Miguel Sousa Azevedo

Create Your Badge
Terça-feira, 31 de Outubro de 2006

Daqui em diante...é já hoje.

Aspecto (em conjunto) da peça "Daqui em Diante", coreografada e criada por Olga Roriz...

Chama-se "Daqui em Diante" e será o ponto alto da noite de hoje no evento "Outono Vivo", que se está a realizar na Praia da Vitória. Baseando-se na obra de Samuel Beckett, a coreógrafa Olga Roriz criou um universo de ligações entre seis pessoas (3 mulheres e 3 homens), que se irão encontrar e viver momentos de solidão e partilha. A peça será encenada esta noite no palco do Auditório do Ramo Grande, e os bilhetes encontram-se já esgotados.

Tive a oportunidade de conversar um pouco ontem com a criadora desta e de outras preciosidades da dança/teatro/performance da nossa arte contemporânea. Olga Roriz, que eu já tinha conhecido pessoalmente, há uns anos na Graciosa, continua a mostrar-se uma personalidade além da mediania e possuidora de uma visão, por vezes única, da dimensão que as coisas podem ter...no palco, na vida, e em ambos. Pelo que só é de esperar uma noite de ganhos e sensações.

publicado por MSA às 17:53
link do post | comentar | favorito

Um "Açor Eterno"...

A apresentação, ontem à noite, da obra de Manuel Ferreira "Açor Eterno-Trilogia de uma ave e de um povo" foi um momento deveras interessante. O livro junta as três obras do nonagenário escritor açoriano sobre a simbologia do Açor na Região Autónoma e destaca-se por ter 168 centímetros de altura (a altura do autor...) e 39 quilos de peso.
Com 332 páginas, a obra contém muitos registos fotográficos e reproduções sobre o tema, separadas em vinte capítulos, quase todos com uma pequena nota do autor, conferindo factos, curiosidades, e explicando as diversas formas em que se expõe a utilização do Açor, algumas delas inéditas, originais e não raramente, humorísticas.
O livro foi produzido pela Nova Gráfica, propositadamente com aquelas dimensões, como parte de uma homenagem à obra de Manuel Ferreira e foi mesmo inscrito no Livro Guiness dos Recordes, esperando-se apenas a sua aceitação pelos editores do mesmo para que o tamanho-recorde seja oficial.

Manuel Ferreira, ao lado do seu "enorme" Açor Eterno...

A apresentação simples e sincera da obra esteve a cargo do ex-deputado Francisco Oliveira, sendo que Manuel Ferreira, o decano dos jornalistas açorianos e antigo chefe de redacção do "Correio dos Açores", foi quem a seguir tomou a palavra. E de que maneira o fez...do alto da sua provecta idade e de um apurado sentido de humor e oportunidade, leu de fôlego apressado e ritmo constante umas quantas folhas, nas quais encerrou toda a parte da trilogia dedicada à Terceira. A obra, para além de completa e original, revela um exaustivo estudo de toda a "participação" do Açor enquanto símbolo nas diversas vertentes do nosso desenvolvimento e crescimento. Micaelense de "gema", o autor de "O Barco e o Sonho" por várias vezes se atrapalhou na viragem das folhas que lia, remediando "isto é assim para tomar fôlego...". E encerrou a prosa pedindo desculpa a quem não o tenha entendido, pois "se assim foi, é porque me expressei em japonês...!", e pouco mais disse. Encheu-nos antes a alma de energia e vigor, revelando uma curiosidade latente...e não ter idade, como o Açor.

publicado por MSA às 16:07
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 30 de Outubro de 2006

Um dia da vida (masculina) em logotipos...

Pode variar (em marcas) de pessoa para pessoa...mas não andará muito longe...!
publicado por MSA às 17:14
link do post | comentar | favorito

Um Poema para o dia 30 de Outubro de 2006.

DISTÂNCIA (Sónia Bettencourt)

aqui o silêncio é um defunto

que à chuva rasteja

sozinho, triste e excitado

percorre milhas irreconhecíveis

de distância

publicado por MSA às 16:36
link do post | comentar | favorito

Dois anos e o alívio...

Faz hoje dois anos um amigo meu teve um grave acidente. Tudo se passou no Iduna/Rali Lafões, prova do Nacional que se correu na região de São Pedro do Sul e, não fosse o socorro oportuno de um popular, mesmo em cima do acontecimento, poderiamos ter chorado a perda de um ente próximo. Na altura as manifestações de apoio foram variadas e, por mero acaso, acabei por acompanhar a recuperação dele (ou parte dela), feita até certo ponto no mesmo local onde trabalhava na altura...

"Fac-simile" da página de abertura do site criado, há dois anos, para apoiar o Paulo Silva...

O ano passado o Paulo Silva mandou-me uma mensagem dando graças a Deus por ter passado um ano sobre o momento mais difícil da sua vida, e por poder já considerá-lo praticamente ultrapassado. Hoje é a minha vez de recordar as horas de alívio que se foram formando, bem como a união que a amizade ainda permite. E o gosto de o ver com a Rute e a Leonor no sossego dos arredores de Amarante. Ainda bem...

publicado por MSA às 16:13
link do post | comentar | favorito

4-Armindo Campeão-4

Foi Sábado, na estreia em asfalto para o Nacional, do Rali de Mortágua, que Armindo Araújo e Miguel Ramalho se sagraram Campeões Nacionais pela quarta vez consecutiva.

Armindo: 4 vezes Campeão!

Depois de dois títulos com a Citroen, o piloto de Santo Tirso não desarma e continua a mostrar-se, agora ao volante de um Mitsubishi, inacessível para a restante concorrência.

Com os olhos postos numa carreira internacional, fica a mensagem das ilhas de bruma: -Parabéns e boa sorte, Amigo!

publicado por MSA às 11:14
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Outubro de 2006

Rocky returns...

Espantem-se os mais incrédulos mas,

O regresso de Rocky Balboa...

...o homem está mesmo de volta. Stallone regressa em força com mais um "Rocky". O lançamento é a 22 de Dezembro. Quem diria?

publicado por MSA às 16:29
link do post | comentar | favorito

Há um ano...

...Cavaco Silva apresentou as linhas orientadoras da sua candidatura à Presidência da República. Tal pena.
publicado por MSA às 12:58
link do post | comentar | favorito

Imagem.

a aflição de uma família leiriense nas recentes inundações...

"A aflição de uma família nas recentes inundações que assolaram o centro de Portugal. Aqui os Bombeiros transportam populares das suas casas, que ficaram inundadas pelas cheias. Quinta-feira, em Leiria"...

Foto: Lusa/Paulo Cunha.

publicado por MSA às 11:19
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 26 de Outubro de 2006

Dádiva "agrícola"...

"O Governo Regional concedeu ao Sport Clube Lusitânia um subsídio, a fundo perdido, no valor de cem mil euros, para o clube fazer face às suas dificuldades.
O subsídio foi atribuído pelo executivo açoriano tendo em conta o interesse manifestado pelo Lusitânia em realizar uma campanha de promoção dos produtos agro-alimentares regionais e atendendo à importância do clube, bem como da sua equipa de basquetebol, que participa em competições a nível nacional.
Numa portaria da secretaria regional da Agricultura e Florestas refere-se que “importa avaliar, de forma excepcional e experimental, o impacto da promoção de produtos regionais feita por entidades que participam em competições com expressão nacional”.
O subsídio atribuído ao Sport Clube Lusitânia, fundado em 24 de Junho de 1922, será suportado pelo orçamento privativo do Instituto de Alimentação e Mercados Agrícolas."
A notícia foi avançada ontem e parece já ter chocado muita gente. Não sei bem porquê...isto são "trocos" se comparados com o dinheiro "enterrado" pelo executivo no Santa Clara. Bem sei que uma mão não lava a outra, mas sacudo daí as minhas...
publicado por MSA às 17:16
link do post | comentar | favorito

Bye, bye, "Schummi"...

Michael Schumacher despediu-se da Formula 1 no passado Domingo. Não sei se por isso, mas até vi a corrida, coisa que não é comum de há uns anos a esta parte. Schumacher terminou o GP do Brasil na quarta posição, mas demonstrou, uma vez mais, ser ainda (de longe...) o mais completo e rápido piloto da actualidade. Não fossem os problemas que teve e, possivelmente, ter-se-ia despedido com a sua 92ª vitória no "Grande Circo" (pelo menos assim já o chamaram, não sei se ainda será...), o que é demonstrativo das suas capacidades. Eu nunca gostei de Schumacher, e aliás escrevi sobre isso mesmo numa crónica (há cerca de três anos) que aqui recupero. Mas também não posso, de modo algum, deixar de lhe prestar a minha homenagem. Assim como fez o jornalista Rui Goulart. Embora sem me emocionar minimamente com a sua despedida...

PS-Scumacher aventou já que a retirada não foi definitiva...

publicado por MSA às 17:00
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 25 de Outubro de 2006

Disco.

"a palavra e o canto", o novo disco de Aníbal Raposo.

Mais um de Aníbal Raposo. Que conheci, já fez uns bons dez anos, num Festival "Novas Ondas" em Ponta Delgada, e que na altura me ofereceu um poema que falava das nossas ilhas. Hei-de ver se encontro...o poema e o novo disco (ainda por apresentar) deste nosso "cantautor".

publicado por MSA às 17:14
link do post | comentar | favorito

O dia de hoje ao longo dos séculos...

Não se pode dizer que 25 de Outubro seja assim um dia muito bom. Embora tenha sido, isto no ido ano de 1147, a data em D. Afonso Henriques conquistou Lisboa aos Mouros...

Para além da criação do Tribunal de Contas (1930) e da admissão da China na O.N.U.(1971), faz também hoje anos que morreram o poeta João de Barros (1960), o guarda-redes internacional português Costa Pereira (1990), ou o advogado Adelino da Palma Carlos (1992), que liderou o primeiro o primeiro Governo provisório depois do 25 de Abril de 1974.

Mas o pior estaria para vir, em 2003, com a inauguração do novo Estádio da Luz, em Lisboa...

publicado por MSA às 12:59
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Doce colecção...

Foi esta manhã, no fim de um ocasional café no "Aliança", que um amigo me chamou à atenção para o endereço de um site impresso nos pacotes de açucar (sim, eu ponho açucar no café...!) que utilizávamos. Pois bem, o mesmo era referente ao "Clupac", o Clube Português de Coleccionadores de Pacotes de Açúcar...coisa que eu nunca imaginei existisse. Mas, realmente, até nem é de todo mal pensado, dado que há mesmo pacotes interessantes...embora não me visse nunca a combater formigas em prol de nenhuma colecção! Seja como for há encontros anuais, convívios (por certo com especial destaque para os intervalos do café...) e até um blog com as "últimas" deste coleccionismo original...

Pacotes de Açucar...uma doce colecção...

Sem dúvida, é caso para dizer: -Mas que doce colecção...!

publicado por MSA às 11:47
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Terça-feira, 24 de Outubro de 2006

A Terceira lá de cima...

A vista de satélite da Terceira (disponível no "Google Earth")...

Fonte: "Google Earth"

publicado por MSA às 16:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Nostalgia...

e até que a ferrugem quebre a perene ligação chassis/carroçaria...
publicado por MSA às 11:25
link do post | comentar | favorito

Um Poema para o dia 24 de Outubro de 2006.

POEMA EM LINHA RECTA (Álvaro de Campos)

Nunca conheci quem tivesse levado porrada.
Todos os meus conhecidos têm sido campeões em tudo.

E eu, tantas vezes reles, tantas vezes porco, tantas vezes vil,
Eu tantas vezes irrespondivelmente parasita,
Indesculpavelmente sujo,
Eu, que tantas vezes não tenho tido paciência para tomar banho,
Eu que tantas vezes tenho sido ridículo, absurdo,
Que tenho enrolado os pés publicamente nos tapetes das etiquetas,
Que tenho sido grotesco, mesquinho, submisso e arrogante,
Que tenho sofrido enxovalhos e calado,
Que quando não tenho calado, tenho sido mais ridículo ainda;
Eu, que tenho sido cómico às criadas de hotel,
Eu, que tenho sentido o piscar de olhos dos moços de fretes,
Eu que tenho feito vergonhas financeiras, pedido emprestado sem pagar,
Eu, que, quando a hora do soco surgiu, me tenho agachado
Para fora da possiblidade do soco;
Eu que tenho sofrido a angústia das pequenas coisas ridículas,
Eu que verifico que não tenho par nisto tudo neste mundo.

Toda a gente que eu conheço e que fala comigo,
Nunca teve um acto ridículo, nunca sofreu um enxovalho,
Nunca foi senão princípe - todos eles princípes - na vida...

Quem me dera ouvir de alguém a voz humana,
Quem confessasse não um pecado, mas uma infâmia;
Que contasse, não uma violência, mas uma cobardia!

Não, são todos o Ideal, se os oiço e me falam.
Quem há neste largo mundo que me confesse que uma vez foi vil?
Ó princípes, meus irmãos,

Arre, estou farto de semideuses!
Onde é que há gente no mundo?

Então sou só eu que é vil e erróneo nesta terra?

Poderão as mulheres não os terem amado,
Podem ter sido traídos - mas ridículos nunca!
E eu, que tenho sido ridículo sem ter sido traído,
Como posso eu falar com os meus superiores sem titubear?
Eu, que tenho sido vil, literalmente vil,
Vil no sentido mesquinho e infame da vileza.

publicado por MSA às 11:21
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 23 de Outubro de 2006

Campeonato de Ralis dos Açores'2006

Peres sucede...a Peres!

Fernando Peres/José Pedro Silva-Campeões de Ralis dos Açores'2006.

Foto: Rodrigo Bento/D.I.

Com a vitória no Rali Ilha Azul Fernando Peres e José Pedro Silva garantiram o segundo título consecutivo de Campeões de Ralis dos Açores. Foi o culminar de uma época que, embora não começando da melhor forma (não pela derrota sofrida no 25º Rali Sical, mas sim pelo desastroso “SATA”…depois de vitórias em três anos seguidos…), veio provar a maior competitividade do binómio Peres/Mitsubishi, sendo que, a partir do Rali Vinho Madeira, as especificações mecânicas do carro japonês receberam um incremento de qualidade que o tornaram imbatível, dando mesmo a impressão de que Peres nunca terá atacado a 100% nas restantes provas. Isto levando em linha de conta que o Lancer é, de facto, superior ao Impreza utilizado pelo principal adversário de Peres, Gustavo Louro. E o título de vice-campeão assenta como uma luva a Gustavo que, mesmo começando a época com o regresso às vitórias no “Sical”, não teve argumentos técnicos para ir mais avante. E no SATA isso ficou amplamente comprovado. Mas tem de ser dado o destaque justo às suas actuações nas derradeiras provas, onde o empenho e a entrega fizeram dele o único capaz de travar Peres. Foi a época do regresso à garra do piloto de Angra. A fechar o pódio do Campeonato acabou por ficar Ricardo Moura que, no Faial, garantiu essa posição ao superiorizar-se a Luís Pimentel. O piloto do Impreza branco teve problemas na Lagoa e no Ilha Azul, ficando a actuação fogosa do “Lilás” como o marco de uma época a preparar um 2007 em força, mas Moura bem se pode queixar, para além da inferioridade técnica do seu EVO8, da desistência infeliz no SATA, onde assinou uma das melhores exibições de mais uma época em que se confirmou ser um breve vencedor…logo que tenha carro para isso! O azarado do ano foi, sem margem para dúvidas, Horácio Franco. Apenas no Faial, embora já sem fulgor para alinhar em lutas a que não pertencia, o “super-veterano” deu um ar da sua graça em termos de resultados. Embora não em todos os ralis, Franco voltou a mostrar que a sua condição física e emotiva não é condizente com a idade do B.I., pelo que se espera poder vê-lo a lutar pelo título de novo em 2007. Com altos e baixos estiveram Paulo Pereira e Luís Rego, e se o piloto da Lagoa nem teve resultados de relevo, tal a dominância de desistências ao longo do ano, já Rego levou o pódio de Santa Maria e um arranque de “leão” no SATA como melhores recordações, embora o seu estatuto dentro da equipa “Além Mar” (pelo menos a nível de material…) tenha sido suplantado pelos resultados de Moura. Logicamente não vou agora comentar a prestação de todos os intervenientes do campeonato, mas tenho de referir o título de Mário Garcia e Tomás Pires entre os VSH. Embora não dominando a concorrência foi um justo prémio para uma equipa que se entrega de alma e coração aos ralis e que mostrou saber ser regular e consistente. E é obrigatória a menção honrosa para Nuno Cabral, pois foi ele o mais rápido do escalão, tendo-lhe faltado sorte nalgumas provas. Um nome a seguir com muita atenção.

Numa análise resumida e pouco ampla do campeonato deste ano, fica a imagem clara de que houve episódios muito negativos, com o cúmulo a durar toda a época e abarcando a indefinição da publicidade ao tabaco, e todos as contradições que isso motivou. E se alguém disser que não houve publicidade ao tabaco estará a mentir…ou não? É lógico que os argumentos apresentados, para a continuidade desses apoios, são válidos, como é sintomática a falta de vontade política para mudar as coisas, inclusivamente levando à clarificação dos factos…ou então que nos façam acreditar que “Além Mar” é uma discoteca, “Ponto FM” uma boutique, e as listas do Impreza “Açoriano” um código de barras multicolor! Se o Governo açoriano quisesse que o clima e a evolução fossem outros nos ralis até os poderia considerar um desporto… e isso, à excepção de presenças em actos formais e de umas condecorações que são feitas fora do leque dos campeões, não é o que se tem visto! A juntar a esta indefinição houve ainda um rali anulado devido ao mau tempo, um outro adiado por vários meses devido a obras na estrada (!), ainda um outro onde se decidiu excluir inscritos e nomear suplentes para o caso de os que foram aceites não pudessem alinhar! Assistiu-se ainda ao avançar desmedido do asfalto em São Miguel (e se calhar vai o Faial a seguir…), sem ser tido nem havido apenas o maior evento desportivo da região…com a agravante do líder máximo da entidade federativa ter sugerido provas mistas…que o próprio órgão a que preside condenou há que tempos! E, para juntar à crise económica que grassa um pouco por todo o lado, vão-se reduzindo os apoios (ou esmolas…) que deveriam ajudar os concorrentes a não fazerem só as provas da sua ilha de origem. Enfim, um ano de confirmações, indefinições, e desconfortáveis realidades a que parecemos não conseguir chegar…com mãos de ajuda!

Mas, e avançando nos destaques meramente desportivos da época, há ainda que referir uma boa dúzia de nomes, e talvez listá-los para ser mais simples: Carlos Costa por mais uma sucessão de andamentos muito fortes e pela consistência mecânica do Saxo S1600; Pedro Vale pelo domínio absoluto nas andanças do Challenge “AC Sport”; Fernando Amaral por mais um título na sua já longa carreira; Ricardo Carmo e Hermano Couto pelas boas actuações caseiras; Ricardo Pereira pelo rali espantoso em Santa Maria; Marco Veredas e Jorge Rocha pela entrega acima da média; Mário Garcia pelo título a coroar muitos anos de dedicação aos ralis e Nuno Cabral pela confirmação de ser um valor seguro; Paulo Maciel por mais provas de que é um piloto excepcional: Hugo Alcântara pela exibição na Lagoa; João Faria pelos bons tempos com o limitado Starlet; Augusto e Marlene Ferreira pela vitória “em família” no Troféu Clio; Fernando Soares pela desenvoltura do seu andamento; ou até as senhoras (foram quatro as equipas…) que, este ano, resolveram brindar os ralis com participações mais regulares, tendo sido Diana Coelho a que mais pontos alcançou no final…

E, pela outra face da moeda, poderia falar de manobras de bastidores que não queremos sequer conhecer; de atitudes menos próprias por parte de alguns intervenientes dos nossos ralis; das eternas desconfianças sobre a legalidade de algumas viaturas; das verificações técnicas muito pouco ortodoxas da nossa prova maior; do repetido e deliberado “tornear” das regras por parte de alguns…mas isso são assuntos que nem me apetece aflorar, quanto mais desenvolver!

Por isso, parabéns a vencedores e a vencidos, e a quem ainda vai tendo paciência para se dedicar a uma modalidade que dá mais trabalho que alegrias, mais dores de cabeça que sorrisos, e mais aborrecimentos que vantagens reais…mas que é a da nossa eleição e a que melhores imagens e recordações vai deixando ano após ano…

 

PS- Uma sugestão que acho iria merecer apoios é a mudança de denominação para o nosso campeonato. Bem sei que foram mais de duas décadas de “Regional” de ralis, e que só desde 2004 a competição passou a designar-se “Campeonato de Ralis dos Açores”, o que veio permitir (e para os que ainda não perceberam…), por exemplo, os dois recentes títulos de Fernando Peres e José Pedro Silva. Em 2002 e 2003 os navegadores do Campeão “regional” Gustavo louro (no caso Filipe Fernandes e José Janela) não foram os campeões exactamente por isso…era uma competição reservada a açorianos e a residentes nos Açores. Mas a verdade é que, 3 anos passados, toda a gente continua a chamar-lhe “Regional”…desde os mais leigos aos especialistas mais tarimbados na matéria. E eu já estou farto de insistir sozinho…daí esta minha proposta para que se retroceda no nome, mas deixando vir na mesma os pilotos de fora!...

 

publicado por MSA às 18:18
link do post | comentar | favorito

Cartaz.

O "Outono Vivo"...assim uma espécie de "safanão" cultural na Praia da Vitória...!

Informações e Programa aqui...

publicado por MSA às 16:40
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 20 de Outubro de 2006

CRA'2006: Peres ou Louro?...

Amanhã se saberá quem é o Campeão de Ralis dos Açores'2006. Fernando Peres e Gustavo Louro são os pretendentes, sendo que o piloto do Porto está em vantagem pontual e tem também do seu lado a ausência de pressão, pelo que poderá gerir da melhor forma a sua prova. Ao invés, Gustavo terá sempre de aguardar, mesmo vencendo o rali, que Peres termine dois lugares abaixo...

Esperando que o rali corra da melhor forma, aqui ficam a antevisão feita pelo Gerardo Rosa (para o jornal "MOTOR"), os tempos do Shakedown desta manhã, e o link para seguirem, como eu, a prova online...

O 17º Rali Ilha Azul vai atribuir os títulos de Campeão...Absoluto e nos VSH!

publicado por MSA às 21:00
link do post | comentar | favorito

Depois do Cantagalo...

Agora são os Celeiros. Os investimentos estão, de facto, a andar para trás na ilha de Jesus Cristo. Será que vai haver alguma coisa concretizada do que se fala para esta terra?...

O empreendimento da "ASTA-Atlântida" para os Celeiros (Angra) está em águas de bacalhau...

PS-Não é que considere este tipo de empreendimentos como um ponto fulcral de desenvolvimento seja em que terra for (tenho aliás receio de ver pedaços de Angra semelhantes a Gondomar, ao Barreiro, a Valongo ou ao Seixal...) mas, e já que se adquirem terrenos e se deixam os mesmos ao abandono e a serem vandalizados (e é ver os toxicodependentes nas antigas instalações dos Celeiros...), ao menos se conclua algo e não se caia no "saco roto" de agora culpar a falta de turistas para todas as inversões negociais. Ainda mais quando se tem interesses pessoais que acumulam funções de decisão...

publicado por MSA às 11:33
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 19 de Outubro de 2006

Olá Afonso!

Faltava pouco para as duas horas da madrugada de hoje. O telemóvel, como já fizera algumas vezes durante a quarta-feira de espera, tocou com um tom que parecia diferente. Mas não era, apenas o coração o transformou...e era só a dizer que cá chegara, são e salvo, o mais recente rebento: o nosso sobrinho Afonso.

Nascido em Viseu, e já com uns 3 quilos e um quarto a merecerem respeito, este nosso sobrinho vem de uma união de amor e entrega e vai, desde já, fazer boa companhia ao mano mais velho, o Pedro. Mãe e recém nascido encontram-se de saúde e boa disposição, pelo que nada mais há a pedir nestes dias...ou aliás, assim pode parecer. É que vão parecer eternas as semanas a anteceder o pegar e abraçar com carinho este petiz. Como custam agora ouvir as vozes meio embargadas, sem poder ligá-las aos olhos brilhantes que todos devem ter ao olhar para o novo membro da família. Como seria bom estar agora com a Teresinha e com o Vitor, para com eles concordar no ter valido a pena a vinda desta prenda de Natal antecipada. E como devem as cabeças deles andar agora à roda, antevendo todas as coisas que os anos vão levar a partilhar com o ainda muito pequeno Afonso. E, por falar nele, aqui fica a foto (recebida por MMS) de abertura de uma vida que se deseja feliz. Tinha pouco mais de 15 minutos...

O Afonso...ainda nos primeiros minutos de vida...

E, bem falando em novidades, convém referir que o Afonso já estava (virtualmente) entre nós há uns bons meses. Ou não fossem os dotes informáticos da Mãe em estreia deixado de criar o site da criança, que todos foram consultando no evoluir da gravidez.

Para o Afonso e para os mais próximos...beijos de mar e felicidades que as nuvens vão sempre abençoar com o seu algodão lá bem do alto...

publicado por MSA às 19:07
link do post | comentar | favorito

A Sondagem.

Se as eleições para o parlamento açoriano fossem hoje, o PS/Açores obteria maioria absoluta, com 52 por cento dos votos, indica uma sondagem efectuada pela Norma-Açores para a RTP/Açores. Segundo o estudo, divulgado ontem pela televisão pública regional, o PSD/Açores obteria 36,3 por cento dos votos nas eleições regionais, enquanto a CDU ficaria muito perto de 1 por cento e o CDS com apenas 0,6 por cento.

À pergunta sobre quem seria o melhor candidato a presidente do Governo Regional, 49,6 por cento respondeu Carlos César, que chefia o executivo açoriano desde 1996, surgindo em segundo lugar a actual presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada, a social-democrata Berta Cabral (26,9%). Na terceira posição aparece o vice-presidente do Governo Regional, Sérgio Ávila, com 6,3%, e no quarto lugar o líder do PSD/Açores, Costa Neves, com 4 por cento.

Quarenta e seis por cento dos inquiridos consideram boa a actuação do Governo Regional, 36,4% nem boa nem má, 8,2% muito boa e 6% má.

Sobre a actuação do presidente do Governo Regional, 54,3 por cento tem uma opinião boa, 26,4% nem boa nem má, 10,4% muito boa e 5,7% má.

A sondagem foi efectuada pela Norma-Açores, entre 5 e 8 deste mês, através de 500 entrevistas telefónicas a cidadãos eleitores maiores de 18 anos e residentes em todas as ilhas dos Açores. Para um grau de confiança de 95 por cento, a margem de erro é de mais ou menos 4,4 por cento.

Recorde-se que, nas últimas eleições regionais (2004), o PS/Açores reforçou a sua maioria absoluta, ao obter 56,9 por cento dos votos, o que lhe permite dispôr actualmente de 31 dos 52 deputados ao parlamento açoriano.

A coligação PSD-CDS/PP ficou-se pelos 36,8 por cento, enquanto que o PCP obteve 2,8 por cento dos votos e o Bloco de Esquerda 0,9 por cento.

Acho que o pequeno debate gerado por esta sondagem que, e bem vistas as coisas (por acaso já fiz algumas bem maiores...), nem teve uma dimensão por aí além e sobrevive com "aquela" de ser 95% certa. É um estudo médio e com algumas questões enganadores, pois não põe eventuais candidatos (a par, no caso do PS e do PSD...) em disputa directa. Limita-se a inquirir qual o melhor candidato a Presidente do Governo e, na senda actual de meio de mandato, a essa questão a resposta da maioria é mais do que óbvia...

publicado por MSA às 15:57
link do post | comentar | favorito

Animação...

Realizou-se anteontem, na Escola Secundária das Laranjeiras, uma Conferência sobre "A Educação-que futuro?". Este foi o "painel" presente:

A mesa da Conferência "A Educação-que futuro?"...

Sem, minimamente, querer tirar qualquer crédito aos intervenientes, só me apetece referir que, e face aos olhares e semblantes, aquilo deve ter sido uma animação pegada...!

 

publicado por MSA às 13:12
link do post | comentar | favorito

Carmona e o DownTown...

É certo e sabido que a actividade política requer um certo equilíbrio. Carmona Rodrigues provou tê-lo na última edição do "Lisboa DownTown", a conhecida prova do Circuito Mundial realizada nos degraus e ruelas de Alfama. Apesar da queda aparatosa (ver video), o edil da capital revelou novamente que está aí para as curvas (ele é vespas, carros antigos, mini-maratonas e, agora, o DownHill...). Continua, por isso e não só, a ser um dos autarcas portugueses de que gosto...
publicado por MSA às 13:00
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 18 de Outubro de 2006

Desabafo.

Se as coisas têm todas o seu valor, e se, mesmo eu, não ligo nenhuma a valores...

Se os momentos valem o que valem e o que deles advêm só pode (e deve) tranformar-se em lucro ao coração.

Se há valores, e nos podem ser úteis, então valha-nos isso...

publicado por MSA às 16:24
link do post | comentar | favorito

Um Poema para o dia 18 de Outubro de 2006.

BAR (Teresinka Pereira)

Hora cheia de bar
e chuva de prata lá fora.

Óculos de todas as cores quebrando
o espaço entre duas flores,
uma pérola de abril entre esta
multidão de bestas e beatos,
e um choro lá fora
do lado mais velho da palmeira livre.

publicado por MSA às 16:16
link do post | comentar | favorito

Cartaz (com a devida antecedência...)

E nada de combinar outras coisas para o São Martinho...!
publicado por MSA às 12:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Hotel do Cantagalo-Buraco à venda?...

Cantagalo (Angra)...e lá continua o buraco...

O assunto estava meio morno, mas voltou à baila na edição desta manhã do jornal "aUNIÃO".

E acho que vou seguir o mote deixado pelo artigo do Pedro Ferreira...

publicado por MSA às 11:36
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 17 de Outubro de 2006

Desenhando e recriando...

Foi-me enviado por mail, e é o link para um fórum, onde está disponível uma recriação notável de um artista russo. Vale a pena ver...
publicado por MSA às 17:27
link do post | comentar | favorito

Cartaz.

Os premiados com o Nobel...comentados, em Angra.
publicado por MSA às 17:17
link do post | comentar | favorito

Recalcamentos da moda...(2)

Já escrevi este post há mais de um ano. mas julgo que continua actual, e sempre tem mais um aniversário para comemorar...
publicado por MSA às 12:00
link do post | comentar | favorito

Imagem.

O "Europa", ao largo de Angra...

(Imagem do navio de cruzeiro "Europa", no dia em que abeirou a baía de Angra...mas bem ao longe para não "estragar"...)

publicado por MSA às 11:54
link do post | comentar | favorito

Estamos sempre a aprender...

Ora aqui está uma que eu não sabia, e que vem direitinha do fórum do "MaisRallye" (assim um a espécie de "ponto de encontro" dos maluquinhos pelos ralis nos Açores, nos quais me incluo...), através da pena sabedora do meu caro amigo Abel Carreiro:

"Para quem não sabe, e atribui a designação "Japonês"a qualquer ligação histórica com o Japão, aqui fica a explicação:

- Na década de 50, iam muitos Micaelenses trabalhar para a ilha Terceira, nessa altura, ao embarcarem em São Miguel, eram marcados (no braço ou na mão...) com um carimbo com a sigla da Junta Autónoma do Porto (JAP). Quando desembarcavam na ilha Terceira, esse desembarque era controlado por soldados Americanos, que os identificavam pela sua procedência, utilizando a expressão "This one cames from JAP" ou então, mais simplesmente "another JAP
".

A sonoridade, idêntica à abreviatura que é normalmente utilizada para chamar os "Japoneses" deu origem ao trocadilho hoje conhecido".

Pois é, estamos sempre a aprender...

publicado por MSA às 11:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 16 de Outubro de 2006

Mais um título açoriano por aí...

"Brumazores", um jornal com edição online e distribuição gratuita...

Já nasceu o "Brumazores", um jornal de distribuição gratuita e que tem também uma edição online. Colaborei com o primeiro número (e espero fazê-lo nos restantes...), onde o agradável grafismo até dá uns "toques" que títulos já consagrados poderiam aproveitar. Continuem...

publicado por MSA às 17:06
link do post | comentar | favorito

Já há crise verde-e-branca?

O Lusitânia começa a mostrar sinais de não ter estrutura para a 2ª Divisão...

A equipa sénior de Futebol do Lusitânia perdeu ontem mais um jogo para a 2ª Divisão-Série C. Embora a competição vá apenas na 4ª jornada, a verdade é que a equipa de João Salcedas (que, refira-se, pôs já o lugar à disposição da Direcção presidida por Paulo Borges...), tem um saldo bastante negativo até agora e é última da tabela com apenas um ponto. A derrota deste fim-de-semana foi em casa, frente ao Pampilhosa (11º classificado e até ontem só com derrotas...), e por 5 a 2. Nem os dois tentos de Veredas valeram aos Leões da Rua da Sé. Mais abaixo na Cidade Património, o Angrense, que este fim-de-semana viajou até São Jorge para derrotar copiosamente (5-1) o Marítimo Velense, lidera isolado a Série Açores da 3ª Divisão. E é a tal equipa que tem apenas jogadores da "casa" e que vai apostando fortemente na formação de novos valores. Será que, ali para os lados do Solar de Violante do Canto, se estão a tomar as melhores decisões...?

Fica a pergunta de um lusitanista que não vai ao João Paulo II, mas que costuma ir até ao "velhinho" Municipal...

E que não percebe porque está escrito "Esforço, Dedicação Devocação...Glória" no site do clube...

publicado por MSA às 16:27
link do post | comentar | favorito

Emoção no Estoril!...

Os felizardos que puderam assistir, ao vivo, ao GP de Portugal em MotoGP estão de parabéns. A corrida rainha de ontem foi do melhor que já se viu na categoria. A luta e o suspense foram intensos até final, com a vitória do espanhol "Tony" Elias a ser conseguida "in-extremis" sobre a meta e pela mais pequena margem de sempre: 2 milésimas de segundo sobre "The Doctor" Valentino Rossi. O resultado, somado à queda do então líder do Mundial, Nicky Hayden (que foi completamente abalroado pelo seu companheiro de equipa Daniel Pedrosa...), deixam Rossi numa excelente posição para garantir mais um título mas, e campeonatos à parte, a corrida foi imprópria para cardíacos...ainda bem que a Sport TV ficou com a Formula 1...!

Valentino Rossi, o mago da Yamaha ainda pode ser campeão de novo...

publicado por MSA às 16:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Houve mais jogos...?

Não há coisa que mais me irrite que a parcialidade. Nada que me deixe mal disposto ou agoniado, mas irrita-me, mesmo quando ela é praticada para o "meu" lado ou favorecendo as minhas preferências. E dou um exemplo bem claro disso, referindo-me ao futebol do fim-de-semana. Independentemente ou não da boa exibição da equipa de Fernando Santos em Leiria, acho que houve outros jogos, e outras boas exibições, na jornada nº6 da Primeira Liga. Certo? Então porquê o desiquilíbrio latente no destaque dado ao desempenho da equipa que vai em quarto lugar da tabela? A resposta: Parcialidade...
publicado por MSA às 15:54
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 13 de Outubro de 2006

Cartaz.

A "Lira Açoriana" de regresso à Terceira...

A orquestra regional “Lira Açoriana” foi criada em 1998, sendo constituída por cerca de cem jovens músicos, em representação das muitas dezenas de bandas filarmónicas das diferentes ilhas da Região, numa iniciativa da Presidência do Governo Regional dos Açores, através da Direcção Regional da Cultura.

Além do Concerto, hoje, a partir das 16h30, a "Lira" vai desfilar na Rua da Sé.

publicado por MSA às 11:45
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Conselho (Gastronomia).

Há dias em que apetece mesmo comer bem. O conselho é simples: rumar à Fonte do Bastardo e sentar-se numa das mesas do "Snack Bar/Restaurante Alcatra". A ementa é variada nas escolhas, precisamente, de alcatras, sendo que as há de quase tudo.

Esta é de Polvo...e de chorar por mais!...

Para um casal em final de tarde a escolha foi simples, faltando agora experimentar (todo) o resto: Uma alcatra de peixe (deliciosa, com cherne e boca negra) e uma de polvo. Nada de especial nas bebidas. 23,85 euros. Vale a pena.

publicado por MSA às 11:37
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
13
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Irritação.

. Luís Miguel Rego fez hist...

. Urban Art.

. Atlântida Taurina (Festas...

. Feira Taurina Graciosa 20...

. Ralis rumam à Ilha do Sol...

. Homenagem.

. Délio Teodoro e Dânia Fur...

. Wolfmother - Dimension

. A emoção paternal de "Rub...

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.quem cá passa

Contador de visitas

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds