Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

PORTO DAS PIPAS

miguel de sousa azevedo - açores

PORTO DAS PIPAS

miguel de sousa azevedo - açores

30.Jul.04

Um Poema para o dia 30 de Julho de 2004

POEMA AO FORCADO DA TERCEIRA (Miguel de Sousa Azevedo)

a ti, Forcado, que sonhas
a pega
no Orvalho da Vida...

a ti, Terceira, que crias
estes filhos
na sede de juntar
amores à tradição...

No redondel de hortenses
húmidas de amizade
se fez união à unha
juntando valores à cunha
de um misto de coragem e
saudade

valorosos espíritos de dádiva
movimentaram gentes aos anos
saudaram aos céus o corpo
aguardando palmas em flor
brindando à alma sem dor...

num respirar alentado
pela terra da lava dos dias
se furtam aos ferros da sorte
se alheiam da vida e da morte...

e pegam um rival amado e vivo
numa luta, que nossa,
possui a nostalgia do sentir
de ilhéus
de crentes num viver
de cor, festa, e alegria ao próximo.

a ti, Forcado, te peço
leva longe esta gente ao mar
prevalece em ti o gostar
de um modo rico e agrado
de viver sentido e amado

de pegar o toiro da vida à terra,
dá a volta à praça do orgulho,
que te damos em mãos postas,
por nós por ti de pé
tão só...Olé!

Porto, Domingo de Páscoa de 2002


30.Jul.04

Pegas "Reais" para a Tertúlia Terceirense

Pega.JPGÉ já Domingo que os Forcados da Terceira regressam a terras Continentais. Com efeito o Grupo da Tertúlia Tauromáquica Terceirense marca presença na “Corrida Real”, que terá lugar pelas 22 horas, em Salvaterra de Magos.
Em liça estará um cartaz de alto nível para um acontecimento de gabarito reconhecido e que, tal como reza o nome, terá a apadrinhá-lo Dom Duarte de Bragança, pretendente à Coroa Portuguesa, e sua mulher Dona Isabel de Herédia. Assim a Praça daquela Vila da margem esquerda do Tejo recebe os cavaleiros João Salgueiro, Francisco Cortes, Ana Batista e Vítor Ribeiro e as pegas estarão a cargo dos Amadores de Santarém, dos Amadores do Barrete Verde de Alcochete e dos valorosos da Tertúlia comandados por Adalberto Belerique. O curro será constituído por seis toiros da ganaderia Irmãos Camacho Lampreia. Será então naquela localidade do distrito de Santarém que os nossos bravos vão tentar repetir os sucessos firmados, em Maio de 2003, na desmontável de Vila Nova de São Bento e na “catedral” da Forcadagem, Montemor.
Deus lhes dê ganas de pegar e lá estaremos para ver, sentir e aplaudir. Força, Rapazes!
28.Jul.04

Um Poema para o dia 28 de Julho de 2004

POETA (Adolfo Casais Monteiro)

Poeta: uma criança em face do papel.
Poema: os jogos inocentes,
invenções de menino aborrecido e só.
A pena joga com palavras ocas,
atira-as ao ar a ver se ganha o jogo;
os dados caem: são o poema. Ganhou.


28.Jul.04

Good luck, Ricardo

Ricardo Carvalho2.jpgDepois de Paulo Ferreira (Chelsea) e de Deco (Barcelona) foi a vez de Ricardo Carvalho rumar a terras de Sua Majestade para continuar colega do defesa direito que abriu a "saison" de vendas no Dragão. O Chelsea de Abramovich deverá ter desembolsado cerca de 30 milhões de Euros pelo passe do talentoso central nascido em Amarante. Com a ida de Ricardo vão-se esfumando as esperanças de um Porto eficaz e consistente. Na mira do Arsenal está agora Maniche a, ao contrário dos milhões que entram, a produção da equipa de Del Neri na pré-época não se assume nem de longe como um sorriso para os adeptos. Não quero entrar em desânimos precoces (tal como não entro em euforias desmedidas...) mas este Porto da defesa em linha não me convence. E não é só pela falta dos "internacionais"...se é que algum deles vai chegar ao primeiro jogo da época oficial...
Seja como for já é muito perfume no ar na zona do Dragão. E todo de estrelas já embarcadas. Brilha por lá, Ricardo Carvalho.
28.Jul.04

E o fogo consome o país

fogo.jpgTal como em 2003 e tal como em todos os anteriores anos quando o alto Verão está a pino e de temperaturas elevadas. O fogo que arde em vista larga vai consumindo o país, vidas, animais, paisagens e o verde que nos acalmou um dia. Infelizmente à solta continuam criminosos assassinos que, sem dó nem piedade, e movidos pela ganância e pelo lucro fácil, queimam pedaços da nossa história e áreas protegidas como se nada fosse. A contrastar com os insuficientes meios de protecção e defesa das nossas florestas está a eficácia gritante dos incendiários. Anos luz à frente das pontas de cigarro e das fogueiras mal apagadas estão os químicos e a gasolina que utilizam em abundância. E assim vai correndo as chamas, semeando apenas a morte, o terror e a miséria dos que vêem arder as suas terras e árvores...
26.Jul.04

Um Poema para o dia 26 de Julho de 2004

Pico.jpgPICO (Manuel Alegre)

Pode escrever-se um poema com basalto
com pedra negra e vinha sobre a lava
com incenso mistérios criptomérias
e um grande Pico dentro da palavra.

Ou talvez com gaivotas e cigarros
cigarras do silêncio que se trilha
sílaba a sílaba até ao poema que está escrito
lá em cima no Pico sobre a ilha.
25.Jul.04

Fuzzy-GLB

Fuzzy-GLB.jpgAcho que nunca por aqui falei de música. Acho tão promíscuo dividir os nossos gostos musicais e as nossas ignorâncias sobre o tema que me esquivo a isso. Mas ontem relembrei um álbum que ligo a uma história engraçada. Reportemo-nos ao ano de lançamento da obra, 1993, e recordo um amigo meu que vive no Porto Martins - o local real que mais se assemelha ao paraíso... - e que, sobre esse disco, afirmou na altura:
"-Esse foi mesmo daqueles de contar as moedas para a urbana e ir a correr a Angra comprar. Depois vir a correr para casa e ouvir não sei quantas vezes seguidas..."
Outros tempos e outras realidades. O meu amigo continua o mesmo e o álbum, Fuzzy, dos Grant Lee Buffalo, é mesmo de ouvir e chorar por mais...
25.Jul.04

6 - ARMSTRONG - 6

Lance Armstrong.JPGEddy Merckx, Jacques Anquetil, Bernard Hinault ou Miguel Induraín perderiam hoje uma posição se existisse um "ranking" para o éden do Ciclismo. Pela sexta vez consecutiva Lance Armstrong chegou aos Champs Elyseés de amarelo vestido, e pela sexta vez consecutiva se emoldurou no Arco de Triunfo para se consagrar vencedor do "Tour de France". Um triunfo que é o corolário de muitos milhares de quilómetros de esforço e dedicação deste norte-americano que já superou um cancro, e que é olhado como um dos mais elevados exemplos de entrega e abnegação no desporto mundial. Sobre ele já pairam as habituais suspeitas de doping, consagradas em livro e bem "à boleia" do escândalo que vive o atletismo americano. Vistas as coisas pelo prisma da competição e da proeza, Armstrong elevou ao céu as montanhas, contra-relógios e demais pedaladas. Um herói que merece ser tratado como tal.
25.Jul.04

O "Lebrinha" (crónica reescrita)

Lebrinha.JPG… “É o ponto de encontro em Serpa quando sem vem aos Toiros…o famoso Lebrinha”… Assim me dizia, em Maio do ano passado, o Chico Noronha (antigo presidente da Tertúlia) em Vila Nova de São Bento, a pouco tempo de se iniciar a primeira actuação dos Forcados da Terceira no Alentejo. Como nestas andanças de toiros, e especialmente para os de “fora” da Praça, muito importa comer e beber bem e pensei logo que esse seria o destino pós-Tourada. Assim pensamos e melhor nos pusemos a caminho depois dos “nossos” terem deixado cartel na pequena desmontável. Serpa é uma pequena localidade de aspecto simpático e acolhedor. O “Lebrinha” nem por isso. Avistámo-lo ao fundo de uma rua ladeada por pequenas tascas (o Alentejo tem estas parecenças connosco…), com um grande letreiro onde se destacava a “dita” Lebrinha…um coelho aos saltos, disse eu em brincadeira. A casa estava cheia e rapidamente nos foi indicada mesa – éramos quatro e esfomeados… - , mais rapidamente ainda nos foi fornecida a ementa e, sem quase termos tempo de a folhear nos foi perguntado o que queríamos comer! Isto em possantes dez segundos! Reparamos então que o nome do Restaurante tinha todo o sentido. No “Lebrinha” os empregados correm como velocistas olímpicos de bandeja e contas na mão! A bebida não demorou um “ai” a chegar e, se não é a melhor “imperial” (o termo sulista que define um “fino”…) do país é de certo a mais rápida. Os copos eram batidos na mesa aquando da entrega, fazendo-nos pensar em beber de “pancada” para o serviço fluir mais supersónico ainda. Antes dos pratos chegarem, o que durou uns parcos 5 minutos que nem deixaram acabar as entradas como deve ser, e já um dos convivas puxava do cartão Multibanco, em tom de brincadeira perguntou: - Pode-se pagar já?
Da comida nada a apontar. Deliciosas Migas com Entrecosto comi eu e, enquanto pela TV se via um Sporting/Benfica, no “Lebrinha”, em Serpa do Alentejo, os empregados demonstravam-se a antítese das anedotas dedicadas aos locais. Num fim-de-semana que foi de convívio são e gargalhadas estridentes posso assegurar que o momento mais cansativo foi aquela refeição. No “Lebrinha” o lixo não é varrido do chão mas antes afastado para os lados, criando um autêntico corredor onde os rápidos “garçons” vão despachando pedido após pedido quase sem tocar os mosaicos!
Após a conta paga e com a bela refeição em início de digestão – sim, que a rapidez alheia não nos fez comer à pressa! -, lá saímos do “Lebrinha” e, transposta a porta regressamos à realidade de Serpa e do bonito Alentejo. Pacato e acolhedor.
Ufa, que canseira!
25.Jul.04

Hoje é dia de ir aos Toiros!

Tourada.jpgHoje vou matar saudades de mais de um ano. Desde Maio de 2003 (Montemor) que não entro numa Praça de Toiros. Limitações de quem está longe de uma terra onde a aficcion é afamada e mora numa zona do país onde ela praticamente nem existe. Mas, todos os anos, Julho é o mês de ir aos Toiros à Póvoa de Varzim. E em 2004 a 8ª Grande Corrida TV Norte realiza-se novamente no redondel daquela cidade costeira e tem este ano um cartel de luxo para uma tarde que se espera gloriosa. Assim, e a partir das 17 horas, poderemos contar com o seguinte cartaz:
Cavaleiros:
Joaquim Bastinhas, Rui Salvador,José Luis Cochicho, Luis Rouxinol, João Cerejo, Sonia Matias e Paulo Jorge Ferreira
Três grupos de forcados:
Amadores de Santarém, Alcochete e Amadores de Cascais.
Sete bonitos toiros da Ganadaria Engº. Rui Gonçalves.
A ver vamos o que dá a Festa que no Norte se vive de uma forma menos...digamos ordeira!

Pág. 1/6