Miguel Sousa Azevedo

Create Your Badge
Quinta-feira, 31 de Março de 2005

Rumo ao Sul...

GustavoLouro-Skoda3.jpg
Foto: Ricardo Batista (www.supermotores.net)
publicado por MSA às 13:55
link do post | comentar | favorito

Suspirando (uma vez mais)...

No colo de um dia em estado puro corre a vida. Estende-se a uma onda que tarda em rebentar na terra firme. Na terra quente onde pulsam os sorrisos e as aventuras. Naquele espaço que quero partilhar com o coração. O teu.
publicado por MSA às 13:52
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 26 de Março de 2005

Gulodice de Páscoa e infância...

pascoa.jpg
publicado por MSA às 19:45
link do post | comentar | favorito

Umas linhas, Poeta! (Ao Rui Rodrigues)

Faz hoje um ano que te foste. Rápido demais e sem justa causa. Sem dar tempo para que nos conhecessemos melhor do que as nossas palavras o fizeram.

Sem veres avançar no tempo tanta coisa que sentias e respiravas com o brilho da alma de ilhéu-poeta.

Ficou por dizer a frase que iria resumir as noites de chuva e as tardes de sol. Ficaram perguntas no ar às quais nos respondes com memória e um vago espólio do tesouro que encerraste na timidez dos sérios.

Ficam máscaras por desenhar e que talvez nem o melhor dos retratos apanhassem: a do sal com ondas e a do fumo da paródia. Com um riso estridente que davam os outros e que tu guardavas sem adjectivos de especial emenda.

Ficou um abraço distante por apertar e a saudade de espuma...
publicado por MSA às 19:32
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 25 de Março de 2005

Artur Jorge e a autoridade...

"Artur Jorge expulsou ontem o médio Jean Makoun do estágio da selecção dos Camarões. O treinador português, que prepara o jogo com o Sudão, para o Grupo 3 de qualificação da Taça das Nações Africanas e do Mundial-2006, não perdoou o atraso de 30 minutos do jovem, de 21 anos, jogador do Lille".
Ai se o rapaz tem o feitio do Sá Pinto...
publicado por MSA às 00:30
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 24 de Março de 2005

Onde estão elas?

Bolacha Oreo.jpg
Por directo efeito de ser filho, neto e bisneto de diabéticos não vou muito em doces. Raro é comprar um bolo, menos raro cair na tentação de uns quantos rebuçados, mas de bolachas ai, isso sim, gosto mesmo.
Hoje comprei um pacote das melhores (e mais vendidas...) bolachas do mundo: as OREO. Com reminiscências à minha mais tenra infância, e à de muitos terceirenses por certo, está o sabor do creme branco e o doce-amargo do escuro chocolate. Na lembrança de dois dos sentidos (tacto e gosto) está a forma mais "correcta" de as comer, assim como presentes estarão vários "enjoos" por abuso nas doses...ou pacotinhos! E tudo parecia correr em carril de "candim" até meter a primeira à boca...
Onde estão as bolachas OREO? Que coisa sensaborona e artificial é aquela que utiliza (e destrói...) a imagem azul, castanha e branca que o "BX" fazia chegar às nossas casas e anseios? Nunca os senhores da Nabisco/Artiach irão ler isto, mas que fiquei a meio do pacote (há sempre que comprovar...) fiquei. Blargh!
publicado por MSA às 19:58
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Um Poema para o dia 24 de Março de 2004

O AUTOR AOS SEUS VERSOS (Bocage)

Chorosos versos meus desentoados,
Sem arte, sem beleza e sem brandura,
Urdidos pela mão da Desventura,
Pela baça Tristeza envenenados:

Vede a luz, não busqueis, desesperados,
No mudo esquecimento a sepultura;
Se os ditosos vos lerem sem ternura,
Ler-vos-ão com ternura os desgraçados:

Não vos inspire, ó versos, cobardia
Da sátira mordaz o furor louco,
Da maldizente voz e tirania:

