Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PORTO DAS PIPAS

miguel de sousa azevedo - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel de sousa azevedo - açores

31.Mai.05

Nu e cru...

Hoje voltei a fazer parte dos muitos milhares de desempregados deste país. A raiva de como o processo (não) decorreu, impede-me ainda de escrever sobre o assunto. Mas a realidade, essa é incontornável. I'm out...
29.Mai.05

A Revolta dos Pastéis de Nata (RTP :2)

LFB.jpgAinda não apanhei nenhum programa desde o início (tem sido complicado...), mas prometo Sexta que vem ou Domingo estar alerta.
O que já vi diz tudo. O à vontade de Luís Filipe Borges cresce, as rubricas (já agora porque não discutir a forma como se pronuncia a palavra...ou outras como rostos, gostos, líderes e afins...?) de humor mordaz e inteligente, convidados bem escolhidos e que entram no espírito da "coisa" e um nome que (embora eu prefira os jesuítas da "Moura" de Santo Tirso ou as cornucópias do "Athanásio"...) tem interpretações giras. Vou ver se estou em Lisboa num fim-de-semana em que haja programa...e se "esgadanho" para arranjar lugar e ver ao vivo, eh eh!
Força com o projecto e um pontapé no tele-lixo que (ainda) nos invade!...

PS-Dá em directo às Sextas à noite (23h30 mais ou menos) e repete ao Domingo depois de "Futurama" (20:50 sensivelmente). Vale a pena.

29.Mai.05

A festa da Taça

38 depois o Vitória de Setúbal voltou a conquistar a Taça de Portugal. No Jamor o adversário foi o mesmo da última vitória (por 3-1): o Benfica.
Mais do que uma prova de que as ditas equipas pequenas jogam bom futebol, e este Vitória no início da época foi uma verdadeira dor de cabeça para muita gente, importa referir que as vitórias não se podem comemorar antes da hora. Esta final da Taça foi mais um bom exemplo...
O que me move para escrever isto nem é tanto (mas podia...) a derrota do Benfica. É que a Taça de Portugal é uma prova por eliminatórias e que atravessa quase toda a época, assim sendo, e como só duas equipa chegam à Final, houve muito boa gente a ficar pelo caminho...
27.Mai.05

Das nossas famílias...

Terceira-vista.jpgFruto de 40 anos de trabalho nos mais importantes arquivos nacionais, Jorge Forjaz e António Ornelas Mendes têm, pronta para publicar, uma edição monumental da sua investigação sobre as Genealogias da Ilha Terceira, região sobre a qual o único estudo que lhe foi dedicado - o «Nobiliário da Ilha Terceira» de Eduardo de Campos de Castro de Azevedo Soares (Carcavelos) - data de 1907.
Começando pelos primeiros povoadores, os autores desenvolvem até à actualidade as genealogias de centenas de famílias que, a partir da Terceira, se espalharam pelas várias ilhas dos Açores, especialmente São Miguel, Graciosa, Faial, São Jorge, Flores, pela Madeira e pelo Continente, distribuídas por cerca de 400 capítulos, subdivididos em 1.500 sub-capítulos, e com mais de 15.000 notas.
Para quem conhece dois dos anteriores trabalhos de Jorge Forjaz - "Famílias Macaenses" e "Os Luso-Descendentes da Índia Portuguesa" - as características gráficas serão em tudo semelhantes, constituíndo a principal diferença o número de volumes previsto - oito, com cerca de 750 páginas cada - que transformam este trabalho no maior estudo de genealogia alguma vez publicado em Portugal.
O custo estimado desta obra será de 350 euros, estando previstas várias modalidades de pagamento, incluíndo a repartição em seis ou doze prestações mensais.

Pelas suas características especiais, a tiragem será praticamente limitada aos subscritores, o que a transformará em pouco tempo numa raridade bibliográfica.

No sentido de avaliar o interesse do público em geral e dos genealogistas em particular, as Edições do Guarda-Mór lançaram uma pré-inscrição, sem qualquer compromisso, bastando preencher um formulário disponibilizado para o efeito. Podem aceder ao mesmo através do site www.genealogia.sapo.pt .
27.Mai.05

Um outro dia

Amanheceu. Ouvi pássaros mas não cumprimentei o Sol.
Esforço-me por lembrar o cheiro da manhã junto ao muro de pedra. Junto ao sal. Junto a um frio que os ossos recordam. Junto a um afagar de dia que só parava com o entardecer sobre as ondas...
26.Mai.05

A Volta ao Mundo em 80 dias.

Hoje revi o filme. Não com a mesma magia da primeira vez, nem por certo com a fantasia das páginas do livro de Julio Verne. Contudo David Niven e Cantinflas no seu melhor...

Ao bom jeito da SIC, a RTP-1 nem se dignou a passar a ficha técnica final do filme.

Pág. 1/5