Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PORTO DAS PIPAS

miguel de sousa azevedo - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel de sousa azevedo - açores

29.Nov.06

"Degraus do Algar do Carvão", no "D.I." de hoje:

SEXTA-FEIRA À TARDE
“Corrida de Degraus” anima Algar do Carvão

Sexta-feira, toca a subir, a partir das 15 horas...!

"Integrada no programa das comemorações dos 43 anos da Sociedade Espeleológica “Os Montanheiros”, tem lugar sexta-feira, a partir das 15:00, a denominada “Corrida de Degraus do Algar do Carvão”, evento aberto a todos os interessados. Refira-se, a propósito, que esta será a terceira iniciativa do género em 2006, depois dos “Degraus D’Angra” (Sanjoaninas) e “Degraus da Praia” (Festas Concelhias da Praia).
Segundo Miguel Sousa Azevedo, o grande mentor destes eventos, “as inscrições estão abertas na sede dos Montanheiros, mas quem aparecer no local antes da prova também pode participar. O objectivo é cobrir todos os degraus, desde a lagoa à cratera com passagem pelo túnel de acesso ao Algar do Carvão”.
O nosso interlocutor garante que as denominadas Corridas de Degraus não são propriamente provas de atletismo. “Estas provas podem ser disputadas a correr ou a andar. Na Praia da Vitória, por exemplo, houve quem fez o percurso num minuto e quarenta segundos e quem o realizou em seis minutos. O que é importante transmitir é que todos são bem-vindos. Depois, para além da vertente competitiva, há sempre o convívio inerente a iniciativas do género”.
Miguel Azevedo acredita que a ideia vai vingar por estas paragens. “Assistimos a Corridas de Degraus no estrangeiro há muito tempo, embora em Portugal seja algo relativamente recente. As provas realizadas este ano na Terceira, em princípio, devem ter continuidade, pois a adesão foi bastante positiva. Espero que, ao contrário de muitos outros projectos que nascem e morrem depressa, este possa continuar por muitos e bons anos”.
“Existe ainda uma falha no atletismo terceirense que é fazer uma milha urbana, mas pode ser que a mesma seja ultrapassada a breve trecho, pois estamos a falar de provas de menor dimensão e, como tal, mais fáceis de organizar”, sublinha, quando confrontado com a responsabilidade logística de projectos desta natureza.
Neste contexto, Miguel Sousa Azevedo já tem em mente concretizar uma Corrida de Degraus na Fonte Faneca, na freguesia da Terra-Chã."
in "Diário Insular".
29.Nov.06

Ah, Grande Lusitânia!

O título deste post é exactamente igual ao que usei numa crónica para o "D.I.", aqui há uns cinco anos, quando o recém-promovido Lusitânia/Angra/Açores foi a Ovar bater a toda poderosa equipa campeã, então treinada pelo Prof. Jorge Araújo. Ontem a história repetiu-se, mas com os verde-e-brancos na condição de visitados

"Show" de bola, ontem à noite no Pavilhão Municipal de Angra...

Foi, de facto, um grande espectáculo de basquetebol no Pavilhão Municipal de Angra do Heroísmo. 8ª jornada da Liga Portuguesa de Basquetebol e o Lusitânia a receber a invicta formação nortenha, detentora do título e ainda mais dominadora esta época. Pois enganaram-se todas as previsões vareiras e gerais, com a equipa de Manuel Molinero a mostrar uma atitude e uma maturidade que surpreendeu os comandados de Luís Magalhães. Os de Angra estiveram sempre no comando do marcador, que chegou a registar 18 pontos de diferença, e acabaram por vencer por um categórico 91-79, registando a equipa de Ovar a primeira derrota da temporada. Nem a arbitragem tendenciosa travou ontem à noite o Lusitânia Angra Património Mundial…

Willie Taylor foi o melhor dos locais, jogando os 40 minutos e averbando 20 pontos, e novamente o base João Figueiredo a ser o grande motor da equipa angrense, com 17 pontos e 8 assistências. Essenciais foram também os 15 ressaltos ganhos pelo excelente Mike Williams. No lado dos visitantes o destaque vai para os 18 pontos de Gregory Stempin e para a boa actuação de Cordell Henry. Mas a noite era mesmo do Lusitânia, e o treinador Manuel Molinero mostrava a sua satisfação no final da partida…e já antevendo o próximo jogo. Mas foi mesmo uma noite que valeu a pena!

 

28.Nov.06

O "Dakar" começa a aquecer...

Já foi apresentada a edição 2007 do "Dakar", a prova rainha do todo-o-terreno mundial, que volta a ter o seu início marcado para a capital portuguesa. O "Lisboa/Dakar'2007" vai começar no dia 6 de Janeiro com duas etapas inéditas em território luso.

O percurso do "Dakar"-edição 2007...

Pelo segundo ano consecutivo os concorrentes irão partir da capital portuguesa para uma maratona de 8696 quilómetros, 5010 dos quais cronometrados, ao longo de 14 etapas.

Os pilotos e motards irão realizar a primeira batalha nas duas especiais em solo lusitano, depois irão atravessar o Mediterrâneo e no continente africano percorrerão quatro países - Marrocos, Mauritânia, Mali e Senegal -, onde a classificação final será estabelecida após a etapa entre Tambacounda e Dakar, no sábado 20 de Janeiro. No dia seguinte, os concorrentes que tenham alcançado Dakar irão tomar parte no I Grand Prix do Lac Rose, uma corrida espectáculo organizada num circuito fechado na praia onde a tradicional cerimónia do pódio é realizada.

O Director do Euromilhões Lisboa-Dakar, Etienne Lavigne, fez a apresentação da prova, com especial realce dado às duas etapas disputadas em solo nacional, revelando que a especial Lisboa-Portimão terá 120 quilómetros cronometrados (num total de 495) e contará com um percurso inovador e inédito, que vai surpreender os concorrentes e o público. A etapa passará pelos concelhos de Alcácer do Sal e Grândola e para os espectadores serão instaladas 4 zonas de espectáculo (ZE) nos os locais privilegiados para assistir à passagem dos concorrentes. Em Alcácer haverá 1 ZE em Brejos da Carregueira; e 3 ZE em Grândola: Muda, Pinheiro da Cruz e Vale da Horta.

No dia seguinte, já nos concelhos de Portimão, Monchique e Silves, a etapa terá 60 quilómetros cronometrados em solo algarvio (num total de 500). Os milhares de espectadores que se espera afluam ao local terão outras 4 Zonas Espectáculo para assistir à passagem dos concorrentes: Em Portimão haverá 2 ZE, em Morgado do Reguengo e Morgado de Arge; em Monchique ficarão outras 2, situadas em Caldas de Monchique e Alferce. Devidamente assinaladas e com acessos que serão divulgados em breve, estas ZE são a opção mais segura e confortável para ver o Euromilhões Lisboa-Dakar 2007.

Nesta segunda etapa, realce ainda para o facto de não contar com a participação da categoria camiões.

Entre as 250 motos, 187 carros e 88 camiões que sairão de Lisboa, Portugal vai estar bem representado com um número que ascende agora a 40 pilotos (e co-pilotos). Veículos com as cores nacionais serão 28: 15 automóveis, 11 motos (dois em 2 quads) e 2 camiões.

Ainda não sei se poderei ir até à segunda etapa, mas da partida das viaturas em Belém é que ninguém me tira...!

28.Nov.06

Perspectivas.

Ele há, de facto, diferentes formas de ver as coisas. Atente-se no início da notícia relativa à prestação do Santa Clara, aquando da 11ª jornada da Liga de Honra, que o "Açoriano Oriental" publicou ontem:

"O Santa Clara reparte a liderança da Liga de Honra em futebol, depois de vencer fora o Varzim por 3-1, no “duelo” de equipas que à partida para a 11ª jornada somavam os mesmos pontos. Os locais, que já tinham perdido dois jogos como anfitriões, marcaram primeiro, por intermédio de Denilson (48 minutos), mas Maurinho (66) e um “bis” de Basílio (85 e 90) selaram o quarto triunfo consecutivo dos insulares".
Consulte-se depois, por exemplo, o site do jornal "A Bola" ,que por acaso até é "vermelho" demais para o meu gosto, para observar a classificação da competição após a jornada de Domingo:
................................................................................................

CLASSIFICAÇÃO–LIGA DE HONRA

 
 
 
  Clube Pts   J
1.    Feirense 23 11
2.    Santa Clara 20 11
3.    Leixões 19 10
4.    Ol. Moscavide 19 11
5.    V. Guimarães 18 11
6.    Varzim 17 11
7.    Penafiel 17 11
8.    Trofense 16 11
9.    Rio Ave 16 11
10.    Estoril 15 11
11.    Gondomar 14 11
12.    Olhanense 13 11
13.    Portimonense 9 11
14.    Gil Vicente 7 10
15.    Vizela 7 11
16.    Desp. Chaves 6 11
................................................................................................
Depois então, e voltando ao "A.O.", lá se percebem os critérios para a criação da frase inaugural da peça acima transcrita:
"As classificações dos campeonatos da Liga Bwin.com e Liga de Honra, que semanalmente o “Açoriano Oriental” publica nesta página, são aquelas que a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) disponibiliza através do seu site.
Alguma confusão tem gerado a classificação da Liga de Honra, devido aos jogos não realizados pelo Gil Vicente no âmbito do “Caso Mateus”. A LPFP, no seu Comunicado Oficial nº 66/06-07 de 23 de Outubro, calendarizou a partida da primeira jornada da Liga de Honra entre o Leixões e o Gil Vicente para 23 de Dezembro próximo, pelas 14h00, após “solicitação da Leixões S.C., Fut., SAD e atenta a concordância expressa do Gil Vicente F.C.”, lê-se no documento. Quanto aos encontros com Feirense, Estoril e Trofense, os gilistas foram sancionados com falta de comparência. Tal facto origina a atribuição dos três pontos aos adversários mas, enquanto decorrer um processo disciplinar movido pela Comissão Disciplinar à equipa de Barcelos, a classificação da LPFP não contempla, ainda, esta atribuição de pontos às equipas acima enunciadas".
Enfim, são opções de retórica...ou vontades ocultas...que estão bem à mostra!
24.Nov.06

Noite.

E vento e chuva e barulho para o coração.

E ainda não abanou de vez as estruturas, para que delas se solte o desgosto...

Vai subindo, em enlevo, a alma ao céu.

E ficamos nós, cá por baixo, meio perdidos, meio confusos.

E sempre com os olhos a brilhar...

23.Nov.06

Poema para hoje.

A UMA RAPARIGA (Florbela Espanca)

Abre os olhos e encara a vida! A sina
Tem que cumprir-se! Alarga os horizontes!
Por sobre lamaçais alteia pontes
Com tuas mãos preciosas de menina.

Nessa estrada de vida que fascina
Caminha sempre em frente, além dos montes!
Morde os frutos a rir! Bebe nas fontes!
Beija aqueles que a sorte te destina!

Trata por tu a mais longínqua estrela,
Escava com as mãos a própria cova
E depois, a sorrir, deita-te nela!

Que as mãos da terra façam, com amor,
Da graça do teu corpo, esguia e nova,
Surgir à luz a haste de uma flor!...

Pág. 1/5