Miguel Sousa Azevedo

Create Your Badge
Domingo, 7 de Fevereiro de 2016

Taroleiros 2015.

Foto PVelha.jpg

(A fotografia oficial, na Praça Velha...com 30 elementos. Faltam 23!)

publicado por MSA às 17:28
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 5 de Fevereiro de 2016

Em curso...

carnaval-2016-banner.png

 

publicado por MSA às 19:13
link do post | comentar | favorito

Volta, Tourada dos Estudantes...

Foto Cronica 55DI FEV16 - Volta Tourada dos Estuda

(Foto Fernando Pavão)

 

(até 2015...)

"É já domingo! Domingo gordo! Domingo barrigudo! A tradicional Garraiada dos Estudantes!", ouve-se, em volume elevado, da varanda onde está instalado o "WC", uma espécie de rádio oficial que, ao mesmo tempo que anuncia a Tourada dos Estudantes - uma tradição carnavalesca que marca o Entrudo angrense há mais de 90 anos - e o espalhafatoso cortejo que a irá anteceder, provoca brincadeiras, criticando quem passa, com piadas e "bocas".

Durante meses, uma comissão formada por quatro elementos, e largas dezenas de outros jovens, construíram, forraram, pintaram e criaram as linhas mestras de um evento onde imperam a crítica mordaz e a boa disposição.

Na Rua da Sé, atrapalhando o trânsito ao final da tarde, um grupo de enérgicos fantasiados distribui o "mortífero" cartaz da Tourada dos Estudantes. Neste, e mantendo uma linha "editorial" com muitas décadas, tudo está descrito e recriado. Dos artistas que vão abrilhantar a Praça de Toiros, aos temas que poderão marcar o referido cortejo. Cavaleiros, bandarilheiros, forcados, pastores e cómicos, muitos cómicos, garantem a festa. Na rua e no redondel, aquela é uma fase que não se dispensa no Carnaval da cidade património. Já todos experimentaram as emoções de lidar as reses bravas, na Tenta, e o espírito da tradição vai-se instalando. Toda a quadra, e as semanas que a antecederam, foi vivida de forma intensa e em torno do grande dia...

 

(...em 2016)

A pequena Mercês foi à Tenta dos Estudantes, com a sua tia-avó, trajada a rigor e exibindo um cartaz que dizia muito: "Com a minha geração, não morre esta tradição". Porque, afinal, a Tourada dos Estudantes não é um dado adquirido. O dito evento, outrora porta de entrada dos jovens valores no mundo da Tauromaquia, já não é o que era. E o grande rombo ter-se-á dado com o decair da parte séria de um verdadeiro festival taurino, onde coabitavam as regras e as cortesias com a galhofa e as marradas do cenário cómico, a cada Domingo Gordo.

Neste Domingo Gordo não haverá Tourada dos Estudantes e, por incrível que pareça, foi mesmo agora a falta de interesse dos estudantes a motivar essa perda pontual. Pode dizer-se que a postura das gerações é como o paladar, que se vai alterando ao longo da vida, mas neste caso a mudança parece ter sido abrupta, contrariando os anos mais recentes.

Sem se entender muito bem o que afastou os estudantes da quase centenária garraiada, todas as palavras vão sendo de apoio para que a mesma não desapareça. Mas essa é uma vontade que tem de vir dos próprios estudantes, hoje divididos por várias escolas e abertos a outras distrações e passatempos. De qualquer modo, esse é o desejo de muitos, e acredita-se que assim possa ser. O tempo há-de confirmá-lo:

Volta, Tourada dos Estudantes. Mas apenas se for feita justiça à tua História...

47 Volta Tourada dos Estudantes - DI 5FEV16.jpg

 

publicado por MSA às 11:15
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Todos à Praça.

Cartaz Convivo TE.jpg

 

publicado por MSA às 10:22
link do post | comentar | favorito

15 anos de Taroleiros!

Polo Taroleiros 2016.jpg

Os "Taroleiros de Angra" abrem hoje, pelo 15º ano consecutivo, o Carnaval na cidade património, desfilando pela Rua da Sé, depois de um animado jantar, desta feita marcado para a sede da Recreio dos Artistas.

 

Nunca deixando de aparecer no início do Entrudo, o grupo contará com 53 figurantes - quase todos com passagem pela saudosa Tourada dos Estudantes -, e vai formar o "Ginásio dos Taroleiros", esperando-se a exibição de destreza e boa forma física por todos os presentes.

