevedo acompanha novamente o jovem valor, acreditando que "o carro está agora mais competitivo, mas é preciso entender as reações e necessidades da sua condução. Será uma prova a descobrir tudo isso, e também a ver como será o entrosamento da equipa num rali maior e com outras exigências", revelou o navegador-jornalista.

A dupla integra a formação da "Praia Motor", de que fazem também parte os Citroën Saxo Cup de Tiago Valadão/Wilson Mendes e Fábio Valadão/Bruno Narciso.  

Ao lado da máquina renovada...

 

...

publicado por MSA às 10:28
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 23 de Abril de 2014

Ana Cañas - Esconderijo

publicado por MSA às 22:45
link do post | comentar | favorito

25 de abril em livro...

Hoje, na Biblioteca de Angra...

publicado por MSA às 11:51
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Abril de 2014

Comidinha boa.

...nos restaurantes da Terceira.

publicado por MSA às 20:23
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Abril de 2014

"Sical" entre a tradição e a novidade

Na estrada, dias 25 e 26...

Foi apresentada ontem à noite a 33ª edição do Rali Sical, prova que vai para a estrada nos próximos dias 25 e 26, e que conta com uma lista de 40 equipas, de onde se destaca naturalmente o tricampeão nacional, e hexacampeão açoriano da modalidade, Ricardo Moura.

A abrir o campeonato de ralis dos Açores em 2014, o certame começa na sexta-feira (dia 25), com a especial citadina Avenidas/Sical, prosseguindo no sábado (dia 26) com mais quatro troços a serem percorridos por duas vezes. Serão eles Agualva, Fajãs, Altares e Canadinhas/Viveiros. Um traçado de estrada entre o tradicional, com três classificativas já conhecidas e que se correram pela última vez entre 2010 e 2011, e a novidade que é o regresso da estrada do Cabrito (Fajãs) aos ralis terceirenses, um troço mítico de que se contam infindáveis histórias de nevoeiros e dificuldades. Para lá de passar "à porta" das antigas instalações norte-americanas onde se correram os saudosos Circuitos do Cabrito. Mas a mais marcante jornada ali vivida tem quase 30 anos quando, num mesmo Rali Sical - mas em 1985 -, as três passagens noturnas, sob denso nevoeiro, "viraram" do avesso a classificação da tarde, com vitórias espantosas do pequeno Opel Corsa SR de José Eduardo Silva e o triunfo final a ir parar ao VW Golf GTI dos irmãos João Pedro e "Zeca" Freitas.A especial será corrida no sentido Fajãs/Pico da Bagacina, pela primeira vez com o atual tapete em asfalto, e terá três "chicanes", que já estão pintadas para os reconhecimentos de amanhã: junto ao antigo Tentadero "Rego Botelho"; junto ao Tentadero "José Albino Fernades"; já no Pico da Bagacina, na reta que antecede a última curva da classificativa. De referir que foi neste mesmo traçado, corria o ano de 1987, e na primeira prova integralmente disputada em asfalto na Terceira - o 1º Rali Agência Teles -, que houve a estreia de uma "chicane", precisamente junto ao antigo Tentadero "Rego Botelho". Dessa feita venceu o fabuloso Ford Escort RS "Parafuso" de José Rodrigues.

O Escort RS da Casa Parafuso...

(Foto do Ricardo Laureano, com o Escort RS do José Rodrigues ao lado do Corolla GT do Joaquim do Carmo)

 

Quanto ao Rali Sical deste ano, em mais uma edição da prova europeia com a mais antiga designação comercial, espera-se um conjunto de disputas interessantes, num evento em que o Terceira Automóvel Clube inovou em algumas frentes.

 

Entrevista com o presidente do TAC, Gerardo Rosa:

 

 

A escolha do percurso espera-se de consensual agrado entre os concorrentes.

 

Entrevista com a Diretora de Prova, Ana Pires:

 

 

Ricardo Moura venceu a prova nas últimas cinco edições, mas o recorde de triunfos continua na posse do já retirado Gustavo Louro, vencedor por 13 vezes entre 1993 e 2006.

 

 

publicado por MSA às 22:47
link do post | comentar | favorito

Gabriel García Marquez (1927-2014)

...

Mais um dos grandes que se elevou...

publicado por MSA às 22:39
link do post | comentar | favorito

Marta Ren & The Groovelvets - 2 Kinds of Men

publicado por MSA às 12:32
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Abril de 2014

Jogadas finais.

Bem, este ano a coisa está vista. O Porto de Fonseca e de Castro não passa de uma equipa mediana, onde apenas desponta o génio de Quaresma. Pior que isso...contra 10, ou levam 3 ou levam 4.

 

E esta época nunca mais acaba?

publicado por MSA às 23:12
link do post | comentar | favorito

O Bairro.

O Bairro...filme e série.

Não tinha visto o filme e gravei todos os episódios da série, que depois distribui pelos dias, à vontade.

Ao fim de 14 episódios - com o selo de qualidade do argumento de Francisco Moita Flores e as boas interpretações de um elenco variado -, já posso novamente retirar o 4 do comando. Agora, e a não ser que aquela coisa nova do Ricardo Araújo Pereira (me) motive, não passo nem toco na TVI por mais alguns meses...

publicado por MSA às 11:51
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Go, Tiago, Go!

Tiago Monteiro em ação na corrida de Marrakech...

Foto: André Lavadinho

 

Tiago Monteiro não teve um fim-de-semana fácil em Marrocos, onde se iniciou a nova temporada do WTCC. Mas, apesar das limitações mostradas pelo Honda Civic, voltou a mostrar que é um dos mais talentosos e combativos pilotos do pelotão...

publicado por MSA às 08:35
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 15 de Abril de 2014

Datas.

Uma flor ao acaso, nascida ali mesmo...

Hoje a minha Mãe fez anos. Hoje completou-se mais um ano em que a nossa proximidade, assumida, convulsiva e quase escondida, se rodeou num abraço. Corrido, a correr, também quase escondido.

 

Hoje a minha Mãe fez anos. Hoje completou-se mais um ano em que vivemos tão longe. Apesar de estarmos mesmo aqui. Numa partilha cúmplice de corações, sofrimentos e razões.

 

Hoje a minha Mãe fez anos. Combinamos, em poesia, que - praticamente - nunca iremos dizer tudo o que sentimos e pensamos.

publicado por MSA às 22:11
link do post | comentar | favorito

Sinéad O'Connor - Thank You for Hearing Me

publicado por MSA às 22:09
link do post | comentar | favorito

Senna: O livro do Pelejão.

Livro do Rui Pelejão...sobre o maior de todos.

À venda, a partir de hoje, mais um livro sobre a vida e a carreira de Ayrton Senna da Silva, para muitos o melhor piloto de sempre. Para mim também. E para o Rui Pelejão igualmente...

 

As palavras com que este jornalista (ex-Auto Sport) - que conheci há 13 anos, num chuvoso e saudoso TAP-Rali de Portugal que seguimos em conjunto - de escrita emocionada, grande sentido de humor e ideias firmes, apresenta a sua própria (primeira obra) dizem quase tudo:

 

ALEGRIA AOS DOMINGOS - O MEU PRIMEIRO LIVRO

Um livro, mais um. Há mais escritores do que leitores, sempre disse e não é agora que volto com a palavra atrás, porque não sou escritor, apenas um jornalista meio empregado (mais um) que escreve...um livro. Um livro sobre o piloto brasileiro Ayrton Senna.
No próximo dia 1 de maio cumprem-se 20 anos sobre o acidente de Imola.  Há vinte anos, quando não havia internet, telemóveis, tv por cabo ou outras distrações, a Fórmula 1 era a companhia dos domingos.
A seguir ao TV Rural, ao 70x7 e ao Vasco Granja, entrava pelas nossas casas o ruído dos motores e as vozes do José Pinto, do Adriano Cerqueira e do Domingos Piedade. Na pista, a nossa paixão dividia-se entre Prost, Piquet, Mansell e o Ayrton. Era um clubismo feroz discutido à mesa do café com os amigos.
Lembra-se onde estava e o que estava a fazer no dia em que a morte do ídolo brasileiro entrou em direto pelos televisores?
Quase toda a gente se lembra tão bem do dia em que Ayrton morreu como do 11 de setembro.
Uma morte é uma tragédia, um milhão uma estatística. Cumprem-se, no dia 1 de maio, 20 anos sobre o dia em que a Fórmula 1 acabou para muita gente. O dia em que o piloto que dava alegria aos nossos domingos perdeu a vida naquela curva marcada pelo destino.
Foi também há vinte anos que o meu grande ídolo, o homem que me levou às cavalitas ver o Grande Prémio de Portugal, deixou a corrida da vida. Era o meu pai, Joaquim, a quem dedico este livro.
O meu livro "A Paixão de Senna" editado pela Oficina do Livro não é uma biografia - há outras melhores e mais completas - não é uma hagiografia do ídolo, não é um romance. É a história de um homem que marcou o seu tempo e uma história daquele tempo que também marcou as nossas vidas.
Para mim, além de ser o meu primeiro livro, "A Paixão de Senna" é também um tour de force, uma maratona-sprint que me permitiu uma viagem emocional e emocionante. Se conseguir que alguns dos leitores partilhem da emoção que foi escrever este livro, já me darei por satisfeito.
Para quem escreveu um livro sobre um homem como Ayrton Senna o máximo que posso dizer é que fiquei a gostar mais dele, como um amigo que nunca conheci, com os seus defeitos, contradições e a sua condição de deus das pistas e ser profundamente humano fora delas.
De resto, o livro foi apresentado oficialmente à minha família, na festa dos 87 anos do meu Avô Manel no Arneiro, com o Tejo ali ao lado e o meu sobrinho Manel como meu agente literário.
Poder escrever uma dedicatória às pessoas que amamos no primeiro livro que escrevemos é sucesso literário suficiente. Mas se quiserem ler, também ficaria muito feliz com isso. Está à venda a partir de hoje.
Rui Pelejão

Ao Rui, e para além da merecida divulgação que farei do seu livro, entre amigos e admiradores de Senna, fica o cumprimento antecipado. Porque sei que nenhuma palavra foi usada ao acaso.
Em causa estava, e estará sempre, a memória do melhor de todos. E nisso, só com o coração se pode mexer...

- Primeiro capítulo do livro "A Paixão de Senna" online AQUI
publicado por MSA às 17:35
link do post | comentar | favorito

Já "cheira" a SATA Rallye Açores...

publicado por MSA às 13:12
link do post | comentar | favorito

Sobre rodas.

1...

2...

3...

O novo Peugeot 2008 para o Dakar - que é uma prova, já agora, que se corre do outro lado do mundo, em relação à capital senegalesa... - parece um Vaillante, desenhado por Jean Graton, nos tempos inocentes e futuristas das nossas infâncias motorizadas...

publicado por MSA às 12:59
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 14 de Abril de 2014

Prémios Novos...novamente.

Amanhã, na Culturgest (Lisboa)...

publicado por MSA às 12:42
link do post | comentar | favorito
Sábado, 12 de Abril de 2014

Em modo-academia...

Ação Challenge Saxo by ACB Racing...

Challenge Saxo by ACB Racing:

Na tarde deste sábado, depois de uma consulta com o osteopata Saul Moreira, de um almoço no Petiskaki e antes da aula de body pump com o Ricardo Freitas (Dream Fit). Muita ação!

publicado por MSA às 18:57
link do post | comentar | favorito

Há 10 anos...

publicado por MSA às 11:08
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 11 de Abril de 2014

Tirada.

"Como sempre, só a total dependência partidária permite ser disciplinado. E parvo"

 

(Frase da semana, ou mais que isso, no plenário açoriano, proferida pelo deputado Joaquim Machado (PSD), e citando um artigo de opinião escrito por um parlamentar da bancada socialista)

publicado por MSA às 14:16
link do post | comentar | favorito

Teatro com a Sara.

...por terras de Vera Cruz.

publicado por MSA às 13:29
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 10 de Abril de 2014

Capicua - Sereia Louca

publicado por MSA às 11:54
link do post | comentar | favorito

10 anos de blogue...

Umas das primeiras publicações...

 

Por acaso, o post acima até foi feito no segundo dia de atividade deste espaço. Por acaso, e numa migração da plataforma, apaguei muitas das publicações dos primeiros dois meses. Por acaso, já passaram por aqui uns milhares de pessoas. Por acaso, já estive para apagar isto tudo...ou pelo menos para mandar às malvas esta mania de partilhar e exibir o que se sente e pensa. Apre...que vício irritante. Por acaso, ainda não é desta que acaba. 

publicado por MSA às 11:22
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

A bruma social

...ou a realidade social nas ilhas de bruma.

O pedido do PSD/Açores para o parlamento regional debater com urgência a situação de emergência social que se regista na Região, é mais do que um facto político. Com efeito, das inúmeras reuniões e visitas, que aquela força partidária tem realizado junto das instituições de apoio social, vão resultando sucessivos relatos do agravar das situações de pobreza e de dificuldades em todas as ilhas. Trata-se de uma realidade diária. Já não há dias de descanso na pobreza nacional. E eles também não existem nas ilhas de bruma.

Apesar dos mediáticos roteiros de solidariedade social, que a outra força partidária maior entre nós - a que suporta a tutela - fez questão em publicitar como um novo paradigma na forma de auxiliar, o certo é que os casos dramáticos se sucedem, a pobreza envergonhada já ultrapassou o silêncio das casas tristes, e há agregados em plena insolvência familiar. Naturalmente que, quando o partido do poder enaltece o papel dos dirigentes das imensas IPSS, que ajudam imensa gente por estas bandas, há alguma satisfação. Já quando o governo suportado por esse mesmo partido esgrima mudanças no financiamento das mesmas, criando algumas injustiças e querendo igualar escalas, pois talvez aí essa satisfação se esbata, de alguma forma. Dos lares açorianos, saem cada vez mais pedidos de ajuda. Há gente com fome nos Açores. E isso também não pode ser um facto político, é um drama social, que a política tem de abraçar como uma causa nobre, acabando com as assimetrias gritantes que tratam de forma diversa os habitantes das nossas paragens paradisíacas.

...

Quando confrontado com este retrato, e apesar dos milhões europeus que cá chegam e das inúmeras estruturas e equipas criadas para minimizar danos sociais e preparar o futuro das novas gerações - fora dos velhos guetos -, o governo regional ofende-se. Ninguém pode criticar a tutela açoriana, mesmo que se meta pelos olhos dentro que houve opções erradas. E que a crise internacional, a mesma que em 2008, o dito partido do poder omitia com inegável sucesso, não pode justificar tudo. Afinal, ter uns Açores tão bem geridos como estes, é fruto de um localismo de talento e profissionalismo.

Há dias, chocou alguns angrenses que houvesse um sem-abrigo a dormir na rua, bem no centro da cidade património. Há, de facto, quem não aceite ajuda nos termos em que ela é oferecida. E esse não será um caso isolado. Mas preocupante é haver cada vez mais casas onde a fome cresce...aqui mesmo ao nosso lado.

A realidade do nosso país é preocupante. A realidade das nossas ilhas, onde parece que o dinheiro abunda, e que são geridas da tal forma irrepreensível, torna-se assim ainda mais preocupante. Certamente, há algo que me escapa.

publicado por MSA às 11:22
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 9 de Abril de 2014

A Cena no Carlos Alberto.

Amanhã, no Teatro Carlos Alberto...

publicado por MSA às 15:36
link do post | comentar | favorito

Mercados.

O mercado municipal da Praia da Vitória..

Ainda há uns dias, ao passar no mercado municipal da Praia da Vitória, dei comigo a pensar se é assim tão difícil reabilitar e tornar viável um mercado daquele género numa cidade. A salvo de comparações e dimensões, numa cidade como Angra do Heroísmo e com os angrenses, por exemplo.

Mas certamente sem a visão parola de querer fazer mais calças que as pernas...

Nisso, somos efetivamente os campeões do provincianismo.

publicado por MSA às 13:38
link do post | comentar | favorito

Mural.

Uma das pitorescas pinturas no paredão...

 

Marina da Horta, esta manhã

Porque esta é uma das que gosto mais...

publicado por MSA às 11:23
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 8 de Abril de 2014

Gisela João - Meu Amigo Está Longe

publicado por MSA às 19:59
link do post | comentar | favorito

Intenção.

SATA Air Açores...

"Aquilo que pretendemos é ter uma companhia aérea de futuro"...está encontrado o mote que orienta a gestão da SATA!

 

Obrigado, Sr. Secretário.

publicado por MSA às 14:47
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 7 de Abril de 2014

Filipa Azevedo - O Porto à Noite.

publicado por MSA às 21:19
link do post | comentar | favorito

Transparência(s).

A magia das bolas de sabão...para grandes e pequenos.

Foto: Fátima Lenir

 

Rua de Santa Catarina (Porto)

Um palhaço de ocasião encanta miúdos e graúdos com a magia das bolas de sabão.

No corre-corre das jornadas da Invicta, há destes mimos para o olhar. Há destas figuras que nos fazem parar e contemplar. Momentos de uma terra também ela mágica.

publicado por MSA às 14:11
link do post | comentar | favorito

Novas cores...

O Saxo Cup está à espera de mais apoios...

A temporada de ralis 2014 vai trazer mais uma nova experiência, desta feita com um piloto com quem já disputei seis provas, embora todas elas com traçados curtos, e com a única incursão num Rali Sprint a ser feita no papel de carro-zero, ou seja sem o selo da competição. Assim, e tripulando o Citroën Saxo Cup ex-Fernando Meneses, a dupla Lisuarte Mendonça/Miguel Sousa Azevedo vai fazer-se à estrada no Rali Sical, a 25 e 26 deste mês. A preparação, a cargo da "Praia Motor", está nos retoques finais e a máquina apresenta o excelente aspeto da foto.

Ainda sem apoios conformados para toda a época, a promessa de preparar bem as provas a disputar é mútua, assim como o são a vontade de andar depressa e em plena diversão.

 

Novidades da equipa em https://www.facebook.com/lisuartemendonca . Apareçam!

publicado por MSA às 10:53
link do post | comentar | favorito

Mickey Rooney (1920-2014)

Mickey Rooney despediu-se aos 93 anos...

Mickey Rooney disse adeus ao palco da vida, aos 93 anos. Dono da mais longa carreira da sétima arte, o ator manteve-se no ativo de forma intensa durante várias décadas, nas quais foi coleccionando personagens de sucesso, prémios e casamentos. Com polémicas e mistérios que nunca se desvaneceram, foi uma figura marcante, que todos sempre recordarão.

 

Nascido Joseph Yule, Mickey Rooney será sempre aquele ator velhinho...ainda e sempre com cara de criança.

publicado por MSA às 07:21
link do post | comentar | favorito
Domingo, 6 de Abril de 2014

WRC: Rally de Portugal (Highlights)

publicado por MSA às 23:13
link do post | comentar | favorito

Platéia.

Nas praças de toiros, há sol e sombra. Nos fins de semana de bom tempo, há sol e espera.

publicado por MSA às 16:12
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Irritação.

. Luís Miguel Rego fez hist...

. Urban Art.

. Atlântida Taurina (Festas...

. Feira Taurina Graciosa 20...

. Ralis rumam à Ilha do Sol...

. Homenagem.

. Délio Teodoro e Dânia Fur...

. Wolfmother - Dimension

. A emoção paternal de "Rub...

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.quem cá passa

Contador de visitas

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds