Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PORTO DAS PIPAS

miguel de sousa azevedo - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel de sousa azevedo - açores

30.Jun.13

Calendário.

Fui apenas a metade das noites das Sanjoaninas 2013.

 

Com esforço, dedicação e - porque não - algum brio, vim sempre de dia para casa.

 

Até p'ró ano, São João...

27.Jun.13

A parte séria... *

As cortesias da Tourada dos Estudantes de 1965...

(As cortesias da Tourada dos Estudantes de 1965 - Foto cedida pelo Pedro Alberto Leal)

 

Nas últimas duas décadas, mantive uma forte ligação à tradição local de Entrudo que é a Tourada dos Estudantes. Aliás, nas recordações de juventude de centenas de terceirenses, estão vincadas as passagens pelo frenesim de emoções que, a certa altura da vida, aquela festa representa.

Mais que um ponto alto do Carnaval angrense, onde vai para nove décadas anima o Domingo Gordo, a Tourada dos Estudantes é um primeiro palco de crítica social, num afago à forma folgazã de ser que o povo da Terceira tomou como sua. O seu espalhafatoso cortejo é o epílogo de meses de convívio e amizade, que tantas vezes se cimentaram anos fora. Afinal quem não andou por aquelas bandas, que de lá não recorde horas de pura alegria? Pois é, mas os anos, que as amizades fazem por perdurar, passam-se. E nem sempre é possível capitalizar uma tradição. Os tempos mudam, as vontades alteram-se, os hábitos adaptam-se e o progresso - sim, sempre ele... - acaba por reformar até o que se julga(va) eterno.

O certo é que, para além da vertente cómica e mordaz, a Tourada dos Estudantes é uma escola de tauromaquia, ou pelo menos já o foi. Por essas décadas fora, são muitos os exemplos de artistas que se criaram nas horas alegres do Domingo Gordo. Desde forcados a bandarilheiros, passando pelos cavaleiros, parte tão imponente e aguardada, e que tanta falta vai fazendo à garraiada da malta nova.

E a questão põe-se porque, sendo a Terceira uma terra taurina por excelência, começa a ser difícil de entender que a formação vá faltando. É que nem só a criar aficionados à luz das cátedras do resto do mundo se chega ao pleno, e mesmo porque o sangue dos nossos também ferve na arena.

Em termos de forcados, a conversa é outra, até porque desde que existe um Grupo Juvenil da Tertúlia Tauromáquica Terceirense que há uma união clara entre o mesmo e a referida tradição carnavalesca. Que, e deve assumir-se isso, é bem mais tradição que muitas outras, defendidas de forma veemente nas trincheiras da terra dos bravos. Vai daí, o texto não é uma crítica velada, mas um apelo claro. Não se poderá defender uma tauromaquia terceirense de classe e garbo sem se irem renovando os artistas da casa. É que longe vai o ano de 1990, em que três jovens esperanças do toureio a cavalo local se entregaram, de alma e coração, ao confronto na Tourada dos Estudantes.

Temos de rir, de brincar, de aproveitar todos esses tempos de juventude. Mas atenção à parte séria…

 

* Texto publicado na edição deste ano da revista "Festa na Ilha", da Tertúlia Tauromáquica Terceirense.

27.Jun.13

Jorge Nunes venceu Degraus d'Angra

Os participantes e o organizador...

Jorge Nunes foi, uma vez mais, o vencedor dos Degraus d'Angra, na oitava edição da prova que fez dez atletas subirem a Passagem Silva Sarmento - entre o Jardim Duque da Terceira e a Memória -, estabelecendo a melhor marca em 1.08,52. Foi a quinta vitória do atleta da Doze Ribeiras, numa prova com organização da "porto das pipas PRESS" e que integrou novamente o programa desportivo das Sanjoaninas. José Santos e João Rocha completaram o pódio absoluto, enquanto em femininos a sensação foi a jovem Vitória Rodrigues, quarta da geral e que, com o tempo de 1.39,06, bateu por 16 segundos exatos o anterior recorde de Cristiana Silveira. Sara Valadão e Eunice Matias - a atleta com mais idade presente - foram as outras representantes do escalão. O mais novo corredor presente foi Rodrigo Rocha, de nove anos. Recorde-se que o recorde absoluto do exigente percurso continua na posse do agora penta-vencedor, Jorge Nunes, com 1.05,14, realizados na edição de 2008.

 

Classificação Final:

Masculinos - 1º Jorge Nunes (1.08,52); 2º José Santos (1.10,39); 3º João Rocha (1.12,02); 4º Samuel Matias (1.43,59); 5º Simão Matias (2.16.38); 6º Paulo Matias (2.28,41); 7º Rodrigo Rocha (2.34,69).

Femininos - 1º Vitória Rodrigues (1.39,06); 2º Sara Valadão (2.17,56); 3º Eunice Matias (3.52.73).

 Os participantes junto ao monumento da Memória...

...

 

Pág. 1/8