 

A comissão do grupo, formada por César Fonseca, Artur Freitas e Pedro Santos, assegura "um desfile ordeiro e a presença nas várias festas no centro de Angra, abrindo a primeira noite do nosso Carnaval. Os Taroleiros já são uma tradição, e é com felicidade que cumprimos 15 anos de desfiles", referiram.

Cartaz Taroleiros 2016.jpg

 

publicado por MSA às 00:07
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2016

Bailinhos em São Carlos.

Cartaz Bailinhos São Carlos.jpg

 

publicado por MSA às 12:35
link do post | comentar | favorito

Bailinhos em São Bento.

Cartaz Bailinhos São Bento.jpg

 

publicado por MSA às 11:29
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quarta-feira, 3 de Fevereiro de 2016

Gaivota.

DSCF3176.JPG

Uma gaivota meio-chateada. Há pouco, na Praia da Vitória...

publicado por MSA às 19:26
link do post | comentar | favorito

St. Vincent - Marrow

publicado por MSA às 16:28
link do post | comentar | favorito

Hoje Angra esteve assim...

Angra Nevoeiro 2fev16 AA.jpg

 Angra Nevoeiro 2fev16 AB.jpg

Angra Nevoeiro 2fev16 JMB.jpg

Angra Nevoeiro 2fev16 PP.jpg

Angra Nevoeiro 2fev16 ZVT.jpg

Angra Nevoeiro 2fev16 LG.jpg

 Fotos:

António Araújo, António Bettencourt, José Maria Botelho,

Paulo Pires, Zé Vitor Toste e Luís Godinho.

publicado por MSA às 00:34
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 2 de Fevereiro de 2016

Entrevista Tourada dos Estudantes (DI)

Entrevista DI Tourada dos Estudantes 2fev16.jpg

Miguel Azevedo participou 10 vezes na Tourada dos Estudantes e vê com tristeza a interrupção da tradição quase centenária. Para além do cortejo com crítica social, realça o papel do festival tauromáquico na renovação dos toureiros locais.

 

Este ano, não se realiza, em Angra do Heroísmo, a Tourada dos Estudantes, uma tradição de Carnaval com quase um século. Na sua opinião, o que provocou este desfecho? Os alunos perderam o interesse? 

O que se verificou este ano foi, essencialmente, a falta de interesse dos estudantes. Podem apontar-se várias razões para que a Tourada dos Estudantes, na sua totalidade, não se realize, mas quando houve apenas 15 inscritos para a mesma poderia estar tudo dito. Recordo que, há não muitos anos, esse número ultrapassava a centena, e havia os "cortes" para selecionar os 60/70 que fariam parte do cortejo e da garraiada. Acho que não se deve dramatizar a situação, mas sim tirar as devidas ilações da mesma. Até porque se fez a Tenta, se deu a Volta à Ilha e, com a ajuda de alguns - infelizmente sempre os mesmos -, até haverá no sábado uma "brincadeira" na Praça de Toiros Ilha Terceira, que evocará a Tourada. Mas a verdade é que, nos últimos anos, as bancadas têm tido sempre as mesmas pessoas - e poucas -, mesmo se o cortejo vinha mantendo um nível engraçado. Acredito é que esta seja apenas uma crise passageira, e que em 2017 haja novamente a festa em todo o seu esplendor.

Uma das alunas que tentava organizar este ano a Tourada dos Estudantes disse a DI que os pais estavam renitentes em deixar os filhos participar. Esta tradição ganhou má imagem nos últimos anos?

Não vejo as coisas assim. Ou então a memória dos pais da nossa terra está muito fraca. Não há casa, especialmente em Angra, onde não haja uma recordação da Tourada dos Estudantes. Ela foi também a porta de entrada no mundo taurino para muitos jovens ao longo de décadas, para lá da sua vertente crítica e cómica, que sei ser, ainda hoje, motivo de tantas e tantas histórias. Claro que houve excessos, e hoje há uma data de problemáticas com os mais jovens, às quais nem se ligava anteriormente. Mas não acredito que o afastamento seja por via dos pais, nem que a Tourada dos Estudantes tenha má imagem. Espero que a vontade da Mariana e dos seus amigos prevaleça nestas novas gerações.

Destaque Entrevista DI Tourada dos Estudantes 2fev

Acredita que ainda será possível recuperar a Tourada dos Estudantes?

Penso que sim. Tenho uma opinião muito própria sobre vários fenómenos da nossa terra, pois a inconstância das gentes ganha terreno de uma forma preocupante. Mas acho que é uma tradição que vai ressurgir, depois desta "escorregadela". Para isso, é preciso recuperar a parte séria da Tourada, com cavaleiro, toureio apeado e as sempre presentes pegas, porque a Tourada dos Estudantes era um pequeno festival, mas com todas as cortesias, e lá nasceram quase todos os nomes grandes da nossa tauromaquia. Ou então, toda a pedagogia criada em torno da Festa Brava falhou no essencial, porque os artistas não se renovaram, com excepção dos forcados. Esse é um ponto essencial. O resto tem a ver com a vontade e a irreverência dos estudantes. Têm de ser eles a perceber que vão acabar com algo que sobreviveu a todo o Estado Novo…esperando que a maioria saiba o que isso foi.

A Tourada dos Estudantes tinha uma vertente de crítica social, com o cortejo realizado na Rua da Sé. O que é que se perde com o seu fim?

Pode perder-se um momento único em cada Carnaval, pois o cortejo espelha vários momentos e factos da nossa terra e da atualidade política e social. Há factos da nossa História que estão relatados nas memórias da Tourada dos Estudantes. A minha dúvida, e estendo isso a outros campos, é se a nossa sociedade ainda sabe criticar. Ou se apenas o faz porque sim, porque faz parte, mas já sem crença de que, efetivamente, a crítica possa mudar alguma coisa. Há uma censura silenciosa presente nas nossas vidas, mas já estou a fugir da temática, e o Entrudo é para sorrir.

A perda deste momento de análise crítica do que se passa na Terceira será um espelho da sociedade atual, que cada vez mais opta por não se pronunciar? 

Como referi, não acredito que a Tourada dos Estudantes fique por aqui, e ficaria muito triste se assim acontecesse. Mas temos de ser realistas e dar lugar a quem deve fazer as coisas, se as quiser fazer. Os estudantes e os jovens desta terra têm nas mãos uma tradição quase centenária, que deviam querer manter e acarinhar. Não podem ser os pais, as câmaras ou as empresas a suportar as coisas e a fazer-lhes a "papinha" toda. A iniciativa tem de ser deles, e o que não faltam são pessoas que podem ajudar. Discordo que a solução passe por formar mais uma associação para viver de dinheiros públicos, pois isso é o mesmo que assinar a sentença de morte do que foi a Tourada dos Estudantes desde os anos 20 do século passado. Não queiramos sistematizar o que nunca fez parte de um sistema. Sou contra isso.

Participou várias vezes na Tourada dos Estudantes. Que memórias guarda desses tempos?

Participei dez vezes, diretamente, na Tourada dos Estudantes, Fiz parte da sua comissão organizadora em 1997, e durante vários outros anos ajudei as várias comissões da melhor forma que soube. E já escrevi muito sobre esta tradição. Existem imensas histórias para contar, mas houve uma coisa que aprendi com toda a experiência num evento tão popular e intenso, que é o prazer de partilhar as recordações de uma forma saudável. Tal como o gosto de ficarmos com o nosso nome ligado a algo que fez rir, que criou bons momentos, que solidificou amizades, fez surgir namoros e até casamentos, que marcou decididamente a nossa adolescência e mesmo a idade adulta. Penso que o lado bom das tradições é esse mesmo, e traduz-se no fomento do amor às causas. O resto, tudo que seja forçado e impingido, ou soa a balelas ou vem de quem tem muita necessidade de aparecer. Mesmo se no Carnaval, ninguém leva a mal. Viva a Tourada dos Estudantes!

TouradaEstudantes1998.jpgTouradaEstudantes1967.JPG

TouradaEstudantes1964.jpg

TouradaEstudantes1994.jpg

 

 

 

publicado por MSA às 12:13
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2016

Beirut - No No No

publicado por MSA às 11:18
link do post | comentar | favorito
Domingo, 31 de Janeiro de 2016

RCA com nova equipa (RTP/A)

publicado por MSA às 20:59
link do post | comentar | favorito

Esperança.

Andre Villas Boas JN jan16.jpg

 

publicado por MSA às 16:58
link do post | comentar | favorito
Sábado, 30 de Janeiro de 2016

Oh Wonder - Without You

publicado por MSA às 18:28
link do post | comentar | favorito

Carnaval dos Coriscos.

