Miguel Sousa Azevedo

Create Your Badge
Terça-feira, 31 de Julho de 2007

Quadro.

Maçãs, pêssegos, peras e uvas...

 

"Apples, Peaches, Pears and Grapes"-Paul Cézanne (1879/80).

publicado por MSA às 12:05
link do post | comentar | favorito

Leituras...

Mesmo que deixem passar para ler amanhã ou depois (ou seja, com datas passadas...):

 

OS IMPARÁVEIS TRAMPOLINS DA POLÍTICA
A propósito de lambe-botas, bufos e outros malfeitores da escola primária


por: Rafael Ávila Barcelos

Leitor assíduo de jornais, por prática não leio a imprensa diária de datas passadas, excepto em tempo de férias, altura em que, antes de os remeter para a reciclagem, olho de relance as primeiras e últimas páginas dos envelhecidos diários acumulados. Vem isto a propósito de um título no já relativamente distante DI de 29 de Junho, que me chamou a atenção: Os imparáveis lambe-botas.
Como, na sequência do comportamento desviante de alguns oportunistas, bajuladores e delatores em exercício na esfera da acção governativa da república, nos últimos meses tem estado na ordem do dia da comunicação social nacional o protesto e um amplo debate político sobre delito de opinião e a liberdade individual e de imprensa, convicto de que aquele título remetia para uma abordagem de episódios concretos e de importantes matérias que entroncam na própria questão dos direitos, liberdades e garantias constitucionais, e ainda porque o texto vinha pela pena da mediática ex-governante e actual deputada Cláudia Cardoso, opinion-maker com qualidades intelectuais reconhecíveis na forma da sua intervenção pública, quebrei a minha própria regra e remeti-me, então, à leitura atrasada daquele texto.
Foi assim que, à medida que cada linha na coluna de opinião de última página rapidamente se consumia, se me apagava gradualmente a esperança de que não se reduzisse o texto a uma crónica em discurso abstracto em dois tempos, a partir da escola primária, onde corpos pequenos de “graxistas se desunhavam para subir na vida”.
Em qualquer caso, após a leitura e apesar de tarde, remeti-me, assim no silêncio já do dia seguinte, para o curioso exercício solitário de procurar recuar meio século no tempo, até à minha escola primária, uma fase da vida que não me ocupara até agora muito do exercício da memória. Parti à procura desses malfeitores, lambe-botas e bufos ainda meninos, e aos poucos, na escuridão da noite se foi gradualmente fazendo luz, com múltiplos episódios da própria escola e do seu ambiente circundante a recuperarem a nitidez do dia.
Por exemplo, um professor de outra turma, de nome Emanuel Félix, entrou um dia na sala de aula acompanhado de um amigo, e eis que o visitante saca de um lápis e desata a fazer desenhos nas sebentas dos meninos, estupefactos mas encantados. A mim, saiu-me um burrinho de ar simpático que guardei tão empenhadamente que lhe perdi o rasto, e como eu gostaria hoje de ter esse desenho assinado pelo pintor Rogério Silva...
Também recuperei do tempo a memória velha de um dia em que ia para a escola ali pela Rua do Rego, quando deparei com um admirável automóvel novo estacionado em frente à então Casa dos Bordados. Sentei-me no ladrilho, puxei da sebenta, e encostado ao pára-choques lá fui desenhando o emblema que a brilhante máquina cinzenta ostentava na grelha cromada: um losango onde ao longo do eixo menor horizontal se encontrava uma palavra que não conseguia ler, limitando-me por isso a desenhar cada letra que a compunha: BORGWARD. E da traseira do automóvel ainda consegui recuperar outra palavra, esta mais parecida com as letras que começávamos a aprender na escola primária: Isabella, na realidade a primeira paixão da minha vida. Quando já sabia ler, foi com tristeza que soube da falência daquele construtor alemão de automóveis.
E veio-me à memória um dia em que, saídos da escola do Alto das Covas, corríamos em grupo rua abaixo à conquista da Praça Velha quando, chegados à Sé, descia a escadaria da catedral um padre todo aperaltado nas suas vestes negras e vermelhas, a quem alguns meninos pediram “santinhos”. Não vieram as imagens dos Santos, mas o bispo estendeu a mão em que os mesmos meninos depositaram um beijo num anel dourado que parecia enorme, perante a estupefacção de outros meninos pouco interessados em seguir o ritual. Não sei se alguns de nós terão ali ficado excomungados prematuramente há meio século, mas a verdade é que esta foi a única cena que a memória me conseguiu recuperar de há cinco décadas, que pudesse minimamente confundir-se com a acção de meninos lambe-botas e bufos, embora duvide que daí tenham vindo do céu benesses ou castigos.
Contudo, não foi necessário grande esforço para encontrar a memória de professores que davam “bolos”, ou seja, reguadas nas palmas das mãos dos meninos para os ensinar a ser bons cidadãos, e estes lá iam metendo uma mão entre as pernas para aliviar a dor nas pequeninas palmas vermelhas e inchadas, enquanto sujeitavam a outra mão ao castigo, não fossem estes educadores falhar na sua acção pedagógica. Ou aquela professora que humilhava e ameaçava os meninos que escreviam com a mão esquerda, como eu… Em resumo, os poucos malfeitores que a memória me resgatou desse tempo eram professores, embora não duvide de que haveria meninos queixinhas (este menino tirou-me o lápis, aquele deu-me uma canelada…) como não duvido de que, por comparação, este ou aquele menino pudesse exagerar nas manifestações de afecto aos professores estimados e respeitados sem temor, por isso respeitados de facto. Eu, que me lembre, fui mais do género de se arrastar sozinho pelo fundo da sala ou os cantos do recreio, o que também não era nada bom para um salutar desenvolvimento social. Agora, francamente, de meninos malfeitores não consegui lembrar-me de nenhum e acho até inadequado caracterizar-se crianças da escola primária como lambe-botas e bufos, como acho populista, e até perigoso à mesma luz das genuínas preocupações que o texto parece encerrar na sua origem, identificar adultos lambe-botas e bufos como indivíduos “de dedos entrelaçados e voz sumida”.
Não duvido, todavia, de que o promissor artigo pudesse ter sido útil de facto na defesa da qualidade da democracia, se canalizada a sua energia para situações mais concretas, porque delação é a denúncia privada, mas a denúncia pública pode ser um acto de cidadania, e ninguém duvidará de que a cronista, sendo deputada e vivendo assim no mundo da política e das políticas partidárias, saberá do que fala quando trata de lambe-botas e bufos, já que poucas pessoas duvidariam de que seja precisamente nesse universo que se encontrem as maiores concentrações imagináveis de lambe-botas e bufos por metro quadrado.
A título de exemplo, teria sido muito mais útil que a jovem deputada procurasse um acordo entre os partidos com assento parlamentar para a extinção das suas próprias organizações juvenis, uma espécie de escolas primárias dos partidos e aparentemente imparáveis trampolins da política, onde jovens já muito longe de meninos, não necessariamente com qualidades intelectuais, culturais ou humanas relevantes, mas dotados do faro das chamadas “qualidades políticas”, que geralmente se encontram no extremo oposto das outras, exercitam nos aparelhos das chamadas “Jotas” para irem perpetuar vícios e interesses nos aparelhos partidários, quantas vezes assinando cenas que decerto muito mais envergonhariam os seus educadores e pais do que todas as hipotéticas malfeitorias ingénuas dos seus anos na genuína escola primária.
Por esta via da elevação do sentido de cidadania, não teria ficado o promissor artigo reduzido a quase nada. É que, se o grau de qualidade da classe política é um bom indicador da qualidade da democracia em qualquer sociedade, o grau de qualidade da democracia é directamente proporcional à qualidade do jornalismo que nessa mesma sociedade se pratica, embora Portugal não tenha a tradição de atribuir essa importância aos jornais, começando pelos próprios.

 

in "Diário Insular".

PS-Espero que o Rafael não se acanhe com a "postagem" integral do artigo. É que gostei mesmo.


publicado por MSA às 11:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 30 de Julho de 2007

Coincidências.

temos o mesmo nome, pois é...

 

Esta manhã, numa visita a uma Creche do concelho da Praia da Vitória, deparei-me com esta coincidência engraçada. Por oito dias apenas este meu homónimo, que não cheguei a conhecer, até dividiria comigo a data de aniversário.

Desejo-lhe felicidades...

publicado por MSA às 18:50
link do post | comentar | favorito

Café.

Na Praia da Vitória. Onde o sol parece gostar mais das pessoas...

Ou será que foi só hoje?...

publicado por MSA às 18:48
link do post | comentar | favorito

Cartaz.

é altura de começar a pensar em ir...

publicado por MSA às 10:13
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 27 de Julho de 2007

Em Louvor...

Anteontem tive o prazer de ser convidado para Mordomo do Império dos Inocentes da Guarita. Sinceramente tal nunca me tinha passado pela cabeça, e muito menos percebi que me caberia a responsabilidade de "escolher" os restantes membros para as Festas de 2008. Mas, e dito e feito, redobrou-se-me o prazer ao terem, durante a manhã de hoje, aceite de imediato os quatro amigos com quem falei. Agora não há quem escolhou ou foi escolhido, há um grupo e uma missão de respeito a desempenhar...
publicado por MSA às 21:42
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Toys "R" Nice...

um antigo Land Rover cinza...

 

Bonita colecção, Nuno. Dá gosto Vê-la...

publicado por MSA às 16:48
link do post | comentar | favorito

46 dias?!?...

O "64" em grande estlio nas Avenidas...!

Foto: Samuel Fagundes

Foi voz corrente o sucesso alcançado pela Tourada à Corda realizada nas "antigas Pedreiras" de Angra do Heroísmo, por ocasião das "Sanjoaninas'2007". Ora, e sabendo-se do apoio da Casa de Pessoal da RTP-Açores na elaboração e divulgação do evento, era natural a espera ansiosa pela reportagem alargada da Tourada das agora "Avenidas"...

Pois a transmissão do acontecimento começou a ser anunciada nos écrans aí há coisa de uma semana, estando agendada para o próximo dia 10 de Agosto...!

Ou seja, o nosso canal regional e de serviço público precisou de 46 (!) dias para editar e realizar o programa sobre a Tourada...e nem teve o cuidado de o anunciar correctamente, pois o spot emitido refere a Avenida Álvaro Martins Homem como o local que recebeu a festa, e o certo era fazê-lo em relação à Avenida Infante Dom Henrique. Isto é cada surpresa!...

publicado por MSA às 16:14
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Era muito "simplex" demais...

Afinal parece que não se pode andar tão depressa com as coisas. Pelo menos assim diz um parecer elaborado pelo constitucionalista Gomes Canotilho, feito a pedido da Ordem dos Notários.

Eles (os Notários...) sentiram-se lesados com tanta coisa "na hora". Eu (o autor do blogue...) sempre achei que era velocidade a mais... 

publicado por MSA às 12:21
link do post | comentar | favorito

O "Cartoon dos Primos"...

O engraçado "Cartoon", mais um do Bruno...!

 

Ontem ficou "on-line" mais uma referência à "Equipa dos Primos" que participou no "Circuito do Verão'2007". Desta feita veio da mão artista do Bruno Rafael e traduzida num engraçado "Cartoon" do Renault Clio "S1200" (foi o Bruno que escreveu isto, não fui eu...).

Na prova o carro ostentava o "logo" do blogue onde o talentoso designer terceirense dá largas à sua veia criativa. Os "Primos" ficaram (mais uma vez...) contentes...

Obrigado, Bruno!

publicado por MSA às 11:40
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 26 de Julho de 2007

Cheiro de Verão.

Esta manhã, ao abrir a porta e sair para o trabalho, fui bafejado com aquele cheiro a Verão. Intenso e penetrante, a fazer apetecer ir para dentro do mar mal se acorda.

É verdade, e não sei se para o dia todo, mas hoje esta terra "tresanda" a Verão! Ui!

publicado por MSA às 12:23
link do post | comentar | favorito

"Contra o medo..." (Manuel Alegre).

Pronto, quer apreciem ou não, acho que não se deve ir para férias sem ler este artigo...
publicado por MSA às 12:16
link do post | comentar | favorito

Imagem.

Água cristalina nas Manadas, São Jorge...

Foto: João Monjardino.

publicado por MSA às 11:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 25 de Julho de 2007

Festas da Guarita'2007.

O altar do Império dos Inocentes da Guarita...

Foto: "Azoriana".

 

Já começaram no Domingo, e vão seguir até à Tourada do próximo dia 4 de Agosto. Como são as festas mais próximas de casa e as que me habituei, desde miúdo, a acompanhar mais ou menos de perto, aqui fica um "cheirinho" do que aí vem...

Há terço até amanhã 5ªfeira (26), dia em que o programa integra o Pezinho, pelas 18H30, a cantoria e a Ceia dos Criadores, a partir das 21H00.
Na sexta-feira (27) há Bênção (12H00) e distribuição de carne (15H00) e esmolas junto ao Império (16H00). A noite será preenchida com a actuação do conjunto musical “Vanguarda” (22H00).
Para sábado (28) está programada uma carneirada (19H00), havendo ainda uma noite regional com desfile e actuação do Grupo Folclórico “As Macanitas” de Tercena, do Continente (21H00).
No domingo (29), a partir das 10H30, começar-se-ão a juntar as crianças junto ao Império, seguindo-se a Coroação (11H00), uma missa por alma dos Irmãos falecidos no Santuário da Conceição (12H00), distribuição de massa (13H00), Procissão de oferendas (18H00), a actuação de Tó Moreira (22H00), e ainda a nomeação da comissão para o próximo ano e a extracção de pelouros (23H30).
No dia 30 há noite regional, com desfile e actuação de diversos grupos folclóricos da ilha Terceira, a partir das 21H00.
O dia 31, terça-feira, é preenchido com a actuação da "One Man Band" (22H00), enquanto para 1 de Agosto, quarta-feira, está prevista uma surpresa, pelas 21H00.
No dia 2 de Agosto há uma reunião da Comissão, aberta ao público entre as 21 e as 22H00. A partir das 22H00, destina-se só a elementos da Comissão.
A 3 de Agosto, a partir das 20H00, têm início os preparos para tourada à corda do dia seguinte.
Finalmente, para o dia 4, está agendada uma excursão ao Tentadero da Casa Agrícola José Albino Fernandes (12H00), a actuação da Filarmónica União Católica da Serra da Ribeirinha (13H00), a sempre aguardada Tourada à corda (18H30), bem como desfile e actuação da Filarmónica União Católica da Serra da Ribeirinha em várias casas da freguesia.

publicado por MSA às 13:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Para a Geração dos 30...(Nuno Markl).

(Este texto foi recebido por email...e é do "grande" Nuno Markl. Obrigado pela lembrança ao citado Markl...a "nossa" geração é que agradece, hã!!!):

 

"A juventude de hoje, na faixa que vai até aos 20 anos, está perdida. E está perdida porque não conhece os grandes valores que orientaram os que hoje rondam os trinta. O grande choque, entre outros nessa conversa, foi quando lhe falei no Tom Sawyer. "Quem? ", perguntou ele.
Quem?! Ele não sabe quem é o Tom Sawyer! Meu Deus... Como é que ele consegue viver com ele mesmo? A própria música: "Tu que andas sempre descalço, Tom Sawyer, junto ao rio a passear, Tom Sawyer, mil amigos deixarás, aqui e além..." era para ele como o hino senegalês cantado em mandarim.Claro que depois dessa surpresa, ocorreu-me que provavelmente ele não conhece outros ícones da juventude de outrora. O D'Artacão, esse herói canídeo, que estava apaixonado por uma caniche; Sebastien et le Soleil, combatendo os terríveis Olmecs; Galáctica, que acalentava os sonhos dos jovens, com as suas naves triangulares; O Automan, com o seu Lamborghini que dava curvas a noventa graus; O mítico Homem da Atlântida, com o Patrick Duffy e as suas membranas no meio dos dedos; A Super Mulher, heroína que nos prendia à televisão só para a ver mudar de roupa (era às voltas, lembram-se?); O Barco do Amor, que apesar de agora reposto na Sic Radical, não é a mesma coisa. Naquela altura era actual... E para acabar a lista, a mais clássica de todas as séries, e que marcou mais gente numa só geração: O Verão Azul. Ora bem, quem não conhece o Verão Azul merece morrer. Quem não chorou com a morte do velho Shanquete, não merece o ar que respira. Quem, meu Deus, não sabe assobiar a música do genérico, não anda cá a fazer nada.
Depois há toda uma série de situações pelas quais estes jovens não passaram, o que os torna fracos: Ele nunca subiu a uma árvore! E pior, nunca caiu de uma. É um mole. Ele não viveu a sua infância a sonhar que um dia ia ser duplo de cinema. Ele não se transformava num super-herói quando brincava com os amigos. Ele não fazia guerras de cartuchos, com os canudos que roubávamos nas obras e que depois personalizávamos.
Aliás, para ele é inconcebível que se vá a uma obra. Ele nunca roubou
chocolates no Pingo-Doce. O Bate-pé para ele é marcar o ritmo de uma canção.

Confesso, senti-me velho...

Esta juventude de hoje está a crescer à frente de um computador. Tudo bem, por mim estão na boa, mas é que se houver uma situação de perigo real, em que tenham de fugir de algum sítio ou de alguma catástrofe, eles vão ficar à toa, à procura do comando da Playstation e a gritar pela Lara Croft. Óbvio, nunca caíram quando eram mais novos. Nunca fizeram feridas, nunca andaram a fazer corridas de bicicleta uns contra os outros. Hoje, se um miúdo cai, está pelo menos dois dias no hospital, a levar pontos e fazer exames a possíveis infecções, e depois está dois meses em casa fazer tratamento a uma doença que lhe descobriram por ter caído. Doenças com nomes tipo "Moleculum infanticus", que não existiam antigamente.
No meu tempo, se um gajo dava um malho muitas vezes chamado de "terno" nem via se havia sangue, e se houvesse, não era nada que um bocado de terra espalhada por cima não estancasse.
Eu hoje já nem vejo as mães virem à rua buscar os putos pelas orelhas,
porque eles estavam a jogar à bola com os ténis novos. Um gajo na altura
aprendia a viver com o perigo. Havia uma hipótese real de se entrar na
droga, de se engravidar uma miúda com 14 anos, de apanharmos tétano num prego enferrujado, de se ser raptado quando se apanhava boleia para ir para a praia. E sabíamos viver com isso. Não estamos cá? Não somos até a geração que possivelmente atinge objectivos maiores com menos idade? E ainda nos chamavam geração "rasca"...
Nós éramos mais a geração "à rasca", isso sim. Sempre à rasca de dinheiro,
sempre à rasca para passar de ano, sempre à rasca para entrar na
universidade, sempre à rasca para tirar a carta, para o pai emprestar o
carro. Agora não falta nada aos putos.
Eu, para ter um mísero Spectrum 48K, tive que pedir à família toda para se juntar e para servir de presente de anos e Natal, tudo junto. Hoje, ele é
Playstation, PC, telemóvel, portátil, Gameboy, tudo.
Claro, pede-se a um chavalo de 14 anos para dar uma volta de bicicleta e ele pergunta onde é que se mete a moeda, ou quantos bytes de RAM tem aquela versão da bicicleta.
Com tanta protecção que se quis dar à juventude de hoje, só se conseguiu que 8 em cada dez putos sejam cromos.
Antes, só havia um cromo por turma. Era o totó de óculos, que levava porrada de todos, que não podia jogar à bola e que não tinha namoradas.
É certo que depois veio a ser líder de algum partido, ou gerente de alguma
empresa de computadores, mas não curtiu nada."

Passada a citação, o autor deste blogue aconselha uma visita demorada a este site...

PS-Mas, será mesmo assim? Eles não sabem mesmo quem é o Tom Sawyer?...


publicado por MSA às 12:09
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Para distrair...

Então, quantos são?...

 

-12 ou 13 pessoas?


Olhem para a imagem e contem o número de pessoas.

Esperem que a imagem se desloque e toca de contar novamente.
São 12 pessoas. Ops, são 13 pessoas...


 

 

publicado por MSA às 11:53
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 24 de Julho de 2007

A minha vida dava um filme indiano.

(Um "clássico", aqui ainda na versão original dada a conhecer no programa "O Perfeito Anormal"...)

publicado por MSA às 22:16
link do post | comentar | favorito

Tribunal condena Ricardo Teodósio.

o carro acidentado numa tarde de tragédia...

 

O título do post é o retrato exacto do que a Comunicação Social fez com o infeliz episódio, ocorrido no final do "SATA Rali Açores" de há dois anos atrás, e do qual resultou a perda de uma vida humana: vender a "bomba" e deixar de lado respeitos e rigores...

Tão só por isso recordo apenas o que escrevi na altura, e que foi publicado em diversos órgãos nacionais, motivando algumas reacções, inclusivamente do próprio piloto que me ligou a agradecer a frontalidade...

A notícia de agora, copiei-a do site "Sport Motores", e sempre tem a visão não-mercantilista dos factos anexa:

"Ricardo Teodósio condenado pelo tribunal da Ribeira Grande - Açores

-José António Marques

Ricardo Teodósio foi esta 2ª feira condenado a 4 meses sem carta, ao pagamento de uma multa de 50 mil Euros, e ainda de uma indemnização de cerca de 40 mil Euros à família da vítima mortal do acidente em que esteve envolvido no Sata Rali dos Açores de 2005.

O facto é noticiado no site do jornal "O Jogo" onde é dada conta da condenação do algarvio por homicídio negligente.

Recorde-se que nessa edição da prova Ricardo Teodósio esteve envolvido num acidente de viação na ligação entre a derradeira classificativa e o parque de assistência. O algarvio embateu num automóvel que saiu de uma via sem prioridade acabando por resultar do acidente uma vítima mortal que seguia no lugar dianteiro direito do véiculo que sofreu o embate.

Segundo o tribunal açoreano, Teodósio seguia a mais de 100km/h (não tendo provado a velociodade exacta) numa via onde o limite era de 50 km/h, existindo no local um semáforo de velocidade que se encontrava verde na altura da passagem do Mitsubishi Lancer.

Ainda segundo o site "O Jogo", a juiza Fernanda Falé determinou que a Teodósio era atribuída 30% da responsabilidade do acidente sendo os restantes 70% atribuidos ao condutor do veículo que sofreu o embate.

O local onde se deu este acidente era conhecido pela elevada sinistralidade, sendo de realçar que após esse acidente foi construída uma rotunda no local.

Para além de toda a polémica que rodeou este acidente, a comunicação social sensacionalista ajudou um pouco a lançar a confusão, com reportagens parciais que não transmitiram a verdadeira realidade ocorrida. A prova do senscionalismo é mesmo a notícia publicada hoje no site do diário desportivo acima referido, já que não é costume este jornal publicar notícias da actualidade do Campeonato Nacional de Ralis
."

 

 

publicado por MSA às 13:03
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Galopante.

Cada vez mais acrescento links e links à lista.

Cada vez menos os organizo...

publicado por MSA às 12:03
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Imagem.

O popularucho Quim com a Comissão de São Bento...

 

Quim Barreiros com a Comissão das Festas "São Bento 2007"

Da esquerda para a direita- Marco Vieira, Rui Soares, Valter Braga, Quim Barreiros, Paulo Soares, Luís Ferreira e Filipe Alexandre.

As festas? Foram um sucesso...!

publicado por MSA às 11:53
link do post | comentar | favorito

Um Poema para o dia 24 de Julho de 2007.

QUILTS (Nikky Giovanni)

 

(for Sally Sellers)


Like a fading piece of cloth
I am a failure

No longer do I cover tables filled with food and laughter
My seams are frayed my hems falling my strength no longer able
To hold the hot and cold

I wish for those first days
When just woven I could keep water
From seeping through
Repelled stains with the tightness of my weave
Dazzled the sunlight with my
Reflection

I grow old though pleased with my memories
The tasks I can no longer complete
Are balanced by the love of the tasks gone past

I offer no apology only
this plea:

When I am frayed and strained and drizzle at the end
Please someone cut a square and put me in a quilt
That I might keep some child warm

And some old person with no one else to talk to
Will hear my whispers

And cuddle
near
publicado por MSA às 11:50
link do post | comentar | favorito

The New (Nuova) Fiat 500...

publicado por MSA às 01:26
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 23 de Julho de 2007

Imagem.

Casey Stoner na brilhante vitória de ontem (GP Usa-Moto GP)...

Foto: www.motorsport.com

publicado por MSA às 11:53
link do post | comentar | favorito

Ensinamento(s)...

O "mapa" do Sr. Ministro...

 

Pois é. Já tem dois mesitos o "mapa" do Sr. Ministro Lino...

publicado por MSA às 07:48
link do post | comentar | favorito

E o Bob, pessoal? E o Bob?...

Pois, de facto, o evento foi anunciado (com pompa, circunstância e outros atributos que tais...), mas as coisas saíram furadas. O Bob não apareceu em São Miguel, tudo correu mal, e aqui está o esclarecimento por parte da promotora...

 

Noutras palavras, o que prometia ser o "hit" do Verão açoriano passará a ser recordado como o "flop" de 2007...

 

Fica aqui um "cheirinho" do que faz o homem que, pelos vistos, não é lá muito respeitador de compromissos...:

 

 

publicado por MSA às 03:18
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

A imagem...

Ainda se lembram daquela cena do cartaz da "Feira de São João" deste ano? Só há pouco reparei que o blogue "ILHAS" tinha postado as duas imagens. E disponibilizado o link para a notícia que despoletou a pequena (mas original...ao menos isso!...) polémica.

Já agora, como é que a coisa ficou?...

publicado por MSA às 03:05
link do post | comentar | favorito
Domingo, 22 de Julho de 2007

Nutrição.

Já repararam que as coisas "light" estão a desaparecer? Agora é tudo "zero"...
publicado por MSA às 21:20
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 21 de Julho de 2007

Imagem.

Um Festival aéreo sobrevoando a "Big Apple"...
publicado por MSA às 11:04
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 20 de Julho de 2007

Provas Globais 2006/07-"Pérolas"...

(aqui ficam, foram enviadas por email e amputadas dos comentários anexos...)

Biologia
 

'A respiração anaeróbia é a respiração sem ar que não deve passar de três minutos.' 
 
' As plantas distinguem-se dos animais por só respirarem à noite.' 

 
'Os crustáceos fora de água respiram como podem.' 

 
'Carácter sexual secundário são as modificações morfológicas sofridas por um indivíduo após manter relações sexuais.' 
 
'A insónia consiste em dormir ao contrário.' 

  
'Quando um animal irracional não tem água para beber, só sobrevive se for empalhado.' 

 

'O coração é o único órgão que não deixa de funcionar 24 horas por dia.' 
  
 

'Os ruminantes distinguem-se dos outros animais porque o que comem, comem duas vezes.' 
    
'As aves têm na boca um dente chamado bico.' 
   
'O Sol dá-nos luz, calor e turistas.' 
     
'A principal função da raiz é enterrar-se.' 
   
 
'O vento é uma imensa quantidade de ar.' 
   
História

 

'O objectivo de uma Sociedade Anónima é ter muitas fabricas desconhecidas.' 
   
'Na Grécia a democracia funcionava muito bem porque os que não estavam de acordo envenenavam-se.' 
    
'As múmias tinham um profundo conhecimento de anatomia.' 
    
'A arquitectura gótica notabilizou-se por fazer edifícios verticais.' 
    
'A febre amarela foi trazida da China por Marco Polo.' 
   
'A harpa é uma asa que toca.' 
 
'Péricles foi o principal ditador da democracia Grega.' 
   

'Os Egípcios antigos desenvolveram a arte funerária para que os mortos pudessem viver melhor.' 

 

Geografia
 
'O petróleo apareceu há muitos séculos, numa época em que os peixes afogavam-se dentro de água.' 

  
'O problema fundamental do terceiro mundo é a superabundância de necessidades.' 

   

Geologia

 

'Terramoto é um pequeno movimento de terras não cultivadas.' 
   
 Química

 

'Lavoisier foi guilhotinado por ter inventado o oxigénio.' 
 

publicado por MSA às 16:14
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Da bancada.

Em tempo de movimentações, Santana...sempre alerta.
publicado por MSA às 16:08
link do post | comentar | favorito

Cartaz.

Coro Pactis, amanhã na "Carmina"...

publicado por MSA às 11:46
link do post | comentar | favorito

"Equipa dos Primos": O Video!

Com a preciosa colaboração do nosso amigo Duarte Veríssimo "Marmita", aqui ficam as imagens possíveis desta aventura no "Circuito de Verão'2007"...:

 

publicado por MSA às 03:05
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Bons tempos de "canalha"...

a "minha" sala na Escola Primária da Conceição...

 

Aqui há umas duas semanas, e a meio de uma visita de trabalho, reparei numa senhora sentada à espera de vez num serviço público. Demorei alguns segundos a identificar a minha primeira professora da Escola Primária, afinal ia para bem mais de dez anos que não a via. Aliás, e que me recorde, o último contacto foi há bem mais que isso, e através de um pequeno recado que me endereçou com felicitações pela vitória num Concurso de Poesia. A Professora Filomena foi, sem dúvida, das poucas que tive a conseguir entender-me, guardo-lhe por isso, e pela forma terna como levava os alunos ao mistério do ensino, um lugar grande no coração.

O breve encontro, no qual actualizamos situações e realidades levou-me, num ápice e para os minutos seguintes, numa viagem de regresso ao passado pelas carteiras e recreio da Escola da Conceição, um local que tinha quase esquecido, embora por lá passe diversas vezes. Tenho mesmo de confessar que, à parte o convívio e as aventuras partilhadas com antigos colegas, nenhum estabelecimento de ensino onde tenha andado me motiva particulares recordações ou afectos, reflexo directo do facto de nunca ter gostado de estudar. Tão só porque sempre gostei de saber coisas, mas também porque sempre detestei que mas impusessem sem alternativa. Mormente as duas ou três “reformas” educativas que vivi e foi sempre isso que aconteceu: Programas amorfos, ausência de ligação à vida prática e o eterno medo de perder os anos, tudo fazendo para passar mesmo sem nada saber…ainda será assim?

Mas, e voltando ao então mais engraçado e florido recreio da Escola da Conceição, as lembranças são de um amontoado de crianças que faziam barulho e transpiravam brincadeiras. As idas de fugida à “casa Velha” (antiga Fábrica de Curtumes), onde um tanque enorme fazia as nossas delícias, os rebuçados e “gamas” baratas na Cantina da Polícia, a minha fuga constante aos jogos de futebol (onde nunca aproveitei as boas capacidades físicas para saber aconchegar a “redondinha”…), as subidas acrobáticas das grandes escadas de madeira do Gabinete do G.A.R. (lembram-se do apoio à reconstrução após o sismo de 80?...), em cujos pré-fabricados também nos aventurávamos, ou as corridas de velocidade ao redor da escola, onde pude dar largas à minha vocação de organizador e onde o meu Casio com calculadora era o cronómetro oficial. Bem me lembro do recorde da volta à escola de cima: um tempo-canhão de 21,54 estabelecido pelo Gilberto (que tinha uma alcunha semelhante a “Catanilha”, e que nunca percebi o que queria dizer…) correndo de sandálias de plástico. Isto antes da afronta de nos terem encerrado os telheiros, “remendo” ainda hoje em voga por outras escolas e prova gritante da nossa paragem no tempo…

Chegados à sala de aula, onde a hora do leite significava a maior repulsa que o meu estômago ainda recorda, não posso deixar de referir o incentivo que nos dava a Professora Filomena no sentido de aprendermos com gosto. Bem sei que o facto de ter entrado a saber ler e escrever, factor onde o meu Avô Fernando foi o mestre de serviço, me dava um estatuto diferente e muito tempo de sobra para aguardar a ida para casa. Mas até nisso soube a nossa educadora gerir as diferenças e nunca senti que fosse mais que ninguém, o que até hoje lhe agradeço. Com o avançar dos anos as coisas foram ficando menos fáceis mas, naquele edifício ali defronte da Polícia, tirando uma queda que me deixou uma cicatriz na testa, não me lembro de ter puxado muito pela cabeça. Até porque, em tempos da terceira classe, a visita do sarampo coincidiu com a aprendizagem das contas de dividir. Resultado lógico: ainda hoje não as sei fazer!

Em suma, e sem querer enfatizar a minha passagem pela Primária, que pode nem interessar muito, quis deixar expresso em crónica o meu apreço por uma senhora bondosa, compreensiva e que, há poucos dias, deixou brilhar os olhos ao rever um antigo aluno que teve o maior gosto nisso. E nem preciso lembrar-me da mestra que se seguiu (já em alturas da 4ª classe), e que nos atemorizou a vida num horário de desdobramento das 13 às 18, para agradecer à minha primeira Professora os ensinamentos oferecidos. Os da escola, que nem sempre soube aproveitar. E os da vida, que só mais tarde percebi serem preciosos…

publicado por MSA às 02:37
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Quinta-feira, 19 de Julho de 2007

Novo M3: Poesia com 420 cv...

Lindíssimo, o novo BMW M3...

 

A nova versão do mítico modelo bávaro é irresistível. Assim como as bem encadeadas palavras do meu caro amigo Rui Pelejão. A deixarem água na boca para ler o teste feito no Circuito Alberto Ascari...

publicado por MSA às 17:34
link do post | comentar | favorito

Monarquia sem beira...

O Candidato à Câmara de Lisboa pelo Partido Popular Monárquico (nunca entendi este nome...como é que é popular se é monárquico?...), Gonçalo da Câmara Pereira, foi o menos votado dos 12 que se prestaram a contas com as urnas. Obteve apenas 745 votos, sendo de realçar ter tido somente 1 voto em oito freguesias, uma delas a do Castelo, o que pouca abona em favor da proximidade com a casa real...

Não que seja um dado importante, mas não gosto do personagem em questão, e sempre temos de "acanalhar" alguém de quando em vez...!

publicado por MSA às 16:46
link do post | comentar | favorito

Ralis: Sobre uma "não-reportagem"...

O blogue é novo, mas a discriminação antiga...
publicado por MSA às 16:28
link do post | comentar | favorito

"Boca" do Presidente...

Carlos César "mandou" a piadinha aos que apelidou como "viciados em estatísticas", dizendo que devem "esperar resultados dos investimentos" feitos nos Açores.

É certo que tratava da temática relativa às autarquias mas, Senhor Presidente, não está sempre o executivo com "o carro à frente dos bois" no tocante ao investimento público?

Não sou eu nem os ditos "viciados em estatísticas" quem o diz...

publicado por MSA às 16:20
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 18 de Julho de 2007

Governo não quer Porto "feliz"...

O logo do projecto agora em causa.

Foi suspenso o financiamento do Projecto "Porto Feliz", uma iniciativa que Rui Rio implementou na cidade do Porto, logo após ganhar as eleições autárquicas em 2001.

Os pormenores da notícia podem se lidos ou ouvidos aqui, aqui e aqui, mas não resta a dúvida de que o objectivo governamental é fazer morrer uma iniciativa conotada com um autarca social-democrata que, por acaso, até se demarca dos restantes em diversas áreas. Contra isso nenhum dos argumentos estatais é válido, pelo que fica clarificada a intenção de fazer ruir um projecto que tirou das ruas centenas (cerca de 600) de arrumadores e recuperou uma grande percentagem (perto de 50%) deles, para além do ganho em segurança e tranquilidade inerente aos cidadãos.

Cada vez mais parece que tem de se viver mal em Portugal...

publicado por MSA às 16:27
link do post | comentar | favorito

"Football": Os 50 melhores...

O "Times" elegeu os 50 melhores jogadores da actualidade. O Pódio é composto por Káká (AC Milan), Ronaldinho Gaúcho (Barcelona) e Cristiano Ronaldo (Manchester United).

Leiam e vejam lá se concordam (a proposta deles é mesmo essa)...

publicado por MSA às 13:00
link do post | comentar | favorito

Festivais de Verão.

Música e calor por esse Verão fora...

 

O Verão já vai adiantado e a Música tem sempre o seu lugar de eleição nos meses em que queima o Sol. Os Festivais de Verão têm lugar cativo nas agendas de muito portugueses.

Embora nunca tenha sido grande adepto deles, aqui fica um blogue com utilidade comprovada...

publicado por MSA às 11:55
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Irritação.

. Luís Miguel Rego fez hist...

. Urban Art.

. Atlântida Taurina (Festas...

. Feira Taurina Graciosa 20...

. Ralis rumam à Ilha do Sol...

. Homenagem.

. Délio Teodoro e Dânia Fur...

. Wolfmother - Dimension

. A emoção paternal de "Rub...

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.quem cá passa

Contador de visitas

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds