Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PORTO DAS PIPAS

miguel de sousa azevedo - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel de sousa azevedo - açores

30.Jun.09

5ª Corrida Feira São João 2009 (28 Junho)

1º Toiro (JAF) nº241 440kg

 
Vitor Ribeiro, montando o “Boneco”, para os ferros de castigo em tarde de casa cheia na arena das bodas de prata. Boa abertura de praça a praça. Sempre consciente nos terrenos, o cavaleiro da Costa da Caparica esteve muito bem na ferragem curta, primando novamente por boas colocações e muita empatia com o publico terceirense.
 
Pega – Helénio Melo (Tertúlia Tauromáquica Terceirense)
 
Com ímpeto e sem cerimónias. Brinde a Rui Bento e uma boa pega a abrir a tarde, fechando-se o forcado com ganas.
 
2º Toiro (IT) nº93 410kg
 
Manuel Lupi em praça para desfazer dúvidas, começando a lide com bons compridos, mas apressando a sorte – uma tendência que corre… - para a ferragem curta, onde arrancou ao sabor do “Whisky”, com cambiadas e quiebros a manterem a atenção sobre o seu desempenho. Terminou em diálogo peno com o público.
 
Pega – César Pires (Amadores Ramo Grande)
 
Brinde aos responsáveis pela tauromaquia das Sanjoaninas’2009. Toiro sem condições de ser pegado e, face à grande coragem e determinação do caras da Agualva, algumas atitudes menos sensatas de outros elementos do grupo. Nem fechado em tábuas foi possível chegar ao sucesso. Tentativa de cernelha frustrada e desespero não compreendido do grupo, a quem se pedia mais calma.
 
3º Toiro (JAF) nº218 505kg
 
Lindíssimo saro José Albino para Marcos Tenório, com o jovem de Elvas a tentar ganhar o toiro desde a saída. Compridos em bom estilo, e coerência plástica em toda a lide, apesar de um curto descaído a começar.
 
Marcos Tenória, numa passagem por Angra que deixou ainda muito por mostrar...
Fogosidade e carisma, mas com cuidados em falta nas aproximações ao toiro.
 
Pega – Adalberto Belerique (Tertúlia Tauromáquica Terceirense)
 
O cabo da Tertúlia em praça, com brinde aplaudido à memória de José Porto, e a aguentar um enorme derrote com valentia.
 
4º Toiro (RB) nº493 485kg
 
Vitor Ribeiro novamente a colocar no sítio, com sobriedade e técnica. Medindo bem o toiro, esteve seguro nos curtos, mas manchou um pouco a lide com um toque e um falhanço na cara do oponente. Fechou com palmas uma sorte de bons momentos e foi o melhor marialva da tarde.
 
Pega – Manuel Pires (Amadores Ramo Grande)
 
Primeiro intento com o grupo a falhar após grande reunião de Alex Rocha. À segunda tentativa repetiu-se a dose, de novo com o caras em grande estilo mas a sair magoado. Foi dobrado por Manuel Pires, que pegou com estoiro, mas não teve ajuda à altura, o mesmo sucedendo na hipótese seguinte, onde voltou a ser maior.
 
5º Toiro (RB) nº470 600kg
 
Dois ferros compridos a partirem no início da lide e Manuel Lupi a demorar para ter mão num toiro impressionante de figura e espantoso de apresentação.
 
Manuel Lupi na lide do seu segundo toiro de Domingo...
Lide aplicada, mas sem brio a destacar.
 
Pega – José Vicente (Tertúlia Tauromáquica Terceirense)
 
Cite curto e conciso. Bons braços, boa ajuda no derrote e uma pega de belo efeito para um jovem que não falha e que também brindara aos céus. Volta com grande ovação e chamada à praça do contra-caras João Pedro Ávila.
 
6º Toiro (IT) nº91 455kg
 
Marcos Tenório a tentar fazer a diferença no final da Feira de São João. Compridos em bom toque, e algumas hesitações nos curtos, a darem um balanço feito com aplausos á sua lide, dada a atitude obreira de um cavaleiro com arte no sangue, mas muito impetuoso.
 
Pega – André Parreira (Amadores Ramo Grande)
 
Chamou com muita intenção um toiro que se adivinhava difícil. Pega limpa, sem alvoroço e ajudas a cumprir nos últimos momentos de uma feira onde houve, de facto, qualidades em praça.
 
------------------------------------- 
Prémios:
 
Melhor Lide a cavalo: Vitor Ribeiro
 
Melhor Pega: José Vicente (Tertúlia Tauromáquica Terceirense)
João Pedro Ávila e José Vicente (TTT) agradecendo após a melhor pega da tarde...
 
Toiro (apresentação): 470 Rego Botelho
Prémio de apresentação para o imponente (600kg) nº470 de Rego Botelho.
 
Toiro (bravura): 241 Casa Agrícola José Albino Fernandes

Vitor Ribeiro, lidando o toiro mais bravo da corrida (nº 241 da C.A. José Albino Fernandes).

30.Jun.09

300.000...

300 mil passagens neste porto sem abrigo...

 

Com a ocupação plena das horas em tempos de festa, nem reparei que chegámos às 300 mil visitas. Estamos, pois, bem contentes.

Obrigado a quem por cá passa...


 

29.Jun.09

4ª Corrida Feira São João 2009 (27 Junho)

Fim de tarde com chuva insistente a quase estragar o espectáculo na Praça de Toiros Ilha Terceira. No caso das nossas notas, a solução foi mesmo arrumar o bloco e guardar a máquina fotográfica, pois a intempérie prometia danificar ambos. Na retina ficou uma corrida com momentos altos, muito por responsabilidade desse artista enorme que dá pelo nome de Alexandre Pedro "Pedrito de Portugal", em Angra a substitur o magoado "El Fundi", e que da melhor forma aproveitou o habitual gosto da aficion local pelo seu toureio. Em difíceis condições esteve grande ao seu primeiro toiro, tendo dificuldades nos seguintes, especialmente num segundo de baixa qualidade. Numa corrida com pegas rijas a cabo dos Amadores do Ramo Grande, e onde Vitor Ribeiro se exibiu em bom plano, fica a nota da "serenata" à chuva que Pedrito tentou, em bem, oferecer às gentes de São João.


 

29.Jun.09

3ª Corrida Feira São João 2009 (26 Junho)

1º Toiro (RB) nº479 495kg

 
Possante o primeiro da tarde, que Manuel Lupi aguardava em soberbo cavalo negro. Ferro de lado a abrir, numa tarde onde se esperava mais gente na praça prateada pelos anos.
 
Manuel Lupi, numa tarde em que "El Juli" abafou tudo e todos...
  
Nos curtos o jovem cavaleiro, com alternativa tirada o ano passado no campo Pequeno, tentou abrir a feição à sorte, mas foi-lhe faltando toiro para a função. Assim mesmo granjeou a assistência, com curtos de bom porte, um violino bem medido e um de palmo a fechar.
 
Pega – Álvaro Dentinho (Tertúlia Tauromáquica Terceirense)
 
Brinde sentido ao público, cite curto e reunião forte. Bem ajudado, ficou e cumpriu à primeira saída.
 
2º Toiro (RB) nº486 475kg
 
Bem formado, mas distraído, o toiro entrou ligeiro em praça, para Julián Lopéz “El Juli” lhe dar os lados, puxando com temple e intuição a falta clara. Na capa, e depois de bandarilhas medianas, trancou-se à trincheira e fez pela vida, realçando-se um passe de peito muito bonito. Para os menos conhecedores da sorte de varas, a falta de trapio do toiro, e consequente queda do brilho na lide, foi este um bom exemplo do que não se soube ser este “RB” capaz, de facto. Noção de risco espantosa de “El Juli”…
 
3º Toiro (RB) nº499 480kg
 
Manuel Lupi a brindar a “El Juli” e, montando um notável e reluzente dourado, a “despachar” a ferragem longa com o segundo à tira a ficar bem. Cambiada a entusiasmar no afago ao primeiro curto, mas com Lupi a exagerar na aproximação, levando dois toques. Esteve alegre e com o mérito de aproveitar os terrenos para a restante ferragem da lide.
 
Pega – Leonardo Gonçalves (Tertúlia Tauromáquica Terceirense)
 
Brinde hospitaleiro a “El Juli”, com o valoroso forcado a enrolar-se à primeira. Recuperou rápido para novo intento e, mesmo tendo descaído um pouco na cara, fechou-se claro.
 
4º Toiro (RB) nº447 530kg
 
“El Juli” para a segunda das suas três lides. Capote bem medido, verónicas e revolera a deixarem o toiro mais solto. Chicuelinas e um bom remate deixavam a descoberto um toiro de garbo e entrega. Pegou na capa e na lide com ganas e arrancou para um sucesso de elevado recorte, saindo sempre bem das sequências e aproveitando toda a nobreza ao dispor. Domínio absoluto da contenda, sempre com atitude elevada, com as bancadas de Angra submissas ao talento do madrileno, figura maior do toureio mundial. Duas voltas à praça, uma delas com o ganadero António Baldaya, que também foi à arena em nome da qualidade que o 447 permitiu à sorte de “El Juli”.
 
Ántónio Baldaya, chamado por "El Juli", dada a bravura do 4º toiro da ordem...
 
5º Toiro (RB) nº478 425kg
 
Toiro mais pequeno e a querer humilhar ao capote. Verónicas bem ladeadas. Bandarilhado o oponente, “El Juli” foi à capa tirar-lhe de esforço em terreno acertado. Fê-lo crescer em praça, mas desta feita foi claro que havia toureiro a mais. Com muita intuição, foi pisando a arena em busca de abertura para brilhar, salientando-se derechazos em série e belíssimos naturais, onde esteve crescente e com que arrancou para um final de sorte bem medida e com arte. Colocou o toiro em curros, deu volta em ombros e saiu pela porta grande. Gracias, “El Juli”!
 
6º Toiro (RB) nº476 530kg
 
Manuel Lupi depois da emoção do toureio apeado, que resultou em pleno nesta Feira de São João’2009. Bom comprido de entrada e um inicio de lide com fulgor. Falhanço ao primeiro curto e o muito ímpeto a dar mais dois toques ao cavalo. Bons recortes, mas alguma agressividade em excesso. Assim mesmo lide agradável e interacção com o público. Dois bons palmos a fechar.
 
Pega – César Fonseca (Tertúlia Tauromáquica Terceirense)
 
Grande primeiro intento, com todo o trabalho bem feito, mas a não ficar. Derrote muito forte à segunda, e a terceira tentativa o grupo a fechar, ajudando com vontade. Bom momento do rabejador Leonardo Gonçalves.
26.Jun.09

Prova adiada: Degraus d'Angra - 4º edição.

Imagem da parte final da prova, com os últimos degraus já junto à Memória...

Devido ao mau tempo verificado ontem em Angra, a quarta edição dos "Degraus d'Angra", prova a disputar na Passagem Silva Sarmento (Jardim de Angra/Memória), foi adiada para domingo, às 17 horas.
 
Integrada no programa das Sanjoaninas, e este ano com organização da Mar Bravo - Associação Juvenil, esta é uma das três provas de subida de degraus que se disputam na ilha Terceira.


 

26.Jun.09

Clássicos dão brilho às festas…

Amanhã, os automóveis clássicos de mãos dadas com as festas de São João...

Amanhã é o dia dos Clássicos nas Sanjoaninas’2009, com o 8º Passeio do TAC, desta feita em formato de volta à ilha, a ter a sua partida às 10 horas, na Rua Direita. Depois de uma passagem pela estrada litoral que liga Angra do Heroísmo à baia da Salga, as mais de 50 equipas presentes terão tempo para uma visita ao Farol das Contendas, seguindo-se um almoço no restaurante "Os Moinhos", em São Sebastião. Durante a tarde a viagem levará a vetusta caravana até à zona balnear dos Biscoitos, com os participantes a passarem pelas freguesias do Porto Martins e Cabo da Praia, pela cidade da Praia da Vitória, e pelas freguesias de Lajes, Vila Nova e Quatro Ribeiras, todas elas novidades em termos de percurso dos Passeios de Clássicos do Terceira Automóvel Clube.
Depois da pausa nos Biscoitos, será tempo do regresso a Angra do Heroísmo e da concentração dos veículos participantes na sede do TAC, onde decorrerá a entrega dos prémios a todos os participantes.
Como se referiu o 8º Passeio de Clássicos TAC/Volta à Ilha Terceira está inserido no programa das festas Sanjoaninas’2009, pelo que as velhas glórias das nossas estradas vão integrar, pelas 22h00, um desfile dos que terá como percurso passagens pelo Alto das Covas, Rua da Sé, Praça Velha, Rua da Sé e novamente Alto das Covas.
Segundo evento do ano da Secção de Clássicos do TAC, depois do 1º Encontro realizado a 23 de Maio, o certame está inserido nas comemorações do 34º aniversário do clube, que foi fundado a 26 de Maio de 1975.

 

"a UNIÃO" vai de Buggy!

 

O Buggy que a nossa reportagem vai conduzir amanhã...

Cumprindo uma vontade surgida no reactivar dos eventos com automóveis clássicos entre nós, “a UNIÃO” estará na estrada com mais um carro diferente no passeio das Festas de São João. Desta feita o Buggy Empi-IMP de Luís Gabriel Martins, um lindíssimo descapotável carroçado sobre uma base VW Carocha será o veículo a utilizar, pelo que o pedido de sol fica desde já feito, de forma a que a tripulação (que incluirá mecânico e fotógrafo…) possa usufruir em pleno da brisa leve que andar numa máquina daquelas proporciona. Fabricado em 1966, o VW em questão foi transformado em Buggy dez anos depois, altura em que (ainda longe do tempo dos telemóveis com câmara…) um conjunto de fotografias viajou de Lisboa para a Terceira, cativando a compra de um exemplar de excelente gosto. 



 

 

26.Jun.09

King of Pop - The End.

Michael Jackson, um desaparecimento que deixou o mundo da música em profundo luto...

Morreu Michael Jackson, o ícone máximo da música pop mundial e uma das mais controversas personalidades do estrelato artístico. Talentoso e irreverente, o seu visual andrógeno e as constantes mutações e bizarrias quase falaram mais alto do que a excelência e as inovações da sua música. Mais do que apreciações fáceis de fazer, fica uma nota de mágoa sempre visível num homem que a todo o tempo me pareceu tremendamente infeliz. E aquele que, como ninguém, soube andar na Lua...

Pág. 1/6