Cartaz Carnaval Coriscos.jpg

 

publicado por MSA às 14:05
link do post | comentar | favorito

A Voz da Terceira

Nova Direção RCA 28JAN16 foto.JPG

Fez ontem uma semana, sob uma animação um tanto inesperada, realizaram-se eleições para os órgãos sociais do Rádio Club de Angra (RCA). Cumprindo um desejo de há muito, integrei uma das duas listas concorrentes, precisamente a que saiu vencedora de um disputado ato eleitoral, perante a agradável presença de quase 60 sócios, e cifrando-se em apenas um voto a diferença entre ambas as propostas.

É-me, de todo, fácil encontrar motivações para uma colaboração mais estreita com a estação que a História eternizou como a "Voz da Terceira", ainda mais numa altura em que a Rádio - no mundo - sofre mutações constantes, desafiando diariamente os seus responsáveis a encontrar novos motivos de interesse, conteúdos mais atrativos e uma utilização desmedida da tecnologia, como formas de difundir ao máximo o que se faz em antena. Que é, muitas vezes, a ínfima parte do resultado final em termos de divulgação.

Entrei ao serviço daquela casa já vai fazer 20 anos em abril. Daí que a ligação sentimental à estação, onde trabalhei em dois períodos distintos, e à qual tentei sempre estar próximo, seja natural como ligar o microfone em estúdio - ou no exterior, onde me sinto melhor... - e tentar passar uma mensagem. Porque a Rádio é isso mesmo, e quanto mais interativa for, mais nela se poderão rever as pessoas. No caso concreto do RCA, há mesmo essa obrigação: a de devolver às pessoas um clube que é da sua cidade e da sua ilha. Porque mesmo sendo gerido como uma empresa, o RCA é, e continuará a ser, um clube, uma forma de ligação de gerações, e uma marca do que foram os Açores nos últimos quase 70 anos.

Tem por isso este breve texto também a função clara de apelo. Um apelo que extravasa o desejo natural de fazer mais associados para o RCA. Ou de fazer com que o concorrido ato eleitoral da passada semana passe a ser um hábito a cada triénio. Um apelo para que angrenses e terceirenses se aproximem de uma estação que lhes é cara, mas que também sabe ser grata às suas gentes. Pois foi pela vontade de alguns, e pela dedicação de tantos outros, que a sua emissão ainda perdura. E assim continuará, agora fornecida de sangue novo, e ciente de que o trabalho feito até esta data é para respeitar e perpetuar. Porque foi sempre esse o espírito da "Voz da Terceira".  

47 A Voz da Terceira - DI 30JAN16.jpg

 

 

publicado por MSA às 13:20
link do post | comentar | favorito

Entrevista Pedro Ferreira (DI)

RCA começa
nova etapa

Pedro Ferreira é o novo presidente do Rádio Clube de Angra (RCA). O seu líder revela ao DI que a nova direção pretende reestruturar e revitalizar a "Voz da Terceira" para que possa recuperar o prestígio de outros tempos.

Entrevista Pedro DI RCA 30jan16 foto.jpg

É o novo presidente da direção do Rádio Club de Angra (RCA). Quais as principais ideias que pretende concretizar durante o mandato de três anos?
O RCA vive essencialmente das receitas publicitárias que cobra. Nos últimos anos, fruto da crise económica que assolou também a Região, muitas foram as falências de empresas registadas.