Desculpa tendes, se valeis tão pouco,
Que não pode cantar com melodia
Um peito de gemer cansado e rouco.
publicado por MSA às 19:48
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

...

dali-youngvirgin.jpg
"Young Virgin"-Salvador Dali (1954)
publicado por MSA às 14:48
link do post | comentar | favorito

Um dia de claridade

Não sei bem como partilhar este "mix" de sensações...mais um.
Reclama o corpo o descanso dos justos. Reclamam os sentidos que os encha de cores e paixões. Reclama o horário por não dar para tudo. E reclama o espírito por se sentir a inchar. De saudades e atenções.
É assim quando não se trabalha de tarde e está sol...
publicado por MSA às 14:17
link do post | comentar | favorito

Não aguentei muito...

nem consigo. Se há alguém que concorde com as expulsões de McCarthy e Seitaridis e ache que, com elas, não houve intenção clara de prejudicar os campeões nacionais, então essas serão as pessoas ou adeptos que gostam de ganhar nem que seja "levados" ao colo. Os castigos aplicados à equipa do FC Porto após o jogo com o Sporting são o cúmulo do ridículo e do tendencioso. Assim não, assim não. E a melhor sorte para o Sporting na Taça UEFA.
publicado por MSA às 13:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Segunda-feira, 21 de Março de 2005

Um Poema para o dia 21 de Março de 2005 (Dia Mundial da Poesia)

A UM POETA-SENHOR (Miguel de Sousa Azevedo)

Soube um dia, há idos anos,
que uma Alma, nortenha e fugidia,
tinha em tempos passado
p’la “Presença”, onde tantos
dedos célebres, de acérrimos
defensores de direitos e poder,
pintaram as letras da cor-do-Mundo.

Certa noite, em Descoberta,
mergulhei, em “Livro de Bordo”,
num mundo de sonetos e rimas,
cujas paragens ou
simples cais de descanso,
cujas mensagens ou
simples marés em balanço,
me fizeram por vezes
tremer, em nome dos
Cabos das Descobertas que
em mim já tinha feito.

Lembro então uma visita,
ao quarto ano de vida,
e que o escuro da memória
só deixa passar em imagem,
em que a Forte figura lá estava,
um tanto acabada,
mas bela, imponente e barbada,
pela cintura, e em mim
subiu ao coração
Linhas e letras de folhas,
amarelas pelo tempo, li e reli
desde então
Um forte impulso de querer
virar o tempo é a linha
constante e a fusão
Do amor pelos outros com a

incompreensão...
o reconhecimento das obras,
não é nunca, por si só,
o verdadeiro indício
daquilo que um Homem vale.
Vou querer-te sempre, como foste
Tio António de Portucale

Porto, 26-OUT-1998

(Este Poema escrevi-o em lembrança do meu Tio-Avô materno António de Sousa. Um dos Homens da "Presença" e um dos menos lembrados geniais peotas deste país...)
publicado por MSA às 23:37
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Não é promessa, mas...

...desconfio que vou ficar uns meses em perfeita abstinência no que toca a escrever sobre Futebol...
publicado por MSA às 23:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 17 de Março de 2005

...

JoyfulDay-Tarkay.jpg
"Joyful Day", Itzchak Tarkay
publicado por MSA às 19:30
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Soul & Gearbox...

Já sentiram uma espécie de posição de ponto-morto no cerne da alma? Naqueles minutos ou instantes em que temos a mente a ferver tanto que o "sistema" desliga automaticamente...?
Ou muito me engano ou tenho de ir ver o Mar nas próximas horas. Vá lá que está perto...
publicado por MSA às 19:08
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 16 de Março de 2005

Um Poema para o dia 16 de Março de 2005

MAS QUE SEI EU (Ruy Belo)

Mas que sei eu das folhas no outono
ao vento vorazmente arremessadas
quando eu passo pelas madrugadas
tal como passaria qualquer dono?
Eu sei que é vão o vento e lento o sono
e acabam coisas mal principiadas
no ínvio precipício das geadas
que pressinto no meu fundo abandono
Nenhum súbito lamenta
a dor de assim passar que me atormenta
e me ergue no ar como outra folha
qualquer. Mas eu sei que sei destas manhãs?
As coisas vêm vão e são tão vãs
como este olhar que ignoro que me olha

publicado por MSA às 13:31
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Climas

Hoje o Porto acordou triste e cinzento. Acabrunhado. Mesmo para os que não estiveram com os olhos e os ouvidos postos no Giuseppe Meazza.
Começa a incomodar-me vir aqui partilhar as agruras e tristezas dos dragões. É o desporto...
publicado por MSA às 13:19
link do post | comentar | favorito
Domingo, 13 de Março de 2005

...não façam barulho.

Serra da Cabreira-Pedras.JPG
A Natureza em descanso na Serra da Cabreira...
publicado por MSA às 23:03
link do post | comentar | favorito

Na paz dos Anjos

Guilhofrei.JPG
Por conta da reportagem do Rali Casino da Póvoa passámos duas noites em Rossas (obrigado, Rui), uma pequena freguesia do lindíssimo Concelho de Vieira do Minho. Um sítio onde se cumprimentam as pessoas pela manhã e se ouvem os passarinhos em visitas de ocasião aos parapeitos da janelas. Uma pequena terra onde a pedra das casas está ainda impregnada de pureza e onde se cheira o sossego a cada inspirar.
De lá, Rossas fica a cerca de 11 kms de Vieira do Minho, aos outros lugares de beleza que a rodeiam a viagem é um alívio do pára-arranca do caos da cidade. Mais do que nunca acredito na inutilidade que é viver nas grandes cidades. Mais do que nunca aproveito estes fins de semana de rali para respirar o que não se consegue de Segunda a Sexta: a paz.
Chegado ao Porto, e logo curioso de conhecer mais sobre aquelas bandas, encontrei esta linda imagem de Guilhofrei (também o nome de uma das classificativas do rali...) da autoria do João Lavadinho. Exactamente o mesmo que nos fornecia as fotos do Gustavo aqui há uns tempos. Os ralis e as paisagens, sempre juntos...
publicado por MSA às 22:57
link do post | comentar | favorito

Futebóis...

Na Sexta-feira,11, à noite, estive na Póvoa de Varzim no início do Nacional de Ralis, competição que cubro desde 2002 para o jornal terceirense "aUNIÃO". Assim sendo desconheço qualquer jogo de futebol que tenha acontecido em tal data. Pelo menos entre as 20 horas de Sexta e as cerca de 2 da madrugada de Sábado, hora a que seguímos rumo a Vieira do Minho, zona onde se disputou o segundo dia do Rali. Nos acessos e interiores das classificativas escusei-me a olhar para qualquer coisa semelhante a um jornal desportivo. Nos cafés e restaurantes julgo que não havia televisão...
publicado por MSA às 22:35
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 10 de Março de 2005

A ponte dos Viveiros da Florestal (Terceira)

viveirosilhaterceira.JPG
Quem nunca molhou os pés por ali quando era pequeno? E já maiorzinho?...
publicado por MSA às 00:33
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

Um Poema para o dia 10 de Março de 2005

O TEMPO NÃO SABE NADA (Jorge Palma)

o tempo não sabe nada
o tempo não tem razão
o tempo nunca existiu
é da nossa invenção

se abandonarmos as horas para nos sentirmos sós
meu amor o tempo somos nós

o espaço tem o volume
da imaginação
além do nosso horizonte
existe outra dimensão

o espaço foi construído sem princípio nem fim
meu amor tu cabes dentro de mim

o meu tesouro és tu
eternamente tu
não há passos divergentes para quem se quer encontrar

a nossa história começa
na total escuridão
onde o mistério ultrapassa
a nossa compreensão

a nossa história é o esforço para alcançar a luz
meu amor o impossível seduz

o meu tesouro és tu
eternamente tu
não há passos divergentes para quem se quer encontrar

publicado por MSA às 00:25
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 8 de Março de 2005

Felicidade e tendências...

Parece que hoje é o Dia da Mulher. Pouco me importa a data, até porque o meu relacionamento com as mulheres foi e é, desde sempre, cordato e de respeito. Acho inclusivamente que as ditas clivagens que existem na sociedade entre os dois sexos se devem bem mais às mulheres que aos homens. É que, por incrível que pareça (e de Portugal falo, pois é cá que vivo...), ainda há mulheres subjugadas completamente aos maridos e aos pais e que tomam como suas tarefas que deviam ser divididas e partilhadas. Nada tem a ver com conservadorismo ou tradição. Na minha óptica tem mesmo a ver com estupidez...

Adiante na conversa e as duas mulheres da minha vida são a minha Anita e a minha Mãe. E delas sei bem com o que posso contar. Um beijinho para as duas, já agora.

Decididamente acho que a maior parte das pessoas se dá mal com a felicidade alheia. No meu caso e da minha mulher já senti isso por diversas vezes. E como gosto que sintam inveja da nossa felicidade...
publicado por MSA às 13:35
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 7 de Março de 2005

“Rondando” os famosos… (crónica)

JantarDeco.JPG
Foi do alto dos meus dez anos que “cacei” os três primeiros autógrafos da minha pequena colecção. Estava, com a minha Mãe, numa fila de embarque para Lisboa (isto no Verão de 1985…ai tanto tempo que já passou…), quando me apercebi de três “famosos” que nos acompanhavam. Assim foram as assinaturas datadas dos cantores Marco Paulo e Alexandra, e do humorista Herman José – acabados de actuar nas “Sanjoaninas’85”, as últimas realizadas na Praia da Vitória –, as três primeiras de um conjunto a que nunca dei grande importância. Mas que fui fazendo crescer desde então.
Do Atletismo Fernando Mamede, Rosa Mota, Carlos Lopes, os Gémeos Castro (guardo também o diploma e a medalha de participação oferecidos por Dionísio Castro, aquando da meia-Maratona “Amores do Atletismo” de 1992), José Luiz Barbosa e Joaquim Carvalho Cruz, os pilotos de rali Joaquim Santos, Juha Kankkunen ou Markku Alen, Jorge Palma ou Kalu e Zé Pedro dos “Xutos”, Carlos Queiroz e a maior parte das estrelas recentes do F.C. do Porto são nomes de alguns dos “rabiscos” que mantenho em bom lugar. Nunca com grande esforço, mas sempre para preservar. É que os famosos têm um “ar” especial que me encanta e atrai.
Casadinhos de fresco em 2000, e passeando pela noite londrina sem destino certo, eu e a minha Anita (instalados no segundo piso de um tradicional “red bus”) avistamos, na entrada de um teatro da capital inglesa, a mediática Victoria Beckham a ser fotografada por dezenas de pessoas. Saímos na paragem seguinte e rumamos ao dito teatro para saber que “glamour” lá se espalhava. Era a festa anual da “Elle” britânica, com uma entrega de prémios de moda ou coisa que assim fosse e, logicamente, ficamos pela entrada. “Misturamo-nos” com os fotógrafos e jornalistas e, com a nossa pequena “Cânon Ixus” lá nos transformamos em repórteres de celebridades. Era impressionante a forma ordenada com que os muitos modelos e estilistas iam saindo das “limousines”, e se acercavam dos curiosos e dos jornalistas, para os quais pousavam em nítido esforço de brilhar mais do que a concorrência. Foi fútil e até cansativo. Mas uma experiência de “encher” o olho…
“Um Aniversário diferente…” deveria ser o título desta crónica. Para os mais atentos deixei, na passada semana, em aberto a explicação para a minha ausência no recente Porto-Benfica, que felizmente ainda se saldou por um empate que não comprometeu a ainda-distante-do-melhor equipa de José Couceiro. Pois tudo aconteceu na noite do jogo Porto-Inter, quando recebi um telefonema a dizer que ganhara um prémio dos “Sumólicos”. Fiquei surpreendido pois nada fizera que levasse a tal distinção. Mas rapidamente “deduzi” que era “obra” da minha Anita. De facto, em alturas do Euro’2004, ouvi falar num concurso. Apenas não sabia que ela me tinha colocado (no sentido literal da palavra…) como um grande consumidor do refrigerante que promovia o concurso. Nem muito menos que ganhara com isso um jantar com o Deco…no dia dos meus anos! Rapidamente cedemos a nossa presença no “Dragão” para não faltar ao repasto com o craque. Mas a verdade é que, na Segunda de manhã, o primeiro telefonema era a adiar o jantar. Em suma: Trinta anos no “pêlo”…e, nem “bola”, nem jantar para ninguém!
Tudo se recompôs com a nova data do jantar que se realizou na passada Quarta-feira, no Cais de Gaia. Tal como esperava, tal era o mote do concurso em questão, aquilo era “só canalha”, dois jovens mais “crescidotes”, eu, a minha Anita, e o staff da marca promotora do evento. A entrada de Deco em cena ficou marcada pelo primeiro aperto de mão a um miúdo de dez anos, que logo se pôs a gritar: “-Ele tocou-me! Ele tocou-me!”. O jogador do Barcelona (e, infelizmente, ex- F.C. Porto…) é um jovem tímido e simpático e foi isso que demonstrou nas duas ou três horas de convívio com as cerca de trinta pessoas que o aguardavam (entre as quais vários pais de premiados que nem saíram do restaurante…). De conversa serena e trato dócil o craque luso-brasileiro foi aconselhando alguns futuros jogadores das opções a fazer. Contou histórias mais antigas da sua carreira e revelou alguns episódios mais recentes e caricatos. Que tal o roupeiro do “Barça” que faz cópias perfeitas dos autógrafos de todo o plantel em alturas de maior “aperto”? Ou o desejo de terminar a carreira no Japão, rendido que ficou aos encantos do sol nascente? Ou a confidência de que, saído daquele jantar, teria de repetir a dose logo de seguida com Maniche que, disse Deco, ficava “ofendido sempre que estou cá e não janto com ele…”. Deco falou da grande estima que tem pela cidade invicta, revelando ser esse o único senão da sua adaptação à Catalunha. Além do clube e dos amigos e colegas, Deco diz ter deixado no Porto uma ligação muito forte às pessoas e à própria cidade. À qual volta sempre que tem “um tempinho livre”. Foi enfim o confirmar da boa impressão que o jogador sempre nos causara. E a prova de que a simplicidade marca pontos…tantos quantos os passes certeiros que, nas Antas, no Dragão, e agora no Camp Nou, vão fazendo deste Deco um dos maiores vultos do futebol mundial. Ali, sem equipamento nem público, Deco foi um jovem (mais novo do que eu…) sincero e amável. Palavra que foi assim. Não nos livramos da surpreendente visita do famoso “Emplastro”, que “agraciou” Deco e a restante plateia, com as suas frases de sempre e com poses para as fotos…feitas com os dentes na mão! Inesperada foi também a presença de uma equipa da RTP, que fez imagens da festa e entrevistou Deco. E aí confirmei outra coisa. O “tique” de passar a mão pelo pescoço quando está frente às câmaras é mesmo isso. Um “tique” nervoso. Que nada tem a ver com a frieza e a criatividade que Deco tem nos pés, e com as quais nos brindou e continuará a brindar nos relvados do Mundo. Obrigado Deco, provaste tudo o que achávamos.
publicado por MSA às 20:46
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Distâncias...

Está tão mau tempo nos Açores. E eu tão longe da minha ilha.
publicado por MSA às 19:38
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 4 de Março de 2005

Boa Sorte.

Monteiro-Jordan.jpg
publicado por MSA às 22:48
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

O 17º Governo Constitucional:

Primeiro-ministro- José Sócrates.

Ministro de Estado e da Administração Interna- António Costa.
Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros- Diogo Freitas do Amaral.
Ministro de Estado e das Finanças- Luís Campos Cunha.
Ministro da Defesa- Luís Amado.
Ministro da Economia- Manuel Pinho.
Ministro do Trabalho e da Segurança Social- Vieira da Silva.
Ministro da Justiça- Alberto Costa.
Ministro da Saúde- Correia de Campos.
Ministro da Agricultura, Desenvolvimento Rural e das Pescas- Jaime Silva.
Ministro das Obras Públicas- Mário Lino.
Ministro da Educação- Maria de Lurdes Rodrigues.
Ministro do Ensino Superior e Ciência- José Mariano Gago.
Ministro da Presidência- Pedro Silva Pereira.
Ministro dos Assuntos Parlamentares- Augusto Santos Silva.
Ministra da Cultura- Isabel Pires de Lima.
Ministro do Ambiente- Francisco Nunes Correia.

Secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros- Jorge Lacão.
publicado por MSA às 22:41
link do post | comentar | favorito

Um Poema (que é canção...) para o dia 4 de Março de 2005

A CULPA É DA VONTADE (António Variações)

a culpa não é do sol
se o meu corpo se queimar
a culpa é da vontade
que eu tenho de te abraçar
a culpa não é da praia
se o meu corpo se ferir
a culpa é da vontade
que eu tenho de te sentir
a culpa é da vontade que vive
dentro de mim
e só morre com a idade
com a idade do meu fim
a culpa é da vontade
a culpa não é do mar
se o meu olhar se perder
a culpa é da vontade
que eu tenho de te ver
a culpa não é do vento
se a minha voz se calar
a culpa é do lamento
que suporta o meu cantar
publicado por MSA às 22:31
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Debaixo das árvores

Apesar de adorar o sol e de necessitar (não é bem fotossíntese, mas quase...) dele em quantidade para estar bem, sinto um sossego diferente quando os momentos têm por tecto do mundo as folhas e as copas das árvores. Mais do que a sombra e o fresco são a luz filtrada e o ruído das ditas folhas a conversarem entre si que me atraem e descontraem por completo. Mesmo se estou só de passagem por debaixo de uma árvore, e tenho ao alcance das mãos as suas folhas mais baixas, raramente perco a oportunidade de tocá-las levemente...assim em jeito de cumprimento.
publicado por MSA às 13:30
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 3 de Março de 2005

(des)governação...

Hoje senti-me (pela primeira vez na vida...) vítima directa da íncuria governativa e da escassez de qualidade de vida. Embora tenha já estado quase três anos sem conseguir arranjar emprego (parece fácil...mas só de escrever...) esta foi a face mais visível da triste "moeda" que se vive em Portugal. Depois de 9 meses em regime de prestação de serviços (recibos verdes em pomposa designação...) foi-me dito que passaria a ser trabalhador por conta de uma empresa de trabalho temporário...desde anteontem! São as consequências dos "arranjinhos" finais de um Governo que sabe virem aí fiscalizações apertadas. E que sabe não haverá S.A. de gestão a resistir-lhes...
Pela primeira vez, de há uns tempos para cá, fui o elo mais fraco. Adeus!
publicado por MSA às 13:28
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 27 seguidores

.pesquisar

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Tentas comentadas

. O amigo Domingos.

. Ação em Portimão!

. 1º GP Angra Marina Hotel

. Livro do Emanuel

. VI Pico Play Auto Açorean...

. No palco, dias 20, 21 e 2...

. Blind Zero na Casa da Mús...

. Café Teatro

. Reportagem VI Pico Play A...

.arquivos

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.quem cá passa

Contador de visitas

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds