Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PORTO DAS PIPAS

miguel de sousa azevedo - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel de sousa azevedo - açores

31.Dez.06

Um Poema para o último dia do ano.

"RECEITA DE ANO NOVO" (Carlos Drummond de Andrade)

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor de arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação como todo o tempo já vivido
(mal vivido ou talvez sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser,
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?).
Não precisa fazer lista de boas intenções

para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar de arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto da esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.
Para ganhar um ano-novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo de novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

30.Dez.06

Smoke, music & people...

Estão passados já uns dias. O encanto inicial mantém-se e só não cresceu devido ao inimigo de sempre: o trânsito. Especialmente o de Gaia, o maior concelho do país e, provavelmente, aquele onde os "remendos" e soluções urbanas se cotam como mais caóticas...

A música brasileira reapareceu. E bastaram duas noites de actuações do Illen (o nosso eterno-amigo dos "Dança & Balança) para reaprendermos o léxico e a tendência da noite com os "nossos" irmãos. Quinta-feira no "Ibla" (Leça) e ontem no "Bar da Praia" (Póvoa). Axê para eles!

E o fumo dos autocarros? E a falta de ar permanente nos "Shoppings" e arredores? E o barulho ensurdecedor de centenas de pessoas a falarem após o Natal?...

Mas o Porto. Este Porto lindo e nosso. Continua assim...

PS-Saldos e preços incríveis no "Factory" de Vila do Conde...

27.Dez.06

Os Sobrinhos'2006...!

Pois é, cá estão eles:

O Afonso e a Beatriz, em Viseu...

23 de Dezembro-O Afonso e a Beatriz, os mais recentes membros da família. No seu primeiro encontro "fora-de-portas"...

O Afonso no dia de Natal...

25 de Dezembro-O Afonso no Porto, e numa verdadeira pose à homem já com preocupações...

A Beatriz, em Mangualde...

23 de Dezembro-A Beatriz, na chegada triunfal ao almoço de Baptizado do primo...

Nota: Tudo fotos (dezenas delas...) aqui do tio entusiasmado com as novidades.

 

26.Dez.06

Post-à-moda-do-Porto...

Os Aliados em nova versão...goste-se ou não, são esta cidade...

Já cá estou e respiro o Porto. O sol fez as pazes com o cinzento da tradição e a cidade flui, ainda mal refeita da quadra natalícia. O movimento do Porto é diferente do das outras cidades. Ou será o coração que assim o faz?...

Desci ao rio, cheirei a Foz, ouvi o alvitrar dos passantes em Miragaia e na Ribeira, enchi o peito junto ao Estádio do Dragão e amadureci ideias parado numa rua qualquer cujo nome é sempre "de qualquer coisa..."...

Isto foi de manhã, e sozinho. Falta agora um recordar de olhares e a partilha habitual de todos os nossos "sítios"...

25.Dez.06

excerto.

"Disse-me que o negócio não lhe interessava. Não tenciono esclarecer as questões pessoais que nada têm a ver com esta história. Afirmou que conhecia uma casa onde comprava as meias de lã mais baratas. Não era possível. Estava a vendê-las ao preço de custo. Saldava-as porque precisava urgentemente de dinheiro. Afiançou-me que as comprava por menos vinte e cinco paus a dúzia. Era uma mentira indecente. Gostava que visse a segurança. O ar sério com que mo afirmava, enquanto fumava um charuto barato. Fi-lo com o peso de cinco quilos que se encontrava em cima do balcão."

Max Aub, in "Crimes Exemplares".

24.Dez.06

Telegrama.de.Natal.

Estamos em Aguas Santas.Stop.

Ontem foi o Baptizado do Afonso. Lindo. Stop.

Excelente o Bacalhau. Ambiente sereno. Stop.

O Pai Natal esta a chegar. Ha criancas em casa. Stop.

Ate amanha. Stop.

Pág. 1/5