Nesse sentido, foram dadas como incobráveis várias dezenas de milhares de euros.
Existem ainda cerca de 30 mil euros que continuam por cobrar. Isso significa que o gabinete de publicidade do RCA será um dos setores prioritários a intervir.
Entendemos ser necessário dar um novo fôlego para aquele gabinete, revendo as tabelas dos preços, aproveitando até o sentimento de retoma económica; criando sinergias e parcerias com clientes e novos clientes.
Poderá ser necessário reforçar o número de colaboradores naquela área, pois é imperioso melhorar e simplificar os mecanismos de faturação e de cobrança das nossas receitas.
Só assim poderemos garantir estabilidade financeira e melhorar o desempenho da instituição aos mais diversos níveis.
Esta preocupação não significa que as coisas estejam mal. Mas carecem urgentemente de melhorias.
Por outro lado, e percebendo algum pessimismo e as acentuadas dificuldades entre os órgãos de comunicação social, mormente os das ilhas mais pequenas, temos um projeto - sabemos que é arrojado - para criar sinergias ao nível da programação e dos serviços de informação com as restantes rádios locais do Grupo Central.
 É importante voltar a afirmar a "Voz da Terceira" além das nossas fronteiras territoriais, como é importante criar um sentimento de união entre as diferentes ilhas.
Esse projeto não se limita às rádios.
Tentaremos parcerias comerciais e de conteúdos com outros órgãos de comunicação social com a imprensa e até a televisão.
Existem conteúdos de rádio que, com pouco investimento, podem ser convertidos em bons programas de televisão.
Hoje, e de forma cada vez mais premente, a união faz a força.
E só unidos poderemos vencer os novos desafios que, quase todos dias, nos apresenta esta era da globalização informativa.    
Há uma ambição clara em honrar a história do RCA e perpetuá-la com grande sucesso no futuro.
Pretendemos criar uma grelha renovada e ainda mais abrangente de programas.
Temos novas ofertas, com grande audiência, que já assumiram o seu lugar na preferência dos ouvintes, algumas inovadoras e inéditas na rádio açoriana (como o "Planeta Mulher" ou o "Política de Saltos Altos"), mas é preciso continuar em busca das preferências dos ouvintes.
Queremos retomar, o quanto antes, o programa tauromáquico que o RCA tinha e que foi suspenso em novembro, depois de nove anos de transmissão ininterrupta. Até porque se trata de um produto único nas rádios regionais.
Por fim, queremos novos associados, e para isso vamos reforçar parcerias com outras entidades, visando mais-valias para os sócios do RCA.

O facto de terem concorrido à liderança do RCA duas listas, uma das quais encabeçada pelo anterior presidente, significa que existe um maior interesse dos sócios pela vida da coletividade?
A última assembleia geral foi muito motivadora. Ver o auditório do RCA cheio de sócios, deu-nos um alento ainda maior para levar avante o projeto submetido a sufrágio. Efetivamente, desde que fomos eleitos, fomos contatados por várias instituições, personalidades e empresas, que se mostram completamente abertas a desenvolver novas parcerias.
No entanto, não posso deixar de reconhecer o extraordinário trabalho que António Rocha e as suas direções desenvolveram, ao longo dos últimos 12 anos, na recuperação financeira, técnica e tecnológica do RCA. António Rocha merece o devido reconhecimento e uma palavra de agradecimento pelo trabalho efetuado no sentido de manter viva a "Voz da Terceira".
É claro que não esquecemos a forma abnegada como os funcionários e colaboradores do RCA têm contribuído.
A todos muito obrigado pela paixão que nutrem pelo nosso Rádio Club de Angra.

Entrevista Pedro DI RCA 30jan16 capa.jpg

Para além daquilo que o RCA tem para oferecer aos seus ouvintes diariamente, estão previstas iniciavas de âmbito social e cultural?

Uma das nossas prioridades passa pela renovação e rentabilização do auditório do RCA com a realização dos mais variados eventos socioculturais.
Está na génese do RCA dar esse tipo de contributo à sociedade terceirense.
Acima de tudo, é fulcral voltar a incutir nos atuais e nos novos sócios da instituição que o RCA é um clube, de sócios e para sócios e amigos, aberto à comunidade em geral. Queremos vivamente reafirmar essa característica.
Noutra vertente tentaremos associar o nome da instituição a uma marca "RCA", que seja procurada para a realização de eventos diversos no exterior.
Queremos o RCA de volta à rua, ao contato com as pessoas, e tudo faremos para que isso seja alcançado com sucesso, através do potencial humano que temos, em funcionários e em colaboradores.

O  RCA é conhecido como a "Voz da Terceira" e durante décadas chegou a todas as ilhas dos Açores. Considera possível que o RCA consiga recuperar a importância que teve até surgirem as denominadas rádios locais na década de 80 ou entende que se deve avançar por um caminho que tenha em conta a nova realidade concorrencial?
Os novos tempos apresentam-nos desafios aliciantes.

Mas também é certo que as imposições legais colocam entraves à expansão, por si só, da "Voz da Terceira". É nesse sentido que falamos em parcerias e sinergias com outros OCS.
Agora, temos que ter capacidade para atrair novos colaboradores, que tragam conteúdos diferentes à antena, associando a grelha de programação a datas e eventos que justifiquem emissões especiais (para além da manutenção das típicas e incontornáveis transmissões do Carnaval, das Sanjoaninas, dos ralis e outras provas desportivas, e retomando a cobertura das Festas da Praia).
É também imprescindível reestruturar a imagem da rádio na internet e nas redes sociais, até como forma de chegar às nossas comunidades emigradas.
Temos que melhorar os serviços informativos, nomeadamente ao nível da captação de novos colaboradores e novo público.
Já por várias vezes foi vaticinada a morte das rádios. Mas a rádio é uma companhia para todos nós que - já se provou - não se substitui.
Temos ambição, vontade e garra para levar por diante este projeto, e estou certo que a Ilha Terceira e os Açores continuarão a reconhecer o importante papel do RCA.

Entrevista Pedro DI RCA 30jan16.jpg

 

publicado por MSA às 11:47
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2016

Novos órgãos sociais do RCA tomaram posse

Nova Direção RCA 28JAN16 foto.JPG

Tomaram posse esta tarde os novos órgãos sociais do Rádio Club de Angra (RCA), uma equipa liderada pelo jornalista Pedro Ferreira, eleita no passado dia 22, numa concorrida Assembleia Geral da histórica instituição.

O novo presidente revelou-se “pronto para trabalhar, em prol de uma casa que possui um passado importante e que temos de salvaguardar. Queremos dar um novo rumo à instituição, cativando novos colaboradores e avançar com uma grelha de programas mais atrativa e abrangente".

A reformulação da vertente publicitária, uma nova relação com os associados e a busca de novas parcerias são outros pontos a enaltecer do programa proposto pela nova direção, hoje empossada.

Fundado a 3 de abril de 1947, o RCA ganhou um importante estatuto na sociedade terceirense e açoriana, tendo sido peça fundamental em várias situações da História recente do arquipélago, um estatuto que Pedro Ferreira quer “recuperar”, voltando a dar à instituição “o papel social de verdadeiro clube, porque o RCA, mesmo sendo gerido como uma empresa, é dos seus sócios e dos seus ouvintes. E é nessa abertura à sociedade que vamos apostar”, concluiu.

A nova direção é assim presidida por Pedro Ferreira, dela fazendo também parte Miguel Sousa Azevedo, Francisco Câmara, Maria Luísa Figueiredo, Pilar Belerique e Lídia Góis.

A Assembleia Geral é agora formada por Arnaldo Ourique, Alberto Soares e Manuel Conde Bettencourt, e o Conselho Fiscal da coletividade está a cargo de Nuno Melo Alves, Eduarda Borba e Mário Aguiar Rodrigues.

Logo RadioClubAngra.jpg

 

publicado por MSA às 18:51
link do post | comentar | favorito

Ermida em cor.

Pormenores da bonita e pacata Ermida do Senhor Santo Cristo das Misericórdias, na Vila de São Sebastião (Angra do Heroísmo), que visitei esta manhã.

Mais um pequeno tesouro destas nossas ilhas...

Ermida Sto Cristo SSebastião (1).JPG

Ermida Sto Cristo SSebastião (2).JPG

Ermida Sto Cristo SSebastião (3).JPG

 

publicado por MSA às 15:06
link do post | comentar | favorito

Clã - Os Embeiçados

publicado por MSA às 09:57
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2016

Piropo.

911 Martini Back.jpg

Será que é crime, neste caso?...

publicado por MSA às 17:39
link do post | comentar | favorito

De Varanda.

Cartaz Cafe Teatro Varanda.jpg

 

publicado por MSA às 17:35
link do post | comentar | favorito

Rali de Monte Carlo Histórico.

Cartaz Rali MCarlo Histórico.jpg

 

publicado por MSA às 17:00
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 26 de Janeiro de 2016

A arte do Rui.

Rui Melo.jpg

O Rui (Vasco) Melo foi meu colega durante um ano, no Liceu. Sentámo-nos ao lado um do outro, não necessariamente com os melhores resultados académicos, em quase todo esse tempo. Com 15/16 anos de idade, bem distantes da realidade atual - e refiro-me até aos jovens de hoje -, pareceu-me sempre que ele era um poço de talento e habilidade. E o tempo encarregou-se de confirmar isso. Da pintura à música, o Rui é hoje um vulto inegável da nossa cultura...e a sua criatividade amadureceu. Instalando-o numa posição que só os predestinados tocam.

Pois é, e hoje, ao ver que ele tem - penso - um novo site, logo corri a publicitá-lo - pode acompanhar-se AQUI... -, afinal ali pode apreciar-se uma já extensa obra. Marcada e atual. Porque aquele Rui do 10º ano - cenário 2 é hoje um artista dos bons. Mesmo.

E para não alongar a prosa, aqui fica este "Big Blue", de 2005, obra que vi pela primeira vez - e salvo erro - exposto na Praia da Vitória. Lembro-me de, na altura, ter entrevistado o Rui - e fica aqui a promessa de uma conversa, em breve - para um noticiário da Rádio. É um quadro impressionante de movimento e coerência. Quase um quadro correto. E, também por isso, ficou-me (para) sempre debaixo do olhar...

Rui Melo - Big Blue 2005.jpg

 

publicado por MSA às 20:06
link do post | comentar | favorito

Xerife - Histórias

publicado por MSA às 16:47
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Ah, rica sopa!

Cartaz Jantar Sopa Rica 30jan16.jpg

 

publicado por MSA às 14:49
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 25 de Janeiro de 2016

Não há Tourada dos Estudantes...

Logo Tourada dos Estudantes.png

Este ano, e ao que se sabe pela primeira vez desde 1925, não haverá o habitual espalhafatoso cortejo que antecede a tradicional Tourada dos Estudantes. Assim, na praça, na tarde do sábado de Entrudo, haverá apenas a junção de alguns números cómicos com um treino aberto ao público, por parte do Grupo Juvenil de Forcados da Tertúlia Tauromáquica Terceirense.

Ou seja, na prática, não haverá Tourada dos Estudantes, e isso deve-se à falta de inscritos - e mormente de interesse - dos estudantes angrenses para tal efeito. Ainda foi formada uma Comissão, que até incluiu elementos femininos - uma situação inédita naquela longa tradição - para tentar levar adiante o evento. Mas que não conseguiu reunir gente nem apoios. Aliás, e reportando-me a outros anos, alguns já distantes, o cortejo e a tourada costumavam juntar cerca de 70 pessoas. O número de inscritos para aceder a essa tradição ultrapassou muitas vezes os 100. Este ano, havia menos de 20 interessados. O que diz muito sobre o estado das coisas...

Ainda assim, e no passado sábado, teve lugar a tradicional Tenta, no antigo Tentadero "Rego Botelho", ao Cabrito.

Por acréscimo, e embora de forma inédita, deverá haver uma versão mais reduzida do famoso Cartaz da Tourada, com a sua crítica mordaz e as habituais quadras, que costuma ser distribuído em Angra antes do Carnaval. No sábado que vem, terá ainda lugar a costumeira Volta à Ilha, anunciando a festa, sinal de que nem tudo estará perdido.

Mas também lembro que, nos últimos anos, o evento perdeu muito do seu cariz taurino, com a parte séria (cavaleiros, bandarilheiros, forcados) a resumir-se quase exclusivamente às pegas. Segundo a opinião de alguns antigos elementos do famoso certame carnavalesco, esta crise pode ser passageira, daí que se deva apoiar a manifestação em curso, que pelo menos prova ainda haverem interessados, mesmo que poucos, na Tourada dos Estudantes.

Sobre este tema, falei hoje de manhã, no programa "Interilhas" (Antena1/Açores), com o Sidónio Bettencourt.

A conversa está disponível abaixo:

Destaque Intrerilhas Antena1.jpg 

 

publicado por MSA às 21:44
link do post | comentar | favorito

Campeões em Braga.

Cartaz Salão Campeões.jpg

 

 

publicado por MSA às 18:05
link do post | comentar | favorito

Pedro Ferreira presidente do Rádio Club de Angra.

foto PEDRO FERREIRA.jpg

Pedro Ferreira, jornalista, 32 anos, é o novo presidente da direção do Rádio Club de Angra (RCA), tendo a lista que encabeçou vencido as eleições realizadas na passada sexta-feira, e que levaram à histórica coletividade cerca de 60 associados.

O novo presidente do RCA aposta em "dar um novo rumo à instituição, recuperando a sua função de clube com um importante papel recreativo e social na Terceira e nos Açores. Mesmo sendo gerido como uma empresa, o RCA continua a ser um clube, e isso tem de se refletir na sua ação. O RCA tem de se voltar a abrir às pessoas", afirmou.

Para isso, Pedro Ferreira acredita que será possível, "cativar novos colaboradores e criar uma grelha de programas mais atrativa e abrangente". A reformulação da vertente publicitária, uma nova relação com os associados e a busca de novas parcerias são outros pontos a enaltecer do programa proposto pela lista que venceu as eleições do dia 22.
Ao ato eleitoral concorreram duas listas, sendo que a vitória coube à lista B (liderada por Pedro Ferreira) que recebeu um voto a mais (30-29) que a lista A (encabeçada pelo atual presidente).

Da direção liderada por Pedro Ferreira, que tomará posse no decorrer desta semana, estão também os nomes de Miguel Sousa Azevedo, Francisco Câmara, Maria Luísa Figueiredo, Pilar Belerique e Lídia Góis. A Assembleia Geral é agora formada por Arnaldo Ourique, Alberto Soares e Manuel Conde Bettencourt, e o Conselho Fiscal da coletividade fica a cargo de Nuno Melo Alves, Eduarda Borba e Mário Aguiar Rodrigues.

Destaque RTP RDP.jpg

Peça no Noticiário de ontem da Antena 1/Açores - AQUI 

Peça DI RCA 26jan16.jpg

 

 

 

publicado por MSA às 16:39
link do post | comentar | favorito

WRC: Rally Monte Carlo (Highlights)

publicado por MSA às 11:26
link do post | comentar | favorito

Noite eleitoral...

Resultados Presidenciais 2016.jpg

- conclui que quase ninguém aprendeu, nestas últimas semanas, que "Rãs" é o plural de "Rã". E que a freguesia nortenha de Vitorino Silva, o "Tino", se chama "Rans"...

 

- aplaudi, entusiasmado, a subida de 0,3% do candidato Sequeira-das-lunetas...

 

- só esta noite percebi que António Costa, sendo líder de um partido e primeiro ministro, acha que conta por duas pessoas. Daí que tenha apelado ao voto em dois candidatos. O que se veio a revelar fisicamente impossível...

 

- acho que a pessoa mais simpática - talvez mesmo porreira - na sede de campanha de Sampaio da Nóvoa, era o próprio Sampaio da Nóvoa...

 

 

publicado por MSA às 10:59
link do post | comentar | favorito
Domingo, 24 de Janeiro de 2016

Elliot Moss – Pattern Repeating

publicado por MSA às 20:27
link do post | comentar | favorito

Recenseamento(s)...

9 milhões e 700 mil eleitores escolhem hoje o novo Presidente da República. Ou seja, só haverá 300 mil portugueses menores de 18 anos. 

Nos Açores, e na Terceira, há quase mais eleitores que habitantes. É a hipocrisia nacional no seu melhor...

publicado por MSA às 13:28
link do post | comentar | favorito

WRC: Rally Monte Carlo (Day 3)

publicado por MSA às 02:44
link do post | comentar | favorito
Sábado, 23 de Janeiro de 2016

Família.Paz.Aventura

Camila Becas Manel.jpg

A aventura de Becas, Manel e Camila já começou. Deixaram os Açores no Atlântico, pernoitaram em Lisboa e partiram rumo à Ásia para só regressar daqui a três meses...

 

Que tudo se conjugue para uma viagem inesquecível dos meus três amigos. E que a pequenina Camila cresça num sorriso, com este exemplo de liberdade e aventura. Divirtam-se. E aprendam muito.

(Para seguir, duas vezes por semana, os textos da Becas no site da SÁBADO)

publicado por MSA às 15:13
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 22 de Janeiro de 2016

Orgulho.

Logo RadioClubAngra.jpg

A lista B, que eu integrei, ganhou as eleições para os órgãos sociais do Rádio Club de Angra por um voto. Agradeço pessoalmente aos 59 sócios que marcaram presença, escrevendo uma nova página na história de uma instituição que muito prezamos. Não é tempo de festejos, mas de trabalho. Há que honrar quem nos antecedeu. Obrigado.

 

publicado por MSA às 22:16
link do post | comentar | favorito

Temos Tenta!

Cartaz Tenta dos Estudantes 2016.jpg

 

publicado por MSA às 21:38
link do post | comentar | favorito

WRC: Rally Monte Carlo (Day 2)

publicado por MSA às 17:35
link do post | comentar | favorito

Tame Impala - Solitude Is Bliss

publicado por MSA às 14:27
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

.Fevereiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

.posts recentes

. Taroleiros 2015.

. Em curso...

. Volta, Tourada dos Estuda...

. Todos à Praça.

. 15 anos de Taroleiros!

. Bailinhos em São Carlos.

. Bailinhos em São Bento.

. Gaivota.

. St. Vincent - Marrow

. Hoje Angra esteve assim.....

.arquivos

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.quem cá passa

Contador de visitas

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds